BrasileirasPeloMundo.com
Dubai Natal Pelo Mundo

Natal em Dubai

Papai Noel, árvore de Natal, bolinhas coloridas, luzes piscando, panetone, peru assado e presentes: tudo isso faz muito sentido para mim nessa época do ano. Eu venho de uma família em que celebrar o Natal é algo muito importante, um momento de reflexão, de agradecimento, reunião familiar e muita emotividade. Mas como seria o Natal em Dubai? Essa foi umas das perguntas que me fiz quando para cá me mudei.

Os muçulmanos apenas celebram duas festas religiosas, o Eid Al Fitr, que é a comemoração após o término do mês de jejum (Ramadã) e o Eid Al Adha, conhecida como a “festa do sacrifício”, onde se comemora a obediência do profeta Abraão a Deus, quando ele o testou pedindo que sacrificasse seu filho Ismael. Assim, o Natal nada significa no mundo árabe. Mas, apesar de não celebrarem o Natal, eles o respeitam, pois acreditam que Jesus foi um grande profeta de Deus. Desta forma, em Dubai, percebo que existe uma relação de respeito com a data, mas ela não é considerada sagrada para o credo dos que aqui vivem.

Para os cristãos, essa data comemorativa simboliza o nascimento de Jesus Cristo, mas para os países islâmicos, a maior relevância se dá ao profeta Maomé, que teria vivido entre os anos 570 e 632 d.C. No entanto, como o calendário islâmico é lunar, a data de comemoração do nascimento do profeta Maomé pode ocorrer entre os dias 11 e 13 de dezembro, variando de país para país islâmico. Nos Emirados Árabes, a data celebrada é 11 de dezembro. Porém, não existe uma “festa” como os cristãos fazem para celebrar o nascimento de Jesus.

Mas a globalização possui um poder incrível e está derrubando barreiras culturais. Assim como os brasileiros começam a celebrar o Halloween no dia 31 de outubro, o comércio em Dubai também não deixa o Natal passar em branco. Aqui achamos de tudo para decorar a nossa casa: árvore de Natal, bolinhas coloridas, Papai Noel, guirlandas, luzes piscantes, presépio, anjos, enfim, tudo para que você possa enfeitar muito bem a sua casa. Além disso, também encontramos panetones, castanhas, peru, bolinha de tender e outras comidinhas típicas. Também estão disponíveis CDs com músicas natalinas, para que a noite seja a mais típica possível.

Além do que estamos acostumados no Brasil, ainda há a influência de outras culturas, como, por exemplo, a americana e a europeia. Quero dizer que, com isso, o nosso Natal ganha um sabor especial. Temos as couves de Bruxelas, molho de cranberry, produtos de decoração que te fazem imaginar que você está num país muito frio; são mantas vermelhas, almofadas de veludo, canecas com a imagem do papai Noel para tomar um chocolate quente, além de soldadinhos de chumbo, esquilos e outros tantos enfeites de ficar de boca aberta.

Cranberry
Cranberry

E por falar em enfeites, fiquei muito impressionada e surpresa ao ver que existem lindos enfeites para pendurar na árvore de Natal que lembram a cidade de Dubai, ocmo por exemplo camelinhos, bolinhas com a imagem do Burj Al Arab (o hotel que parece um barco a vela), a palmeira (aquela ilha artificial), a garrafa de café árabe… Enfim, parece que Dubai realmente está muito aberta para receber outras culturas e, mais do que isso, respeitá-las.

Passear nos shoppings pode ser um delicioso programa nesta época do ano, pois muitas lojas estão decoradas e isso faz com que você tenha a sensação de que o Natal realmente está sendo celebrado. Além disso, o próprio shopping faz uma decoração e até apresentações de dança.

Apesar de o dia 25 de dezembro não ser considerado feriado em Dubai, muitos expatriados acabam não trabalhando neste dia. Muitas famílias aproveitam para sair de férias nessa época do ano e voltam aos seus países de origem. Os que por aqui permanecem, procuram se organizar em grupos para celebrarem a data.

Mas para os que ficam e não deixam o Natal passar em branco, preparem o bolso. Como tudo em Dubai, decorar a casa e fazer as comidas típicas pode lhe custar muito. Alguns exemplos: um panetone italiano custa em torno de 100 reais. Um enfeite para pendurar na árvore custará entre 30 e 50 reais. As guirlandas, em torno de 300 reais. O quilo do peru, por volta de 50 reais e o quilo das castanhas portuguesas, 65 reais.

Peru assado com couves de Bruxelas
Peru assado com couves de Bruxelas

Como tudo em Dubai é grandioso, mesmo sendo uma cidade que não celebra o Natal, eles capricham para os que celebram. A cidade oferece uma programação especial durante o mês de dezembro. Existem muitas atividades para as famílias e para as crianças. Por exemplo o “Dubai Winter Festival”, onde você pode participar de workshops, comer comidas típicas, assistir a shows de música, visitar o Papai Noel, patinar no gelo, entre muitas outras atividades. Em 2016, esse festival acontece de 8 a 10 de dezembro, com entradas a partir de 50 reais. Outro evento é o “Souk Festive Market”, que acontece de 17 a 27 de dezembro e onde você poderá comer castanhas portuguesas, biscoitos de gengibre, comidas típicas natalinas e admirar uma gigante árvore de Natal e sua linda decoração, passear de trem, entregar a cartinha para o papai Noel e muito mais.

Com tudo isso, fica mais fácil passar o Natal no mundo árabe, onde você pode encontrar de tudo um pouco e com uma pitada a mais. A diversidade e o respeito caminhando juntos, assim será o Natal em Dubai!

Feliz Natal!

Leia mais sobre Natal Pelo Mundo

Related posts

Cinco curiosidades sobre Dubai

Juliana Bordião

Natal na Irlanda

Luciana Damasceno

Natal no Chile

Joy Matta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação