BrasileirasPeloMundo.com
Croácia

Dicas para viajar de transporte público na Croácia e para a Croácia

Dicas para viajar de transporte público na Croácia e para a Croácia.

Se você está planejando vir pra Croácia, mas está com o orçamento um pouco apertado e pretende se virar por aqui com o transporte público, ou chegar até aqui de trem e ônibus, aqui vão algumas dicas.

Primeiro é preciso deixar bem claro que a Croácia, infelizmente, não é o melhor país para se locomover no estilo mais mochileiro e com transporte público. Isso porque tudo o que envolve o transporte público por aqui é meio complicado e, muitas vezes, não compensa.

Mas não deixe isso te desanimar. É possível, só exige mais planejamento e tempo. Vamos lá! Opções para chegar até a Croácia, vindo de diversas cidades europeias:

Budapeste (Hungria) – Zagreb (Croácia)

É possível de trem e de ônibus.
A viagem de trem é beeem longa. Pode durar cerca de 7 horas ou mais, mas é bem em conta. Vale lembrar que os trens por aqui são bem antigos e não têm lá muita infraestrutura. O trem que eu fiz esse trecho, por exemplo, não tinha vagão lanchonete, ou seja, se eu não tivesse me preparado com lanchinhos e água, eu
teria sofrido bastante.

Além do kit sobrevivência com comida eu incluiria também um kit entretenimento. Bons livros e revistas, ou um tablet bem carregado pra você dar conta das 7 horas ou mais de viagem. Em alguns trechos é bonito olhar pela janela, mas vamos combinar que depois de algumas horas até mesmo as paisagens cansam um pouco.

Atenção – Não deixe os passaportes e documentos dentro da mala! Como há troca de países na fronteira entre Croácia e Hungria haverá o controle de passaportes, então tenha tudo sempre à mão. Vistos para brasileiros ficando no país até 90 dias não são necessários.

Outra opção para esse trecho são os ônibus. De fato eles são mais rápidos, com bem menos paradas e são bem em conta, também. A empresa mais conhecida é a FlixBus  (a Ryanair dos ônibus na Europa) que faz esse trecho a partir de 17 euros por pessoa.

Outras opções para esse trecho são o aluguel de carro e, claro, transfers privativos com guia-motorista em português e inglês.

Leia também: vistos para morar na Croácia

Ljubljana (Eslovênia) – Zagreb (Croácia)

Também é possível de trem e de ônibus. A viagem de trem dura cerca de 3 horas e os tickets são a partir de 9 euros. Mais informações na página oficial  Hzzp. De ônibus também é possível. A Flixbus oferece o trecho Zagreb – Ljubljana a partir de 9 euros. O trecho dura cerca de 2h30.

Outras opções de trem chegando em Zagreb:

Trieste (Itália) – Ljubljana (Eslovênia) – Zagreb (Croácia)

A partir de 18 euros. Mais informações na página oficial: Hzzp

Zurique (Suíça) – Zagreb (Croácia):
Vagão com bancos a partir de 39€ *
Vagão com beliches (para dormir, só a cama) a partir de 59€ *
Vagão cabine (para dormir, privativo) a partir de 79€ *
* número limitado de lugares, precisa de reserva com antecedência
Mais informações aqui.

Munique (Alemanha) – Zagreb (Croácia):
Vagão com bancos a partir de 39€ *
Vagão com beliches (para dormir, só a cama) a partir de 59€ *
Vagão cabine (para dormir, privativo) a partir de 79€ *
* número limitado de lugares, precisa de reserva com antecedência
Mais informações aqui. 

Transporte público na Croácia

Bom, já deu pra perceber que existem algumas opções bem em conta para chegar até a Croácia, se você tiver bastante tempo e não tiver um roteiro corrido. Agora, dentro da Croácia se locomover com transporte público é um pouco diferente.

Como já expliquei os trens aqui não são muito modernos, o que significa que, infelizmente, eles são lentos, isso quando há a opção de ir de trem.

Considerando as cidades turísticas mais conhecidas no país é possível fazer:

  • Zagreb – Opatija/Matulj: a partir de 16 euros. Aproximadamente 6h de viagem.
  • Zagreb – Pula (na Ístria): a partir de 21 euros. Aproximadamente 6h40 de viagem.
  • Zagreb – Split (na Dalmácia): a partir de 27 euros. Aproximadamente 6h de viagem.
  • Zagreb – Sibenik (na Dalmácia): a partir de 25 euros. Aproximadamente 7h de viagem.

Lembrando sempre de levar consigo um kit sobrevivência com comida/bebida e entretenimento. Banheiros estão disponíveis no trem, gratuitamente, mas daquele jeito, pra uma emergência ou no momento de necessidade. Eles não são o lugar mais limpo e bacana do mundo. Recomendo, também, um pacote de lencinho por precaução de não ter no local – o que acontece com certa frequência.

Com relação aos ônibus, eles também são uma opção, mas, de novo, demoram bastante porque geralmente fazem aquele estilo de viagem “pinga-pinga”, parando em muuuitas estações. Para as bagagens, geralmente paga-se uma taxa de mais ou menos um euro por bagagem, se você quiser colocar a mala no compartimento debaixo do ônibus.

Leia também: o que se come na Croácia

Sobre sanitários, alguns têm e outros não, mas quando não há no próprio ônibus, os motoristas costumam parar nas rodoviárias por alguns minutos para que os passageiros possam esticar as pernas e usar o WC.

Então, é aquilo, de ônibus na Croácia você vai chegar ao seu destino final, mas é possível que demore
mais do que você gostaria.

  • Zagreb – Zadar: a partir de 12 euros, aproximadamente 4 horas de viagem. (De carro, aproximadamente 3 horas)
  • Zagreb – Split: a partir de 14 euros, aproximadamente 7 horas de viagem. (De carro, aproximadamente 4 horas)
  • Zagreb – Dubrovnik: a partir de 16 euros, aproximadamente 11 horas de viagem. (De carro, aproximadamente 6 horas)
  • Zadar – Split: a partir de 10 euros, aproximadamente 3 horas de viagem. (De carro, aproximadamente 2 horas)
  • Zadar – Dubrovnik: a partir de 25 euros, aproximadamente 7 horas de viagem. (De carro, aproximadamente 4 horas)
  • Split – Dubrovnik: a partir de 17 euros, aproximadamente 4 horas de viagem. (De carro, aproximadamente 3 horas)

Vantagens: preços bem acessíveis.
Desvantagens: muito tempo perdido e desconforto.

Maiores desafios: comprar os tickets sozinho nos guichês. É preciso admitir que o pessoal que trabalha tanto na estação de trem quanto na de ônibus, não são as pessoas mais felizes e simpáticas do mundo. Já vi muito turista sofrer pra pedir informação e conseguir comprar os tickets com eles. Não pense que é nada pessoal, eles são assim com os locais, também! Por isso, tente pesquisar bem online antes pra chegar lá já bem decidido e sabendo o que quer.

Considerando as informações acima dá pra entender que é possível, sim, viajar pela Croácia de transporte público, mas só vale mesmo a pena se você tiver um orçamento baixo e bastante tempo livre, porque o tempo que se perde às vezes não compensa pelo valor que se paga.

Afinal, muita gente tem pouco tempo de férias e não quer passar a maior parte do tempo em trens e ônibus desconfortáveis.

Related posts

Casamentos na Croácia

Marília Oliveira

O que se come na Croácia?

Renata Ferrari Pegoretti

Bolsa de estudos para aprender a língua croata

Nathália Nascimento

2 comentários

Maria Silvia Fevereiro 26, 2019 at 4:57 pm

Visitei a Croácia em outubro de 2018, amei!Usamos os serviços da Marzito capitaneadas pela Marilia. Foi muito bom não só pela comunicação em português mas também pela atenção ,delicadeza em todos os detalhes e pela cultura geral da nossa guia.

Resposta
Marília Oliveira Fevereiro 28, 2019 at 11:06 am

Querida Maria Silvia, foi um prazer receber vocês!! Espero que voltem logo!
Beijos

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação