BrasileirasPeloMundo.com
Dubai Natal Pelo Mundo

Natal em Dubai

Papai Noel, árvore de Natal, bolinhas coloridas, luzes piscando, panetone, peru assado e presentes: tudo isso faz muito sentido para mim nessa época do ano. Eu venho de uma família em que celebrar o Natal é algo muito importante, um momento de reflexão, de agradecimento, reunião familiar e muita emotividade. Mas como seria o Natal em Dubai? Essa foi umas das perguntas que me fiz quando para cá me mudei.

Os muçulmanos apenas celebram duas festas religiosas, o Eid Al Fitr, que é a comemoração após o término do mês de jejum (Ramadã) e o Eid Al Adha, conhecida como a “festa do sacrifício”, onde se comemora a obediência do profeta Abraão a Deus, quando ele o testou pedindo que sacrificasse seu filho Ismael. Assim, o Natal nada significa no mundo árabe. Mas, apesar de não celebrarem o Natal, eles o respeitam, pois acreditam que Jesus foi um grande profeta de Deus. Desta forma, em Dubai, percebo que existe uma relação de respeito com a data, mas ela não é considerada sagrada para o credo dos que aqui vivem.

Para os cristãos, essa data comemorativa simboliza o nascimento de Jesus Cristo, mas para os países islâmicos, a maior relevância se dá ao profeta Maomé, que teria vivido entre os anos 570 e 632 d.C. No entanto, como o calendário islâmico é lunar, a data de comemoração do nascimento do profeta Maomé pode ocorrer entre os dias 11 e 13 de dezembro, variando de país para país islâmico. Nos Emirados Árabes, a data celebrada é 11 de dezembro. Porém, não existe uma “festa” como os cristãos fazem para celebrar o nascimento de Jesus.

Mas a globalização possui um poder incrível e está derrubando barreiras culturais. Assim como os brasileiros começam a celebrar o Halloween no dia 31 de outubro, o comércio em Dubai também não deixa o Natal passar em branco. Aqui achamos de tudo para decorar a nossa casa: árvore de Natal, bolinhas coloridas, Papai Noel, guirlandas, luzes piscantes, presépio, anjos, enfim, tudo para que você possa enfeitar muito bem a sua casa. Além disso, também encontramos panetones, castanhas, peru, bolinha de tender e outras comidinhas típicas. Também estão disponíveis CDs com músicas natalinas, para que a noite seja a mais típica possível.

Além do que estamos acostumados no Brasil, ainda há a influência de outras culturas, como, por exemplo, a americana e a europeia. Quero dizer que, com isso, o nosso Natal ganha um sabor especial. Temos as couves de Bruxelas, molho de cranberry, produtos de decoração que te fazem imaginar que você está num país muito frio; são mantas vermelhas, almofadas de veludo, canecas com a imagem do papai Noel para tomar um chocolate quente, além de soldadinhos de chumbo, esquilos e outros tantos enfeites de ficar de boca aberta.

Cranberry
Cranberry

E por falar em enfeites, fiquei muito impressionada e surpresa ao ver que existem lindos enfeites para pendurar na árvore de Natal que lembram a cidade de Dubai, ocmo por exemplo camelinhos, bolinhas com a imagem do Burj Al Arab (o hotel que parece um barco a vela), a palmeira (aquela ilha artificial), a garrafa de café árabe… Enfim, parece que Dubai realmente está muito aberta para receber outras culturas e, mais do que isso, respeitá-las.

Passear nos shoppings pode ser um delicioso programa nesta época do ano, pois muitas lojas estão decoradas e isso faz com que você tenha a sensação de que o Natal realmente está sendo celebrado. Além disso, o próprio shopping faz uma decoração e até apresentações de dança.

Apesar de o dia 25 de dezembro não ser considerado feriado em Dubai, muitos expatriados acabam não trabalhando neste dia. Muitas famílias aproveitam para sair de férias nessa época do ano e voltam aos seus países de origem. Os que por aqui permanecem, procuram se organizar em grupos para celebrarem a data.

Mas para os que ficam e não deixam o Natal passar em branco, preparem o bolso. Como tudo em Dubai, decorar a casa e fazer as comidas típicas pode lhe custar muito. Alguns exemplos: um panetone italiano custa em torno de 100 reais. Um enfeite para pendurar na árvore custará entre 30 e 50 reais. As guirlandas, em torno de 300 reais. O quilo do peru, por volta de 50 reais e o quilo das castanhas portuguesas, 65 reais.

Peru assado com couves de Bruxelas
Peru assado com couves de Bruxelas

Como tudo em Dubai é grandioso, mesmo sendo uma cidade que não celebra o Natal, eles capricham para os que celebram. A cidade oferece uma programação especial durante o mês de dezembro. Existem muitas atividades para as famílias e para as crianças. Por exemplo o “Dubai Winter Festival”, onde você pode participar de workshops, comer comidas típicas, assistir a shows de música, visitar o Papai Noel, patinar no gelo, entre muitas outras atividades. Em 2016, esse festival acontece de 8 a 10 de dezembro, com entradas a partir de 50 reais. Outro evento é o “Souk Festive Market”, que acontece de 17 a 27 de dezembro e onde você poderá comer castanhas portuguesas, biscoitos de gengibre, comidas típicas natalinas e admirar uma gigante árvore de Natal e sua linda decoração, passear de trem, entregar a cartinha para o papai Noel e muito mais.

Com tudo isso, fica mais fácil passar o Natal no mundo árabe, onde você pode encontrar de tudo um pouco e com uma pitada a mais. A diversidade e o respeito caminhando juntos, assim será o Natal em Dubai!

Feliz Natal!

Leia mais sobre Natal Pelo Mundo

Related posts

Arábia Saudita – Mercado de Trabalho no Oriente Médio

Carla Ferreira

Mercado de Natal em Sibiu, Romênia

Cristina Hélcias

Sinterklaus e Natal na Indonésia

Gisele Altoé

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação