BrasileirasPeloMundo.com
Macau

Curiosidades da adaptação em Macau

Curiosidades da adaptação em Macau.

Chegamos em Macau no ano 2006, eu e meu filho que tinha 5 anos de idade (marido chegou uma semana antes). Inicialmente moramos num hotel durante quase 3 meses, tempo em que meu marido ia fazendo os ‘checks’ na companhia aérea para confirmar a contratação (quem é da aviação sabe o que estou falando). Para Macau não é necessário visto para turistas brasileiros e a estadia máxima permitida é de 3 meses.

Numa primeira olhada nesta nova terra, fiquei um pouco assustada com tantas luzes coloridas e, como uma boa baiana, já achei que a festa estava pronta; mas não é bem assim. O primeiro “choque” da adaptação se deu com o fuso horário, que é de 11 horas a mais que o Brasil (horário de Brasília), sendo assim, preparem-se para longas madrugadas acordados e dias dormindo.

Um fato bastante relevante, é em relação a moeda local, chamada de Patacas (abreviação: MOP). Patacas é uma antiga moeda de prata portuguesa, que foi emitida pelo governo português até o século XIX, mas a sua terminologia vem de uma moeda de prata de 8 reais mexicanos, que era usada na Ásia e conhecida como Pataca Mexicana. A Pataca está indexada ao Dólar de Hong Kong.

Um susto inicial, foi em relação a educação comportamental básica, para eles (chineses do continente), arrotar, escarrar e soltar flatulências é normal, pois eles acreditam que se está querendo sair é porque bem não faz e deve ser posto para fora, independe do lugar. Agora imagine, você cansada de uma viagem de mais de 27h, com fome e assim que desce do táxi, entra no elevador do hotel e se depara com um caloroso arroto no ouvido! Pois é, foi assim minha recepção, mas fora este episódio o restante correu com uma certa normalidade.

Leia também: Macau, a pérola da China

8b147ac0-4dc7-4fd0-9c7b-818ba3005418

A princípio o que mais me afetou foram os cheiros das comidas, pois eles adoram uma espécie de tripas de porco, vegetais e variados bolinhos, cozidos num molho de especiarias com odor muito forte, e também o cheiro do arroz (eu enjoo até hoje, ou seja, nunca me adaptei). Mas não se desespere, pois assim como antes, existem excelentes opções de restaurantes com os mais variados tipos de comidas, que irão agradar a todos os paladares e bolsos; inclusive aqui temos até um pequeno restaurante de comida caseira brasileira, o Yes Brasil. Porém ao invés de encontrar o nome ‘Restaurante’ vocês irão se deparar muito mais com a nomenclatura: ‘Estabelecimento de Comidas’.

Nos supermercados foi relativamente fácil, pois existem muitos produtos portugueses e de outros países, contudo o grande problema que persiste até hoje é a indisponibilidade de alguns itens. Se por um lado, é bom que você não fica viciado em determinada marca, por outro você poderá nunca mais achar aquilo que você gostou. Quanto aos preços, são relativamente normais dependendo do que irá comprar; não esquecendo que Macau importa tudo, de mão-de-obra à energia elétrica.

A base da comida dos não expatriados é vegetais, arroz, porco, peixe e galinha, mas tem que ser frescos. Geralmente a carne de porco chega diariamente a Macau através de Zhuhai (única cidade chinesa que faz fronteira com Macau).

É normal o movimento nos mercados logo pela manhã quando abre e após às 16h, lembrando que os mesmos fecham durante o período do almoço (13h às 15h). Uma curiosidade, é que no mercado, na parte de peixaria, irá encontrar peixes vivos se debatendo, porém cortados ao meio, para demostrar que estão frescos. Achamos carnes congeladas também, inclusive carnes brasileiras ( frango, porco e boi). É importante ressaltar que o comércio em geral só abre depois das 11:00 da manhã.

c2a71b89-dd15-46d0-a174-96bdc60ae8e6

Já em relação a moradia, ideia pré-concebida era que só iria achar “apertamentos”, mas eu estava enganada. Os aluguéis são muito caros e não existe lei de controle sobre o mesmo, causando assim uma especulação imobiliária enorme.

Para alugar um apartamento terá que fazer um depósito equivalente a 3 meses do valor, que de acordo com a regulamentação vigente, será de no mínimo 2 anos de contrato. Só para se ter noção de preço, o aluguel de um apartamento de 3 quartos na Taipa (ilha que pertence a Macau), custa em média R$ 5.992,22 (US$ 1,540), isto sem nenhum luxo ou área de playground; daí vocês podem imaginar como é exorbitante o preço de venda.

Depois de muita procura, finalmente achei nosso apartamento e como não quis alugar com móveis, fui comprando aos poucos. Foi engraçado comprar certos itens naquela época, pois não era fácil achar os conjuntos, como por exemplo: um faqueiro completo com colheres “normais”, ou um aparelho de jantar com pratos “à moda ocidental ( pratos de sopa, principal, xícaras).

Leia também: Natal em Macau

Como mencionei num artigo anterior (ver aqui), podemos contratar empregadas domésticas, o salário é considerado baixo para o custo de vida daqui: MOP 2,500 (equivalente a R$ 1.214.98 por mês) mais MOP 500 (R$ 243) para transporte. Os seus direitos são: férias de uma semana, feriados somente os oficiais determinados pelo governo, pois Macau adota feriados de Portugal, China, Hong Kong, além dos seus próprios. Porém a maioria dos estrangeiros pagam a mais, e todos os brasileiros que conhecemos, pagam décimo terceiro e dão férias de um mês. Contudo, apesar de existir uma farta oferta nesta área, não é tão fácil contrata-las, pois é preciso atender há alguns requisitos legais.

O que posso afirmar, é que Macau é uma cidade que mudou muito, mas muito mesmo, apesar de ainda manter determinadas características de 10 anos atrás.

Até a próxima!

Related posts

Liberdade religiosa em Macau

Fernanda Martins

A arquitetura em Macau

Fernanda Martins

Macau, a pérola da China

Fernanda Martins

5 comentários

Sandra Carmelina Maio 7, 2017 at 3:58 pm

Olá. MEU FILHO CONCLUIU O CURSO DE NUTRIÇÃO. COMO UMA DAS CORRENTES ACREDITA QUE A NUTRICAO NASCEU NO ORIENTE, ELE GOSTARIA DE FAZER UMA ESPECIALIZAÇÃO, MESTRADO OU OQUE O VALHA, EM MACAU (ATÉ PELA POSSÍVEL FACILIDADE DI IDIOMA) VOCÊ PODERIA ME DAR UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL? SOBRE AS UNIVERSIDADES OU UM LINK. GRATA.

Resposta
Beatriz Pantojo Janeiro 9, 2018 at 5:58 am

Olá Fernanda,

Me chamo Beatriz, sou Brasileira e moro em Montréal, Canadá.

Vou à Macau agora em Janeiro e gostaria de ter algum contato lá. Se puder entrar em contato comigo agradeço muito. Obrigada!!!

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 9, 2018 at 2:25 pm

Olá Beatriz,
A Fernanda Martins parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Jussara Prado Março 7, 2019 at 4:43 pm

Olá,
Possivelmente estarei me mudando para Macau e gostaria de informações sobre o site oficial do Ministério da Agricultura deles, não consigo achar de maneira alguma informações concretas sobre como viajar com cachorros para lá, poderia me ajudar?

Resposta
Liliane Oliveira Março 9, 2019 at 6:02 pm

Olá Jussara,
A Fernanda Martins parou de colaborar conosco e, infelizmente, não temos outra colunista morando no país.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação