BrasileirasPeloMundo.com
Empregos Pelo Mundo Inglaterra Profissões Pelo Mundo - Inglaterra

Dicas para procurar emprego em Cambridge

Dicas para procurar emprego em Cambridge.

Um dos fatores que considerei na hora de avaliar uma possível mudança para o exterior, especificamente para a cidade de Cambridge, foi a possibilidade de me recolocar mais rapidamente na minha área de trabalho. Na época em que me mudei, mesmo não sendo fluente no inglês, eu já conseguia fazer praticamente tudo sozinha, inclusive participar de entrevistas. Felizmente isso foi um diferencial, já que não precisei dedicar muito tempo para aprender o idioma.

Eu trabalhava há mais de 8 anos na área de Recursos Humanos, e o LinkedIn, uma das mais conhecidas redes sociais para negócios, sempre foi o meu melhor amigo. Então, uma das primeiras coisas que fiz, foi procurar informações locais a respeito de minha área profissional. Compartilho aqui algumas dicas que me ajudaram muito no início e espero que possam lhe ajudar também, independente de qual seja a sua área de atuação:

Entenda quais são as diferenças da área de atuação

Esqueça os conhecidos “cargos” (job descriptions) do Brasil. Essa pode ser uma das principais diferenças que existem, e eu demorei um tempo para entender. A nomenclatura utilizada para a maioria dos cargos aqui é totalmente diferente, e você pode perder uma excelente oportunidade por simplesmente achar que o cargo é inferior ou superior a sua experiência. Mas tenha em mente que talvez você tenha que recomeçar com um cargo menor ou até mesmo aceitar uma oportunidade que seja fora da sua área no início.

Faça uma Cover Letter

Ao se candidatar a uma vaga, invista tempo em preparar uma boa Cover Letter, também conhecida como carta de apresentação. O importante é que ela seja preparada baseando-se na vaga e empresa que você está se candidatando, ou seja, evite montar uma cover letter “geral” para todas as candidaturas. Lembre-se que a sua cover letter será a primeira coisa que o Recrutador irá ler, e lá você terá poucos segundos para convencê-lo do porquê seu currículo deve ser lido.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Inglaterra

Currículo de 1 página = MITO (Na Inglaterra)

Lembro que eu sempre me preocupei em deixar o meu currículo o mais sucinto possível, por ouvir de alguns profissionais que “um currículo longo era um currículo não lido”. Aqui isso não existe. Claro que eles não querem receber um currículo de 10 páginas, mas eles apreciam que se mantenha o foco em experiências e conquistas que sejam relevantes à vaga que você está se candidatando. Não há um certo ou errado, mas o que eu percebo é que, dependendo de sua experiência, duas ou três páginas serão o suficiente. Informações como idade, estado civil, se tem filhos ou não, são irrelevantes. Inclua também, o contato de 2 referências profissionais (ou apenas, a frase “References available upon request”).

Se possível, faça uma certificação local

Eu também aprendi aqui que os britânicos dão muito valor a títulos e certificações. Para a área de RH, por exemplo, existe o Chartered Institute of Personnel and Development (CIPD), que é uma associação voltada para os profissionais da área. Funciona similarmente como os Conselhos de profissão no Brasil (CRP, CRM, CREA etc). A diferença é que essas associações também oferecem suas próprias formações, que podem ser equivalentes ao Ensino Médio-Técnico (Level 3), Superior (Level 5) ou Pós-Graduação (Level 7), e isso pode se transformar em uma oportunidade para conhecer pessoas e se manter atualizada enquanto não se recoloca no mercado.

Consultorias de RH / Agências de Emprego

Procure conhecer algumas agências da região. Ligue ou simplesmente envie um email se apresentando. Geralmente o recrutador irá lhe ligar, para entender um pouco da sua experiência e entender que tipo que vaga você está procurando. Qualquer oportunidade que surge, eles ligam novamente, desta vez para lhe explicar sobre a vaga, e geralmente você recebe feedback, independente do resultado. Praticamente todas as entrevistas que eu participei, eu recebi um retorno, mesmo que tenha sido apenas por email, explicando o motivo pelo qual não fui aprovada. Eu levei muitos “Nãos”, e naturalmente você também irá levar. Utilize essa oportunidade de receber um retorno negativo a seu favor: Se prepare para as próximas oportunidades que virão.

Sites como Glassdoor e Indeed são também opções que você poderá enviar o seu CV, gratuitamente, para diversas vagas.

Trabalho Voluntário ou Trabalho Temporário

Como algumas colunistas já mencionaram aqui e aqui, o trabalho voluntário pode se tornar uma oportunidade para melhorar o idioma, fazer amigos ou até mesmo começar a entender como funciona determinada atividade no país. Da mesma forma, considerar um trabalho temporário e/ou por prazo determinado, pode ser mais uma das possíveis maneiras de se recolocar em sua área.

No meu caso, eu sabia que a falta de experiência na legislação trabalhista local poderia ser uma das dificuldades para me recolocar na área de RH. Quando então comecei a avaliar as possibilidades, vi a grande quantidade de vagas temporárias que eram publicadas. Pensei “por que não?”. Então, logo veio uma proposta para trabalhar de forma temporária. Trabalhei nessa empresa por 5 meses e lá tive oportunidade de vivenciar na prática aquilo que eu precisava, e então naturalmente isso me trouxe mais confiança para buscar uma vaga permanente. Logo após finalizar este contrato, aceitei uma proposta para trabalhar com um contrato por prazo determinado (Fixed Term Contract), que era notável o tanto que aprendi (e continuo aprendendo) em tão pouco tempo. Após 6 meses, recebi uma proposta dessa mesma empresa para permanecer no cargo, agora permanentemente.

Não digo que se eu não tivesse aproveitado estas oportunidades, não teria me recolocado. Tenho certeza que teria… porém, talvez não tão rapidamente.

Se permita ter o tempo que você PRECISA

Quando mudamos para outro país, precisamos de tempo para organizar muitas coisas, sejam elas, procurar um local definitivo para morar, escolher a escola para os filhos, abrir conta bancária e por aí vai. Por mais que tinha certa consciência desse processo, eu que sempre trabalhei, foi difícil por um tempo aceitar que precisava desse tempo. Isso fez que a minha pressão “interna” me machucasse algumas (várias) vezes.

Além disso, existia a pressão externa: “Mas você não arrumou emprego ainda?”. Infelizmente não foram poucas as vezes que ouvi essa frase, e este tipo de cobranças sempre existirão. Isso fará você se perguntar muitas vezes se fez a escolha certa, mas lembre-se de que as pessoas não têm conhecimento da sua realidade, e qualquer julgamento é feito com base na realidade delas, não da sua.

Esteja preparada para lidar com sentimentos que você nunca sentiu e lembre-se dos motivos que lhe fizeram mudar para o exterior e daquele propósito que você tinha, que ainda tem e te faz continuar.

Related posts

Dicas Para Alugar Casa em Londres

Aline Pasqualetto

Como retomei a minha carreira na Nova Zelândia

Gabriela Nunes

O que aprendi em cinco anos de Londres

Nathália Braga Bannister

6 comentários

Gabriela Janeiro 9, 2019 at 12:26 pm

Oi Amanda. Obrigada pelo texto. Muito esclarecedor. Queria te fazer duas perguntas (privadas), pode ser? Beijos!

Resposta
Amanda Meneguetti Janeiro 13, 2019 at 5:44 pm

Oi Gabriela, fico feliz em saber te tenha gostado. Claro, me envie um email no [email protected].

Resposta
Zula Março 16, 2019 at 7:55 pm

Ótimo texto Amanda! 😉😀

Resposta
Amanda Meneguetti Março 24, 2019 at 4:39 pm

Obrigada! 🙂

Resposta
Izabel Abril 3, 2019 at 3:48 am

Adorei seu texto Amanda!!! O melhor que li até agora :).
Pretendo me mudar para Cambridge no próximo ano.
Poderia lhe enviar um e mail no privado?
Torcendo por vocês….
Sucesso!
Abs
Izabel

Resposta
Amanda Meneguetti Abril 3, 2019 at 4:49 am

Fico feliz que tenha gostado Izabel. Claro, fique à vontade de enviar um e-mail. Abraços.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação