BrasileirasPeloMundo.com
Holanda

Como aproveitar o verão em Amsterdã

Como aproveitar o verão em Amsterdã.

Verão na Europa, principalmente em países mais ao norte como a Holanda, não é o mesmo que o verão que temos no Brasil. Pra vocês terem uma ideia a temperatura em São Paulo e em Amsterdã estava praticamente a mesma em Junho desse ano (com São Paulo ainda ganhando uns bons dias).

E é justamente isso que faz o verão ainda mais especial. Ele é esperado, valorizado e muito, muito aproveitado. Até porque o clima bom de verdade pode durar só umas duas semanas.

Quando sai um solzinho e a temperatura passa dos 20°C vai todo mundo, todo mundo mesmo, pra rua. Bares, parques, terraços, passeios de barco, vale qualquer coisa pra sair de casa sem casaco e conseguir uma dose natural de vitamina D.

Então aqui vai a minha seleção de lugares preferidos pra curtir uma das cidades mais lindas do mundo.

Bares

Fiz aqui uma seleção dos bares “de verão” que mais gosto na cidade e, de quebra, temos uma aula básica de regiões da cidade em holandês.

Hannekes Boom (Center – Centro em holandês)

De frente para Nemo, o museu de ciência de Amsterdã, o Hannekes Boom tem bancos de madeira, um deque em que vários barcos encostam e até um balanço bem pertinho da água.

O clima é bem descontraído, com chão de terra batida e fica perto da Estação Central, com acesso meio escondidinho, o que pra mim deixa o lugar ainda mais especial. Mas não é por isso que ele tem um ambiente tranquilo, durante os dias de calor mal dá pra achar um cantinho pra sentar no chão, quanto mais uma mesa.

Waterkant (West – Oeste em holandês)

O Waterkant fica de frente para Singelgracht, um dos maiores (senão o maior) canais de Amsterdã. Tem um cardápio bem razoável e o legal mesmo é sentar na beira do canal com uma cerveja ou uma taça de vinho e curtir o sol no rosto enquanto vê uma procissão de barcos passando.

E a noite ele ainda vira uma baladinha na parte de dentro.

Roest (Oost – Leste em holandês)

Esse é o menos popular dos 4, mas é quase uma prainha, com areia, redes e bancos de madeira. Também escondidinho, você precisa cruzar um estacionamento gigante pra chegar lá e tem certeza que errou e acabou numa quebrada, mas continua com fé que ele fica ali mesmo.

Também tem uma agenda bacana de eventos que pode ser consultada no site.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Holanda

Pllek (Noord – Norte em holandês)

A região norte da cidade está em fase de revitalização e cada vez mais interessante. Mas mesmo antes disso o Pllek já era ponto pra curtir tempo bom na cidade. E de quebra você chega de balsa (gratuita) que sai da Estação Central e passa pelo mural que o Kobra fez da Anne Frank ali por perto, entre a balsa e o bar.

Strand Zuid (Zuid – Sul em holandês)

É o mais arrumadinho da lista e com mais locais (não necessariamente holandeses), porque fica pertinho da área mais empresarial da cidade.

Também é o único que não fica perto de algum rio/canal, mas tem um lago pra compensar e uma área interna bem grande que vira balada mais a noite.

Parques

A forma mais barata de curtir o sol é comprar umas coisinhas no supermercado e ir fazer um churrasco ou piquenique nos vários parques da cidade. Você provavelmente já ouviu falar do Vondelpark, né? Então vamos a algumas outras opções espalhadas pela cidade:

  • Sarphatipark (De Pijp)
  • Oosterpark e Flevopark (Oost)
  • Rembrandtpark e Westerpark (West)
  • Museumplein (Museumkwartier)
  • Amstelpark e Beatrixpark (Zuid)

Leia também: A Holanda além de Amsterdã

Passeios de barco

No verão até cachorro curte passeio de barco

 

Além das bicicletas, o que mais tem nessa cidade é barco. Você acha passeio de barco open bar, com panqueca, com pizza, profissional, informal, de dia, de noite, em barco, lancha e jangada.

Se você estiver a turismo com pouca gente, minha recomendação é um dos tours da Boat Amsterdam. Eu fiz o Premium Cruise que é open bar (não espere bebida muito gelada se o dia estiver quente) e sai do deck em frente ao museu Hermitage.

Agora se você estiver com um grupo de amigos e quiser uma coisa menos engessada, eu recomendaria alugar um barco de empresas como a Sloep Delen, em que os barcos são para até 10 pessoas, elétricos e você mesmo pilota. Combina isso com uma passadinha no supermercado pra comprar queijos e vinhos e pronto!

E aí, o que achou? Passa nos comentários pra me contar o que achou dessas opções!

Related posts

Dia e noite em Groningen na Holanda

Roberta Veronezi Figueiredo

Amsterdã para vegetarianos

Giovanna Prata

Como procurar emprego na Holanda

Fernanda Campestrini

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação