BrasileirasPeloMundo.com
Noruega Profissões Pelo Mundo

Como é trabalhar como enfermeira na Noruega

Moro há 13 anos na Noruega, exatamente na cidade de Trondheim. Sou enfermeira aqui na minha cidade e me formei na universidade local que na época se chamava HIST (Høyskolen for Sør Trøndelag). Trabalho há 6 anos como enfermeira em uma casa de repouso que funciona como um mini hospital para idosos. Lá fazemos de tudo, desde ajudar a pessoa a se arrumar, a se alimentar, tomar medicamentos, tratamentos com antibióticos intravenosos e até mesmo transfusão de sangue.

Como foi o proceso até me formar?

Quando eu cheguei na Noruega tinha muita vontade de estudar e fazer um curso superior. Eu sempre ouvia nos jornais que eles tinham uma carência muito grande por enfermeiros. Primeiro aprendi o norueguês e com 1 ano já estava falando bem. Quando fui ao Brasil para visitar minha família, corri atrás de um tradutor e traduzi todos os meus papéis das escolas que frequentei no Rio de Janeiro. No local aonde eu fazia o curso de norueguês tinha um conselheiro (rådgiver) que ajudava as pessoas tirando dúvidas de como prosseguir e qual caminho levar até a profissão. Levei meus papéis para ele e falei que queria fazer faculdade de enfermagem. Ele enviou os meus documentos para o NOKUT, que é quem reconhece e avalia os estudos da pessoa no exterior.

Após alguns mêses recebi uma carta do Nokut com quais matérias eu precisava refazer para ter o mesmo grau de estudo que os alunos que frequentam as faculdades daqui. Fiz o que eles chamam de Studio Kompetanse, a maior parte das unversidades/faculdades aqui tem essa exigência. Esse studio kompetanse são seis matérias: entre elas inglês, norueguês (literatura), estudos sociais (samfunnsfag), naturfag (mistura de biologia, química e física), matemática e história. Estudei em uma turma de adultos, com os próprios norueguêses e pessoas de todo o mundo que queriam ingressar na faculdade e fazer algo da vida. Estudei durante dois anos e já no final do segundo ano solicitei minha inscrição para a faculdade de enfermagem. O sistema aqui funciona pelas notas dos alunos e a faculdade de enfermagem aqui em Trondheim é uma das mais exigentes. Eu era bem estudiosa e graças a Deus nāo precisei me mudar para outra cidade. Na época meus gêmeos ainda iam fazer 3 anos! Já imaginaram a loucura que minha vida era?!

O curso de enfermagem em si demora 3 anos em horário integral: 50% de estágio e 50% de teoria. Os estágios vão desde casa de repouso, hospital (parte clínica, cirúrgica e psiquiátrica) até visitando os pacientes em suas próprias casas. Nesses estágios, eu trabalhava mais ou menos 7 horas e meia sem remuneração, 4 dias na semana e um dia era livre para estudos. Todos esses estágios são obrigatórios. Em outro post posso explicar como funciona o sistema de saúde daqui.

A faculdade em si é toda em norueguês. Como estrangeira, alguns professores falavam que eu poderia fazer meus trabalhos em inglês. Mas eu nunca aceitei porque, como moro aqui e o idioma sempre se aperfeiçoa com o tempo, bati o pé e falei: não vou escrever em inglês, pois meus pacientes são noruegueses e é aqui que vou trabalhar no futuro. Me formei com boas notas e super feliz por ter concluído mais essa etapa na minha vida. No meu último estágio, comecei a trabalhar nos meus tempos livres em um centro de reabilitação. No verão (que é o grande momento de se arrumar um emprego, pois as pessoas tiram suas ferias), fui chamada para trabalhar no meu setor favorito do hospital: a parte de infecção! Após a faculdade, trabalhei durante 2 anos e fiz uma especialização em geriatria, a qual terminei em 2016.

Leia também: benefícios e salários na Noruega

Como é ser enfermeira na Noruega?

Ser enfermeira é muito gratificante, mas como qualquer outro trabalho tem os seus pontos alto e baixos. Trabalhando no asilo temos muitas responsabilidades e um número muito grande de pacientes apara se acompanhar. Onde trabalho, por exemplo, temos 51 vagas e a casa está sempre cheia. O número de idosos na Noruega cresce muito e não temos enfermeiros suficientes.

Somos 6 enfermeiros que trabalham em plantão dia e noite para todos esses pacientes. Durante o dia somos no máximo 10 ou 11 funcionários – as outras pessoas que trabalham conosco são assistentes ou técnicos em enfermagem. Temos médicos na casa durante 2 dias da semana e, se acontece alguma emergência, temos de ligar para o médico de plantão (legevakt) ou, em caso grave, para a ambulância.

Trato os meus pacientes com muito carinho e respeito. Quando chega alguém novo, eles sempre perguntam de onde eu sou, porque sou a enfermeira ”diferentona”. Meus cachos fazem sucesso aqui, todos querem! As senhorinhas sempre me pedem uma mechinha de cabelo. Trabalho de segunda à sexta e a cada terceiro final de semana do mês. Quando trabalhamos no fim de semana, temos uma folga antes e depois. Os plantões variam no hospital. Por exemplo, a pessoa trabalha plantão manhã/tarde e noite/madrugada. Nesse asilo eu só trabalho de manhã ou tarde/noite – eles têm enfermeiros próprios que só trabalham na madrugada. Os horários são de 7:30 às 15:00 e das 14:45 às 22:00, os horários do hospital são bem semelhantes. O ponto baixo dessa história é trabalhar nos dias de feriados e fim se semanas quando todo mundo está curtindo com a família . O salário não é tão alto como muitos acham. Um técnico de enfermagem com 10 anos de profissão ganha quase a mesma coisa que uma enfermeira recém formada.

Uma enfermeira recém formada ganha por ano cerca de kr 376200 e com 16 anos de trabalho 456500. Com especialização, o salário aumenta um pouco e a média é de 415800 até 48700 com 16 anos de carreira.

Related posts

Profissões, Demanda, Entrevista, Salários e CV na Argentina

Fabi Lima

Repensando a sua carreira como esposa de expatriado

Cristina Hélcias

Tradições natalinas norueguesas

Wendy Dantas

18 comentários

Jordana Lima Novembro 6, 2017 at 5:42 am

Olá Michele,
Adorei o seu texto, muito esclarecedor ! Sou brasileira e estudo medicina no Paraguay estou no final do terceiro ano. Tenho interesse em fazer meu internato em outro país, dentre vários países que eu pesquisei me interessei pela Noruega. Sabe me informar se a Noruega possui algum programa para recebimento de médicos internos (residentes) estrangeiros?
Desde já,
Obrigada.

Resposta
Michele Silva Novembro 6, 2017 at 11:25 pm

Oi Jordana obrigada pelo comentário. Aqui na Noruega temos muitos médicos e enfermeiros de outros países, você precisa entrar em contato com o Helsedirektoratet que é quem avalia e libera as autorizações aqui https://helsedirektoratet.no/autorisasjon-utdanning-og-godkjenning alem de traduzir seus documentos e ter-los autenticados pela embaixada/consulado da Noruega no Paraguay. Você tem em mente alguma região especifica para se mudar/ fazer a residência aqui? Pois então lhe aconselho a entrar em contato com a faculdade dessa região para esclarecer suas dúvidas. Boa sorte!!

Resposta
Rafae Maestrini Novembro 9, 2017 at 7:02 am

Olá Michele! Parabéns pela sua persistência e conquista! ;-))
Eu faço faculdade de enfermagem aqui no Rio e tenho interesse em fazer uma pós aí na Noruega.
Fiquei muito feliz em poder encontrar você, enfermeira atuando aí nessa terra gélida. Hehe
Você tem Instagram ou site para que possamos te acompanhar?
Boa jornada aqui no blog. :-))

Resposta
Michele Silva Novembro 14, 2017 at 11:20 pm

Obrigada Rafae!! logo você também se forma é só se dedicar! Infelizmente eu não tenho site e nem blog, vou fazer mais posts sobre a Noruega aqui para o site. Quem sabe se no futuro eu não me anime e crie algo né?! meu instragram é mp83silva!

Resposta
Daniela Novembro 25, 2017 at 2:46 pm

Ola Michele, sou enfermeira ha 7 anos. Quando vc foi morar ai ja era formada e teve q refazer alguns cursos, ou vc fez sua faculdade ai? COMO fez pra se manter financeiramente enquanto fazia seu curso? Com o salário q recebe é possível ter uma boa qualidade de vida? E a igualdade social no país?? Eles são acolhedores com pessoas de outros países??

Resposta
Jani Paula Maio 9, 2019 at 12:20 am

Oi Michele tudo bem ? Gostei bastante da sua explicação mais gostaria de saber mais …estou cursando Enfermagem aqui no Brasil na cidade de Curitiba …e tenho um trabalho pra fazer sobre a formação básica e Graduação da enfermagem gostaria de saber se pode falar mais sobre o assunto …se puder agradeço..meu face se puder falar comigo … é Jani Paula…. obrigado

Resposta
Liliane Oliveira Maio 10, 2019 at 2:14 am

Olá Jani,
A Michele Silva, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Sthefanye Dezembro 21, 2017 at 8:54 pm

Olá, minha dúvida é em quanto tempo você aprendeu a falar norueguês fluente e como eu que ainda moro no Brasil posso aprender antes de me mudar para a Noruega,pois já tentei aprender e está sendo meio difícil. Obrigada.

Resposta
Michele Silva Dezembro 27, 2017 at 6:28 pm

Então Sthefanye, eu estudei norueguês por um período de um ano no curso de norueguês + ou – 5 horas de segunda a sexta. Em casa só me comunicava em norueguês meu ex que cortou o inglês e isso ajudava bastante. Lembre-se que cada um tem o seu tempo e ritmo de aprendizado. Morando aqui na Noruega talvez seja mais fácil porque você escuta o idioma diariamente e acredite até hoje eu aprende palavras novas. Boa sorte 🙂

Resposta
Fernanda Março 13, 2018 at 8:29 pm

Olá Michele, tudo bem? Estou fazendo um trabalho para a faculdade sobre o sistema de saúde da Noruega, estou com problemas para achar dados base (tipo o nosso IBGE), código de leis e maiores informações sobre sistema privado. Você consegue me ajudar? Desde já agradeço. Grande abraço.

Resposta
Claudia Maio 9, 2018 at 10:52 am

Moro na Noruega a 26 anos. Trabalho como emfeira a 10 anos. Sou emfermeira psiquiatra.

Resposta
Welington Jorge Maio 26, 2018 at 3:27 pm

Sou ac de enfermagem e gostaria muito esclarecer outras dúvidas em relação a viagem para Noruega, se possível me chame no 86 999527491 pra eu poder saber mais informações. Obrigado.

Resposta
Maria Isabel Agosto 22, 2018 at 1:45 am

Olá Michele, achei seu post por acidente no google. Queria tirar umas duvidas com vc. So pode ser aqui pelos comentários ou vc tem outro canal de contato? Bjssss

Resposta
Liliane Oliveira Agosto 22, 2018 at 1:52 pm

Olá Maria Isabel,
A Michele Silva, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Fabiana Janeiro 8, 2019 at 2:27 pm

Estou morando em Bergen há um ano, comecei fazer o curso de norueguês assim que eu cheguei, mas como não vivo em uma família norueguesa tem sido difícil melhorar a conversação.

Pensando no meu futuro aqui, tenho pensado em fazer alguma formação que tenha demanda aqui, enviei todos os diplomas que tenho para o NOKUT, já se passaram vários meses e ainda estou na espera. Você disse que conseguiu orientação antes de validar seus diplomas. Eu sou bióloga e também tenho licenciatura. Pensei em enfermagem, algumas pessoas falaram também sobre a área de farmácia e também a área de educação, mas sem falar norueguês nada disso é viável.

Você estudou norueguês 5 horas por dia ou por semana? Eu tive uma carga horária de 8 horas por semana, agora farei apenas 6 horas por semana, mas preciso ir aos grupos de conversação.

Você fazia estágio sem remuneração com uma carga horária de 7 horas por dia ou por semana?

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 8, 2019 at 9:10 pm

Olá Fabiana,
A Michele Silva, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
wanderson Abril 8, 2019 at 3:04 am

boa noite michelle! sou enfermeiro em belo horizonte. sou apaixonado pela cultura norueguesa. gostaria de saber se e muito dificil validar o diploma brasileiro ai. obrigado.

Resposta
Liliane Oliveira Abril 8, 2019 at 12:56 pm

Olá Wanderson,
A Michele Silva, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação