BrasileirasPeloMundo.com
Dubai Empregos Pelo Mundo

Emprego em Dubai

Como é de conhecimento de todos, a atual situação econômica do Brasil vem causando muita preocupação à população, seja aos que possuem um emprego, ou aos empresários. E esse cenário incerto causa um certo pânico fazendo com que muitas pessoas busquem alternativas, considerando, inclusive, uma mudança de país. E Dubai, por ser um lugar seguro, isento de impostos e com muitas oportunidades de emprego, acaba atraindo olhares e interesses. O problema é que muitas pessoas acabam se aventurando e vindo para Dubai em busca de uma oportunidade e acabam voltando sem trabalho, sem dinheiro e com dívidas. Então como arrumar emprego em Dubai, você se pergunta.

Dentre várias questões que você deve levar em consideração, a primeira é que você deve falar inglês!! Isso não é negociável. Aqui ninguém fala português ou “portunhol”. A comunicação é exclusivamente em inglês, apesar da língua oficial ser o árabe. Por isso, antes de pensar em deixar o seu país, tenha certeza de que você está apto a se comunicar em inglês. Lembre-se de que você estará concorrendo a uma vaga com diferentes nacionalidades, inclusive com americanos e ingleses.

Outro ponto a pensar é que, tentar vir a Dubai e procurar por um emprego enquanto está sob o visto de turista, pode lhe custar muito dinheiro. Hotel, alimentação, passagens, tudo isso é muito caro. Muito caro! A tentação em trabalhar, mesmo que de maneira informal, pode lhe gerar muita dor de cabeça. E aqui vale ressaltar de que você não pode trabalhar enquanto está com o visto de turista. Isso é ilegal e você corre o risco de receber uma multa e ser deportado do país.

Para trabalhar em Dubai, você necessita de um “sponsor”, ou seja “alguém” que será responsável por você, um patrocinador. Na maioria dos casos, as empresas acabam sendo os responsáveis pelo visto de trabalho que, normalmente, tem validade de 3 anos, podendo ser renovado. Desta forma, a melhor maneira de trabalhar aqui, é já sair do seu país empregado, através de um processo de expatriação, com contrato de trabalho local homologado pelo Ministério do Trabalho de Dubai.

Uma forma de buscar emprego em Dubai é através dos vários sites disponíveis na internet. Você deve se cadastrar e se candidatar aos cargos referentes à sua experiência. Dentre os sites mais populares, estão:

Lembrando, mais uma vez, que todos os sites estão no idioma inglês e você deverá efetuar o cadastro também na língua inglesa. Acima citei apenas alguns, mas a lista não para por aí. Você poderá achar muitas outras opções na internet.

Uma vez cadastrado e contatado, você deverá estar atento que a legislação trabalhista é totalmente diferente do Brasil, assim como os deveres, obrigações e direitos. Por isso, não espere pelo mesmo. Dentre as diferenças, as que mais me chamam a atenção é que aqui a licença maternidade é de 45 dias (isso é o previsto por lei, mas algumas empresas podem conceder um período maior); não existe sindicato de categoria; e o final de semana é sexta-feira e sábado (domingo é dia normal de trabalho). Por isso, procure se inteirar de seus direitos e obrigações antes de assinar qualquer contrato. Você poderá checar a legislação trabalhista, na íntegra, através do link UAE.

Outra questão é: fique atento ao salário e pacote de benefícios. Assim como no Brasil, uma vez negociado e assinado, não tem como questionar o que foi acordado. Assegure-se de ler e compreender seu contrato de trabalho; verifique o valor do salário mensal, que poderá ser pago na moeda local ou não, como alguns expatriados que recebem parte de seus salários em seus países de origem; férias anuais; seguro médico; ajuda com o visto e passagem de volta ao seu país de origem no final do contrato. Alguns outros benefícios poderão ser negociados, como, ajuda com a recolocação, acomodação, transporte ou carro, passagens anuais para seu país de origem, celular, ajuda com escola, entre outros. Não necessariamente um empregador irá lhe prover todos os benefícios, mas não tenha medo de perguntar e negociar.

Uma informação importante para você que é profissional liberal, como, por exemplo, da área da saúde: você deverá prestar um exame para receber a autorização de trabalho da Autoridade de Saúde de Dubai, assim como comprovar seus diplomas e pagar por uma taxa de inscrição. Para maiores informações cheque o site aqui.

E para as mulheres (legalmente casadas) que estão acompanhando seus maridos no processo de expatriação e que gostariam de trabalhar, a legislação prevê que o marido poderá ser o seu “sponsor”. Desta forma, assim que você arrumar um emprego, basta que seu “sponsor” lhe conceda a permissão de trabalho, mais conhecida como NOC (No Objection Certificate), uma carta que será entregue à empresa, e esta providenciará o seu cartão de trabalho (labour card).

Sem dúvida alguma, trabalhar fora do seu país de origem lhe proporcionará uma grande experiência profissional, contudo, você precisa estar preparado para lidar com todas as diferenças culturais e legais, além das burocracias. Preparado? Então boa sorte em sua nova jornada profissional!

Related posts

Enfermeira brasileira pode trabalhar na Inglaterra?

Manuella Azzari

Emprego e entrevistas informacionais no Canadá

Ana Luíza Aranha

Mercado de trabalho para estrangeiros na Holanda

Cintia Beatrice

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação