BrasileirasPeloMundo.com
Costa Rica Turismo Pelo Mundo

A Costa Rica é o Caribe da Pura Vida

Quando se escuta a palavra Caribe, na maioria das vezes o que vêm à cabeça de todos é a imagem de um mar azul, transparente, relaxante, um belo resort e luxo. Aquela velha imagem: sentado em uma cadeira à beira da praia, tomando um drink com aquela cor de água clarinha ao fundo. Pois bem, a realidade na Costa Rica não é essa. O luxo aqui dá lugar ao selvagem, ao natural. O Caribe da Costa Rica é realmente um lugar maravilhoso, mas um pouco diferente desse estereótipo que estamos acostumados.

Playa Chiquita – Arquivo Pessoal

A província caribenha na Costa Rica chama-se Limon, também é chamada assim a capital da província de Limon, que é por onde chegamos ao Caribe. Da capital San Jose até a cidade de Limon são 160 Km. A estrada para chegar passa pela serra até o litoral, com paisagens incríveis pelo caminho, mas a rodovia tem tanto trânsito que nem parece que a distância é tão pequena. Limon possui o principal porto do país, fundado em 1870, para exportação de bananas e grãos. A cidade possui mais de 58 mil habitantes e é uma das mais antigas do continente, tendo sido fundada por Cristóvão Colombo em sua expedição pelo “novo mundo”.

Como cidade portuária de um país em desenvolvimento, a cidade não é muito atraente nem limpa, aliando isso aos elevados índices de criminalidade. Comparada a outras cidades do país, nunca me atraiu muito, mas dizem que tem uma movimentada vida noturna e alguns mercados e prédios históricos interessantes.

Não acho muito bonitas nem convidativas para um banho de mar as praias de Limon, por isso, quando vamos ao Caribe, rumamos para o sul. Andando 50 km ao sul de Limon, uma parada obrigatória é ir ao Parque Nacional de Cahuita. Caminhando pela trilha chegamos à bela praia de Cahuita. Outro passeio legal nessa região é visitar o Santuário das Preguiças, um passeio imperdível para os amantes da natureza. Seguindo sul na mesma estrada chegamos na principal região turística do Caribe costarriquenho, Puerto Viejo de Talamanca.

Leia também: comidas típicas da Costa Rica

Puerto Viejo é um vilarejo de alma hippie e espírito boêmio. Essa região teve forte influência da cultura jamaicana quando foram trazidos muitos negros para a construção de uma estrada férrea para escoar o café plantado na região. O espírito jamaicano continua vivo até hoje, seja nos cabelos rastafáris, na cultura inspirada por Bob Marley, no dialeto, ou no cachimbo da paz.

Um lugar simples, com alguns hotéis, restaurantes com comidas típicas bem servidas, além, é claro, de muitos barzinhos tocando reggae, mas nada de muito luxo. A grande maioria das vias dessa região são de terra batida e mesclam-se ao verde da natureza selvagem totalmente exuberante.

A região tem praias para todos os gostos. Para surfar é possível pegar boas ondas na praia de Cocles, que é a mais próxima a Puerto Viejo; areia clara e fofa, o mar um pouco bravo, ideal para o surf. A praia de Puerto Viejo tem uma das ondas mais famosas da Costa Rica, chamada Salsa Brava, fica bem no centrinho, mas só funciona com boas ondulações.

Cocles – Arquivo Pessoal

Para banho de mar a melhor pedida é a praia de Manzanillo, a praia mais ao sul do Caribe da Costa Rica. Quase que na divisa com o Panamá, a praia mais ao sul do Caribe da Costa Rica. Quase que na divisa com o Panamá, a praia acompanha o ritmo com areia clara, mar calmo e transparente e sossego sem fim, é quase umma praia deserta dependendo da época. A Playa Cocles emenda com a Playa Chiquita e termina em seu canto sul na chamada Punta Una ( a 6ks do centro de Puerto Viejo), uma enseada banhada por um mar verde esmeralda e uma natureza exuberante ao seu redor. Além de tranquila e bela, é excelente para nadar. Praia Negra também é uma praia muito boa para se tomar banho, a areia é bem preta e o contraste com o sol fica muito lindo.

Playa Manzanillo- Arquivo Pessoal

A temporada de chuvas no lado do Caribe é oposta ao lado do pacifico, portanto, de maio a novembro é a época de seca e de dezembro a abril é a temporada de chuvas. Para se conhecer bem toda essa região de Puerto Viejo indico pelo menos 3 pernoites por lá.

Ao norte de Limon encontra-se uma das área mais pitorescas da Costa Rica, o Tortuguero, um parque nacional que também empresta o nome ao único vilarejo povoado da região.

Chegar ao Tortuguero é difícil e por sí já é uma bela viagem. Muitas vezes é chamado de a “amazônia da Costa Rica” pela sua vegetação e os canais navegáveis, porém essa é uma “amazônia à beira-mar”.
No local há muitos canais bem estreitos, um convite a um lindo passeio num caiaque, sup ou canoa. Para aqueles sem interesse ou disposição para remar, os locais também oferecem passeio em pequenos barcos, onde é possível, além de ver toda a riqueza da flora e fauna, ouvir fantásticas histórias do povo local e saber mais detalhes sobre seu rico ecossistema.

Leia também: dez curiosidades sobre a Costa Rica

O vilarejo do Tortugueiro é como uma viajem no tempo. Uma pequena faixa de terra entre o rio selvagem e o mar, acessível somente por água ou ar, ali não existem carros ou luxo. Um lugar com um colorido vibrante e uma atmosfera única!

O Caribe da Costa Rica pode não ser aquele destino idílico, da praia de areia branca e mar azul que fotografamos em nossa mentes, mas com certeza possui lugares e belezas únicos, de uma forma diferente, também encantam e nos colocam em contato com uma Costa Rica diferente, mais afro, mais rústica e selvagem, com seus encantos surpreendentes. Vale a pena conhecer!

Related posts

Repensando o turismo e a exploração animal

Ísis Ramos

Feriados na Costa Rica

Lorena Schramm

Dicas para viajar de carro pela Austrália

Juliana Letra

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação