BrasileirasPeloMundo.com
Costa Rica Turismo Pelo Mundo

Ecoturismo na Costa Rica

Ecoturismo na Costa Rica.

Para quem não sabe, a Costa Rica é um dos destinos prediletos dos amantes do ecoturismo. A realidade não poderia ser diferente num país que abrange 5% da biodiversidade existente em todo o mundo. Além disso, 25,58% dele é composto por áreas de conservação e território natural protegido. Neste texto, vou contar para vocês alguns dos melhores passeios de acoturismo que já fiz.

1- Rio Celeste

O Rio Celeste na minha opinião é a paisagem mais incrível que eu já vi! Sabe aquela fotografia com a cor estourada, que fica na cara que colocaram photoshop? Pois é, essa é a sensação que temos quando vemos uma foto deste local. No entanto, quando chegamos lá, constatamos que aquelas cores são a mais pura realidade.

Ele fica localizado ao pé do vulcão Tenório, dentro do Parque Nacional do Vulcão Tenório. O Rio Celeste fica azul em um ponto onde dois afluentes de água clara se fundem, em um ponto chamado “El Teñidor”  (em Português chamamos de Forquilha). Os cientistas possuem várias teorias a respeito de como o Rio Celeste obtém sua cor. Mais recentemente, descobriram que as rochas ao fundo do rio possuem um revestimento mineral que inclui silício, oxigênio e alumínio. É o tamanho destes minerais, bem como o reflexo da luz do sol, que fazem a água ficar com essa cor inexplicável.

O acesso ao parque nacional não é fácil. Para chegar até lá são mais de 20 km em uma estrada de terra (é necessário ter 4 x 4). O valor da entrada do parque é de 16 dólares e é possível alugar botas para épocas com muito barro ou até mesmo para não destruir seus tênis com a lama durante a trilha, que dura em torno de 30 minutos até as escadarias para o Rio Celeste. Depois são mais 15 minutos de caminhada para chegar onde ocorre a fusão das águas, às fontes termais e a uma lagoa azul que tem um cheiro muito forte de enxofre.

Leia também: dez curiosidades sobre a Costa Rica

Rio Celeste - Acervo Pessoal
Rio Celeste – Acervo Pessoal

2 – Parque Nacional Manuel Antonio

O Parque Nacional Manuel Antonio fica localizado no lado do Pacífico a 60km de Jacó, na cidade de Quepos. É um lugar tanto para os amantes de praia quanto para os amantes do ecoturismo. Dentro dele há uma das mais belas praias do país na minha opinião. Também é possível ter contato bem próximo com alguns animais: macacos, veados, bicho preguiça, quatis, tucanos, lagartos e esquilos. O parque também possui algumas trilhas para serem exploradas. O valor da entrada custa 16 dólares para estrangeiros e é necessário levar água e lanches, pois não existe nenhum bar/restaurante por lá. Tenha cuidado com os lanches, caso contrário os quatis e macacos acabam “roubando” sua sacola.

Parque Nacional Manuel Antonio - Acervo Pessoal
Parque Nacional Manuel Antonio – Acervo Pessoal

3 – Cascata do Rio Fortuna

A cascata do Rio Fortuna fica localizada na cidade de La Fortuna de São Carlos. Para chegar até lá é necessário descer 500 degraus de escada pela trilha, mas quando se chega lá em baixo, vem o sentimento de que todo o esforço valeu à pena. Trata-se de uma queda d´água com mais de 65 metros de altura do penhasco de cinzas vulcânicas, permanentemente banhado em névoa e revestido de uma abundante vegetação.

É possível tomar um banho energizante de cachoeira. Durante o percurso também pode-se visualizar em diversos pontos a cascata plena. A entrada do parque custa 14 dólares.

4 – Pontes Colgantes

Na Costa Rica é possível encontrar alguns parques privados com pontes suspensas no meio da floresta, tanto na região de Monteverde quanto na região de La Fortuna de São Carlos. Normalmente, indicamos aos nossos clientes a do Parque Místico Arenal, que fica em La Fortuna de São Carlos, bem próxima ao Vulcão Arenal. A trilha possui 3,2 km e é possível desfrutar da floresta tropical, além das 16 pontes existentes. A mais alta fica a 45 metros de altura, e lá de cima é fácil observar as milhares de espécies que habitam a reserva, árvores, flores, plantas, insetos, mamíferos, répteis, sapos e muitos outros animais que vivem nesse ecossistema. Em diversos pontos do trajeto ainda é possível avistar o Vulcão Arenal e admirar sua beleza junto à floresta que a rodeia. O passeio dura aproximadamente duas horas e é possível contratar um guia que pode apresentar, com ajuda do telescópio, algumas espécies da flora e fauna que não podemos ver a olho nu. A entrada custa 24 dólares.

Leia também: comidas típicas da Costa Rica

5 – Parque Nacional do Vulcão Arenal

Este é o local de onde se pode avistar o vulcão Arenal com maior proximidade. A extensão do parque é de 2.040 Km ².

O vulcão Arenal é o mais cônico da Costa Rica, possui uma altitude de 1670 metros e sua cratera tem 140 metros de diâmetro. É considerado o vulcão mais jovem do país, com 7500 anos. Esteve inativo por mais de 400 anos até 1968, quando entrou novamente em erupção. O Arenal hoje ainda é considerado um vulcão ativo, mas está adormecido desde a sua última erupção em 2010.

O parque possui acomodações como o alojamento do Observatório Arenal, o museu do vulcanismo e uma estação de guarda florestal. A trilha até o ponto mais próximo ao vulcão dura em média uns 40 minutos e é possível contemplar a floresta nos arredores.

Parque Nacional Vulcão Arenal - Acervo pessoal
Parque Nacional Vulcão Arenal – Acervo pessoal

6 – Tirolesas

A Costa Rica é conhecida como o berço da tirolesa. Em qualquer região é possível fazer uma tirolesa com mais ou com menos adrenalina. As tirolesas foram criadas pelos biólogos que costumavam se encarapitar no alto das árvores para observar os animais e as plantas. Eles descobriram que a maneira mais prática de pular de uma árvore para a outra seria dependurando-se em roldanas presas a cabos de aço. Depois de alguns anos, perceberam que aquilo não era só funcional, mas também muito divertido e, assim, surgiram os inúmeros parques de tirolesas no país.

Para quem gosta de muita adrenalina e tem tempo na viagem, indicamos o parque de Monteverde. Para quem quer reunir mais de uma atividade no mesmo local, indicamos os parques de La Fortuna ou de Jacó.

Esses são apenas 6 dos melhores passeios de ecoturismo na Costa Rica. Com certeza há muito mais coisas para relatar sobre esse assunto, tendo em vista que 26% do território do país é preservado e destinado aos parques nacionais. São mais de 100 áreas de preservação ambiental transformadas em refúgio da vida silvestre e ecoturismo, distribuídas em 35 parques nacionais e 8 reservas biológicas. Os outros 47% são matas, selvas e praias.

Quer saber um pouco mais sobre ecoturismo na Costa Rica? Deixe seu comentário abaixo que responderei com o maior prazer. E continue acompanhando meus textos que logo logo escreverei mais dicas de passeios!

Tallenna

Tallenna

Related posts

Vivendo no paraíso: Ilhas Maldivas

Marcela Ito

Lugares para visitar em Praga para quem gosta de Franz Kafka

Isadora Costa

Turistando em Barcelona

Gleice Garcia Santiago

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação