BrasileirasPeloMundo.com
Costa Rica Curiosidades Pelo Mundo

Dez curiosidades sobre a Costa Rica

Dez curiosidades sobre a Costa Rica.

Sempre observei algumas coisas sobre a Costa Rica que acho bem diferentes do Brasil, nesse texto vou dividir com vocês alguns costumes locais.

1-Cerveja com Gelo

Desde que chegamos aqui eu observei as pessoas pedindo gelo para o garçom e colocando na cerveja. Isso me surpreendeu muito e só depois de um tempo é que fui entender o motivo deles: como é muito quente a temperatura, é muito difícil a cerveja ficar gelada, por isso, a única maneira de manter a cerveja gelada é colocando gelo. Eu até provei e não é tão ruim assim. Hoje em dia quando ganho uma cerveja que não está muito gelada, já vou colocando gelo. Os “ticos” (maneira carinhosa de chamar os costa riquenhos) têm o costume de só beber cerveja em copo se colocarem gelo.

2 – Ruas sem nome e casas sem número

Logo que chegamos no país eu não acreditava que isso era possível; não ter nome de rua e nem número nas casa e isso não causar uma confusão. Até hoje fico um pouco perplexa quando entro nesse assunto, mas a realidade é essa. Na Costa Rica não há código postal. Quando chegamos , moramos em uma rua perpendicular à rua principal do centro. Na esquina da rua há uma sorveteria chamada POPs, portanto, aquela rua é chamada de rua POPs e a sorveteria serve como base de localização. Para saber a distância basta medir quantos metros da sorveteria ou de outro estabelecimento conhecido sua casa está. Nós morávamos quase ao final dessa rua, onde havia uma estrada. Nosso endereço era: rua POps, 200 metros da estrada à direita. E assim todo mundo consegue se achar: os carteiros impressionantemente conseguem entregar as encomendas e tudo funciona. O que não funciona muito bem ainda é o serviço de entrega pela internet. Para isso é necessário ter uma caixa postal que é possível se comprar ou dividir com amigos.

Leia também: vistos para morar na Costa Rica

3 – Muitos diminutivos

Os costa riquenhos usam muito o diminutivo das palavras em suas expressões. Chamam casado (o prato típico, leia aqui) de casadito, uma criança, niño em espanhol, de niñito, e esses são apenas alguns dos exemplos. E é exatamente por esse motivo que são conhecidos como “ticos”, pois em espanhol, isso seria o diminutivo do diminutivo. Uma palavra muito usada por eles é o diminutivo do diminutivo de “pouco”: um pouquinho = un poquito e fica um poquitico. Acredito ser uma maneira mais carinhosa de se comunicar, pois que é quase impossível em uma conversa não sair diminutivos!

4 – Sempre bananas

Aqui na Costa Rica se come bananas de tudo que é jeito! Existem tipos diferentes de bananas, mas a variedade é incrível. É possível comer bananas como salgadinho, tipo chips, é possível comer como biscoito, frita, assada, na sopa, na sobremesa, no bolo, no sorvete, até ceviche de banana já encontramos por aqui. Maneiras de comer bananas é o que não falta na Costa Rica – também, com a quantidade de bananeiras que se vê por aqui, já dá para entender que é necessário inventar moda com bananas.

5- Sem exército

A Costa Rica não possui exército desde o ano de 1948, quando o país decidiu pegar essa verba e investir em educação. Com isso, é possível visualizar muitas escolas públicas por aqui. De uma forma geral, as escolas públicas são consideradas boas pelos usuários, algumas delas são bilíngues. Este é um país onde mais de 96% da população é alfabetizada.

6 – Farofada na praia

Ao contrário da maioria das praias no Brasil, aqui na Costa Rica quase não há pessoas vendendo coisas na praia e quase não há estabelecimentos à beira mar, portanto, aos finais de semana, é muito comum as pessoas se deslocarem até as praias e fazerem um piquenique à beira mar. As vezes é muito mais que um piquenique, chega a ser um acampamento e é a coisa mais comum por aqui. O cardápio preferido deles é pão com atum e tortilhas com feijão moído. Normalmente, quando há muitos agrupamentos de pessoas, acabam aparecendo os vendedores de manga verde com limão e sal e ceviche de manga. Eu, particularmente, não gosto muito dessa combinação de manga verde com limão, mas os “ticos” adoram!

Leia também: custo de vida na Costa Rica

7 – Sorvete de gelo

O sorvete tradicional da Costa Rica é chamado granizado. Ele é feito com raspas de gelo em um copo descartável, e em cima é colocado leite condensado, leite em pó e groselha. A maioria dos lugares vende esse sorvete, mas o mais comum são as carrocinhas, igual as de churros do Brasil. É uma bomba calórica, mas tem seu sabor, principalmente na beira da praia com todo o calor do sol.

Granizado - Acervo pessoal
Granizado – Acervo pessoal

8 – Cumprimento “pura vida”

Impossível você vir para Costa Rica e não escutar a expressão “pura vida”. Sim! E eu diria, inclusive, que essa é a expressão mais falada nessa terra. É utilizada como cumprimento de “oi”, “tchau”, “obrigado” e em muitas outras situações. Os costa riquenhos possuem o maior orgulho por utilizar esse lema de vida em seu dia a dia. Esse tema já rendeu um texto exclusivo aqui no BPM, para saber mais sobre PURA VIDA ( leia aqui).

9 – Aniversário de crianças

Os aniversários das crianças aqui na Costa Rica são extremamente diferentes dos aniversários que eu já fui no Brasil. Começando pelas comidas, não se tem a cultura aqui de docinhos e salgadinhos, o que você encontra em um aniversário é comida, sim, pratos como arroz com galinha, feijão com carne e legumes, salsicha e batata frita, em alguns até servem lanches, mas o mais comum é comida independente do horário do aniversário. Em alguns aniversários no Brasil era muito comum o balão surpresa, onde as crianças ficavam embaixo e um adulto furava com agulha e os brinquedos caiam para as crianças pegarem. Temos aqui quase que a mesma tradição, se chama “ Piñata”, a diferença maior é que as crianças precisam acertar o objeto com um pedaço de pau. Quando eu vi pela primeira vez fiquei assustada, pois eram crianças pequenas com um pedaço de pau tentado acertar o balão para estourar, mas pelo que conversei, aqui é muito comum e dificilmente acontece algum acidente. As crianças adoram a hora da “Piñata”. Pesquisando vi que no nordeste do Brasil a tradição também é bem comum e se chama Pinhata.

10- Muitos parques nacionais

Mesmo sendo um país tão pequeno, 26% de todo seu território são reservas e Parques Nacionais. A preservação do meio ambiente é assunto muito importante e muito sério por aqui. Não é a toa que a Costa Rica possui mais de 1250 espécies de borboletas. É graças a essa preservação que é possível conhecer lugares intocados e há animais por todos os lados nesse país “pura vida”!

Related posts

Cinco curiosidades sobre o Minho

Giselle Costa

Os franceses não são antipáticos

Ana Guida

Como é o Natal na Turquia

Juliana Lima

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação