BrasileirasPeloMundo.com
Omã

Como levar seu pet para Mascate em Omã

Como levar seu pet para Mascate em Omã

Quem lê os meus textos aqui no Brasileiras pelo Mundo sabe que eu tenho um Hijito de pelo, o Billy.

Depois de morar 1 ano e meio em Kuala Lumpur, chegou a hora do Billy se aventurar no Oriente Médio, em Mascate.

Sempre que recebemos a notícia que vamos mudar de país, a nossa maior preocupação é com o processo do Billy. Para Mascate devo admitir que foi mais tranquilo do que eu esperava.

O primeiro passo foi escolher a companhia aérea. Depois de pesquisar e ver quais seriam as nossas opções, acabamos escolhendo a Oman Air. A Oman Air opera voo direto de Kuala Lumpur para Mascate, e tem duração de apenas 6 horas. O que para o Billy foi a melhor opção, pois todos os outros voos faziam escala e tinha duração média de 10 horas.

Outro ponto positivo da companhia é que o Billy pode ser enviado como excesso de bagagem. Isso facilita muito o processo e, claro, sai muito mais barato do que enviar o animal como carga viva.

Leia também: Até logo, Kuala Lumpur

Após escolher a companhia aérea foi a hora de correr atrás dos documentos de exportação do Billy. Toda vez que mudamos com ele precisamos emitir um documento de exportação que é usado para sair do país em que estamos residindo e um documento de importação, que é apresentado ao país de origem assim que chegamos.

Usamos a mesma empresa de quando mudamos para a Malásia para emitir os documentos de exportação do Billy. Eles são ótimos e ajudaram em todo o processo aqui em Kuala Lumpur. Assim como no Brasil, após o documento de exportação ser emitido, precisamos passar com o animal em um veterinário credenciado pelo Ministério de Saúde do país.

Depois de ter todos os documentos prontos no país de origem, foi a hora de correr atrás de uma clínica veterinária em Mascate para realizar os documentos de importação do Billy. Infelizmente aqui em Mascate é muito difícil encontrar informações na Internet que estejam em inglês. Por sorte, encontrei um grupo de brasileiros pelo Facebook e eles me indicaram uma clínica, a Al Qurun Veterinary Clinic.

Entramos em contato com eles por e-mail, passamos todos os dados solicitados e eles emitiram os documentos e nos enviaram por e-mail na mesma semana.

Em Mascate não é obrigatório a quarentena, como na Malásia. Quando chegamos precisamos retirar o animal na área de bagagem especial e passar no guichê do órgão de sanidade, que fica dentro do aeroporto, na área de desembarque, com o animal e todos os documentos do país de origem e do país de destino. Nesse órgão eles conferem se todos os documentos estão corretos e fazem o cadastro do animal no sistema. Com todos os documentos corretos é necessário pagar uma taxa de 15 Rial, convertendo em reais seria algo em torno de 150 reais e pronto, o animal já pode entrar no país com você.

O processo foi bem menos complexo de quando o trouxemos do Brasil. Em 15 dias, já estamos com todos os documentos feitos, prontos para embarcar.

Em Mascate não existe um hotel que seja Petfriendly, infelizmente. Como tivemos pouco tempo para organizar toda a mudança não consegui ver previamente um apartamento.

Tivemos sorte, pois a empresa conseguiu que um dos hotéis que eles têm conveniado recebesse a gente e o Billy por um mês, enquanto eu saísse atrás de apartamento.

Achar apartamento aqui também foi uma questão complicada, apesar do condomínio em que escolhemos morar ser Petfriendly. Os donos dos apartamentos, em sua maioria, são árabes. Na hora em que avisávamos que tínhamos um cachorro eles desistiam de alugar para a gente. Depois de olhar mais de 10 apartamentos, conseguimos um que nos aceitasse.

O custo de vida de um cão aqui em Mascate também é algo bem caro e que me assustou muito quando eu cheguei.  Para vocês terem ideia uma diária de hotel é algo em torno de 10 Rial o dia, cerca de 100 reais; o banho e tosa 30 Rial, cerca de 300 reais; uma consulta ao veterinário 35 Rial, em torno de 350 reais.

Depois de 3 meses morando em Mascate estamos nos adaptando a essa nova realidade e custo de vida animal.  Graças a Deus o Billy se adaptou muito bem e está muito feliz em sua nova casa.

Related posts

Um dia de turista em Mascate

Vanessa Taboada

Como foi a minha adolescência em Omã no Oriente Médio

Isabela Avila

5 Motivos Para Morar em Mascate

Isabela Avila

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação