BrasileirasPeloMundo.com
Alemanha

Dicas de passeios nos arredores de Berlim

Dicas de passeio nos arredores de Berlim.

Berlim é, sem dúvida, um lugar que dá pra passar a vida inteira conhecendo. A cidade está em constante movimento e muda permanentemente, com novas possibilidades surgindo a todo momento. Altamente cosmopolita, a capital é conhecida por ter sua própria personalidade, diferenciando-se do resto da Alemanha tanto esteticamente quanto em relação aos costumes e tradições. Por isso, vale a pena explorar além de Berlim e conhecer as cidades menores ao redor. Há muitos lugares lindos que são relativamente perto e que podem ser tranquilamente conhecidas em um bate-volta.

Potsdam

A primeira dica não poderia ser diferente. Potsdam é um município pequeno e lindíssimo, localizado a apenas 30km de Berlim. É a capital do estado de Brandenburgo, já que Berlim é uma cidade-estado. Uma das melhores partes é que é muito fácil de chegar até lá com o transporte público, tanto com o trem regional quanto com S-Bahn. Apesar de pequena, a cidade tem bastante a oferecer. O maravilhoso parque Sanssouci já faz, por si só, a visita valer a pena. Entretanto, os diferentes palácios considerados patrimônios da UNESCO e toda a natureza ao redor deles faz com que Potsdam fique sempre guardada na memória.

Leia também: Seguro saúde na Alemanha

Alguns dos lugares imperdíveis são:

  • Palácio Sanssouci
  • Bairro holandês, carinhosamente chamado de “pequeno Amsterdam” (Holländisches Viertel)
  • Palácio de Babelsberg
  • Palácio Novo
  • Ponte Glienicke, que cruza o lindo rio Havel
  • Palácio de Cecilienhof
  • Portão de Brandenburgo (construído antes do monumento que está em Berlim)
  • Palácio de Charlottenhof

Frankfurt an der Oder & Słubice

Słubice, cidade polonesa na fronteira com a Alemanha

Primeiro de tudo: cuidado pra não confundir o nome com a famosa sede economica da Alemanha, que se chama Frankfurt am Main! Situada a cerca de 80km de Berlim, o município de Frankfurt an der Oder fica na fronteira da Alemanha com a Polônia. Assim como Potsdam, é também de fácil acesso com o trem regional e a viagem dura cerca de uma hora. No entanto, diferente da capital de Brandenburgo, Frankfurt an der Oder não conta com muitos pontos turísticos. Mesmo assim, a cidade é super simpática, universitária e, ainda por cima, dá pra dar um pulo no país vizinho ao apenas atravessar uma ponte (chamada Stadtbrücke). Um passeio pela orla do rio Oder ou andar de bicicleta pela ciclovia fronteiriça (Oder-Neiße-Radweg) são uma boa pedida. A cidade que fica do outro lado desse rio, que divide a Alemanha e Polônia, se chama Słubice – também bem fofa. Muitos alemães cruzam a fronteira para adquirir produtos como cigarro, bebidas alccólicas, comidas e gasolina por um preço bem inferior.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Alemanha

Principais pontos turísticos:

  • Igreja de Santa Maria (Marienkirche)
  • Parque de animais (Wildpark Frankfurt)
  • Prefeitura
  • Comic Brunnen (que conta con um monumento do Romero Britto)
  • Ilha Ziegenwerder
  • Igreja de Santa Gertrude (Sankt-Gertraud-Kirche)

Wittenberg

Apesar de estar em outro estado, chamado de Saxônia-Anhalt, o município de Wittenberg é facilmente acessível em apenas 40 minutos com o trem-bala (ICE) ou cerca de uma hora e meia com o trem regional. Diferente de muitas cidades alemãs, Wittenberg não foi destruída na Segunda Guerra Mundial e, por isso, mantém sua arquitetura original. Além de muito bonita, é cheia de história por todos os lados, principalmente por ser o berço da Reforma Protestante – afinal, foi o ponto de partida dos caminhos percorridos por Lutero. Com diversas igrejas, castelos, jardins e um centro histórico encantador, vale a pena conhecer Wittenberg.

O que visitar:

  • Igreja do Castelo (Schlosskirche)
  • Prefeitura e Mercado Antigo
  • Casa de Lutero (Lutherhaus)
  • Igreja de Santa Maria (Stadtkirche St. Marien)
  • Jardim de Lutero (Luthergarten)
  • Piesteritz
  • Castelo Wörlitz

Leia também: 6 lugares para passar o dia perto de Praga

Leipzig

Altes Rathaus, em Leipzig

A cidade de Leipzig se encontra um pouco mais afastada, no estado chamado de Saxônia. Mesmo assim, a viagem com o trem-bala (ICE) dura pouco mais de uma hora ou cerca de duas horas com o ônibus. Sinceramente, é uma das minhas cidades favoritas na Alemanha. Além de linda, a atmosfera é super alto astral e conta com uma cena alternativa que lembra um pouco de Berlim. Ao mesmo tempo, consegue manter a tradição arquitetônica antiga. Por essas e outras, volto pra lá sempre que posso! Muitos dos pontos principais se encontram de forma bem central e, por isso, dá pra fazer muita coisa a pé. Outro aspecto incrível dessa cidade é o seu caráter revolucionário. Além de ter sido palco de várias manifestações pela reunificação do país no passado, ainda hoje Leipzig conta com uma forte cena militante e antifascista.

Alguns dos atrativos são:

  • Prefeitura Antiga (Altes Rathaus)
  • Igreja de São Nicolau (Nikolaikirche)
  • Igreja de São Tomás (Thomaskirche)
  • Monumento da Batalha das Nações (Völkerschlachtdenkmal)
  • FORUM 1813 (Museu do Völkerschlachtdenkmal)
  • Mädler Passage
  • Kunstkraftwerk Leipzig
  • Karl-Liebknecht-Straße (rua cheia de bares, cafés e restaurantes)
  • Karl-Heine-Kanal
  • Parque Rosental

Dresden

Frauenkirche, em Dresden

Também na Saxônia, há outra cidade incrível não muito longe de Berlim: Dresden. Cerca de duas horas de trem ou ônibus são necessárias para conhecer os encantos da “Pérola do Leste”, como é carinhosamente chamada. Aqui os atrativos são muitos. Dresden é uma cidade maravilhosa, com belezas por todos os lados. Vale a pena desbravar a pé. Além disso, a localização privilegiada (quase na fronteira com a República Tcheca), facilita a vida dos viajantes que tem mais tempo e queiram também dar um pulo em Praga. Infelizmente, o centro histórico de Dresden foi destruído durante a Segunda Guerra e, por isso, teve de ser completamente reconstruído. No entanto, o encanto da cidade segue, apesar do passado, intacto.

Principais pontos turísticos:

  • Palácio Zwinger
  • Ópera Semper
  • Mercado Antigo (Altmarkt)
  • Prefeitura
  • Igreja de Nossa Senhora (Frauenkirche)
  • Mercado Novo (Neumarkt)
  • Fürstenzug
  • Georgentor
  • Palácio Real (Residenzschloss)
  • Catedral da Santíssima Trindade (Hofkirche)
  • Terraço Brühlsche
  • Palácio Japones
  • Palácio de Moritzburg

Related posts

Tudo que você precisa saber para morar na Alemanha

Ann Moeller

De São Paulo para Berlim

Raquel Muniz Barreto

Como levar meu cachorro para a Alemanha

Marcela Vieira

2 comentários

Mah Maio 21, 2018 at 5:20 pm

Ameiiiii o texto Natiii e as dicas todas! Arrasou!Quero muito conhecer todas essas cidades! Bora comigo começar por Postdam nesse verão Berlinense!?🙏💪😂❤😚

Resposta
Nathalia Vitola Maio 29, 2018 at 1:19 pm

Que bom que gostou, Mah! Bota aproveitar o tempo bom sim! 🙂 🙂

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação