BrasileirasPeloMundo.com
Empregos Pelo Mundo Nova Zelândia

Empregos para profissionais de TI na Nova Zelândia

Quando eu trabalhava com RH no Brasil, sempre pensava em como os profissionais de engenharia tinham opções de trabalho e recebiam um salário bem interessante, quando comparado com recém formados ou profissionais experientes de outras formações. Mas agora, morando na Nova Zelândia há quase 7 anos, estou repensando as profissões mais promissoras e tenha percebido que há vários empregos para profissionais de TI na Nova Zelândia.

Todas as profissões têm seu lugar, e claro que o mundo precisa de muito engenheiros, psicólogas, professores e muitos outros profissionais talentosos, entretanto, acredito que seja uma tendência mundial a necessidade de profissionais de TI no mercado, principalmente porque, a cada dia, mais vemos que a tecnologia está super presente em tudo o que fazemos. Desde compras e pagamentos pela internet, até babá eletrônica para nossos filhos, vemos a tecnologia em todos os lugares e praticamente todas as horas; por isso, hoje acho que uma das profissões mais versáteis sejam relacionadas à Tecnologia da Informação, TI no Brasil, “IT” para os países de língua inglesa.

Mesmo sendo um país relativamente pequeno, com aproximadamente 4,5 milhões de pessoas, acredito que, ao visitar a Nova Zelândia, você também perceberá que  a Tecnologia está por toda a parte: de escolas onde o Wi-Fi é disponível em todas as salas e os alunos têm um tablet ao invés de um livro ao Wi-Fi nos ônibus – além de toda a transformação que vem ocorrendo até mesmo nos relacionamentos, pois, afinal de contas, quem não conhece alguém que encontrou um outro alguém pelo Tinder?

Bem, acho que está ficando claro que a Nova Zelândia, apesar de estar longe geograficamente, não escapou destas tendências. Umas das profissões que está na lista de demanda do país é a relacionada à tecnologia. Veja aqui o link para profissões da lista de demanda na Nova Zelândia, se a sua estiver na lista de demanda, fica ainda mais fácil mudar de forma mais definitiva, ou até mesmo se planejar para obter permissão de residência na Nova Zelândia no futuro.

Se você é um profissional de TI e acredita que a Nova Zelândia pode ser para você, veja minhas dicas abaixo:

Primeiro, confira seu nível de inglês, você pode acessar este link e fazer este teste gratuitamente.

Depois de checar como está seu inglês, se você estiver satisfeito com o resultado, pode ir para o passo seguinte. Caso seu nível não esteja adequado, a opção é estudar um pouco mais. Neste caso, você pode optar por estudar no país em que está, ou estudar já por aqui na Nova Zelândia. A vantagem é que, se você estudar na NZ, em uma escola categoria 1, curso “full time” (integral) por pelo menos 14 semanas, terá permissão para trabalhar “part time” (em turnos, 20 horas) por semana, no seu visto.

Assim, além de melhorar seu inglês mais rápido – já que seu contato será bem maior e terá mais horas aulas -, você pode usar esta oportunidade para conhecer o país, se adaptar ao clima, à comida e também se candidatar a vagas de trabalho, já que terá permissão legal para trabalhar.

Se você está seguro com seu inglês, pode candidatar-se para vagas de trabalho do seu país, porém, minha experiência como Coordenadora de RH na Nova Zelândia me ensinou que os Kiwis são bem preocupados com o risco envolvido ao contratarem um estrangeiro que não conhece o país,  já que a empresa tem uma série de responsabilidades com este profissional e não é um processo tão simples assim perante à imigração.

Se quiser saber um pouco mais sobre isso, assista ao nosso vídeo, onde comentamos sobre essas questões.

Se você está estudando na Nova Zelândia ou tem interesse em trabalhar, ficará feliz em saber que na capital da Nova Zelândia, é muito difícil que o número de oportunidades em TI seja menor que 500 vagas disponíveis!

Se você assistiu ao nosso vídeo e tem interesse em uma opção onde não dependeria de um “sponsor” (a empresa ser seu patrocinador perante à imigração), outro caminho seria fazer um curso de longa duração com a opção de “Open Work Visa”, o visto aberto de trabalho.

Esse visto o deixaria livre para trabalhar em qualquer empresa sem a necessidade de nenhuma burocracia perante à imigração, assim o empregador tem mais um motivo para lhe dar uma chance.

Recentemente temos visto várias famílias procurarem por oportunidades na terra dos Kiwis e é sempre bom lembrar que se você tem família, um dos membros do casal pode estudar deixando o outro com este visto de trabalho aberto por 2 anos ou mais.

Leia aqui meu artigo anterior sobre opções interessantes para famílias.

Se você não é desta área, não fique chateado se tiver interesse em se profissionalizar nela. A Nova Zelândia também tem opções para você, como diversos cursos em TI com possibilidades de trabalho durante e ao concluir o curso.

De acordo com o Absolute IT, Remuneration Report (o relatório de remuneração absoluta – tradução livre) de fevereiro de 2016, se você é um desenvolvedor de software, por exemplo, com alguma experiência, poderia receber entre $ 58,000.00 a $ 80,000.00 NZD por ano, equivalentes a R$ 139.000,00 á R$ 192.800,00 anuais. Se você for um profissional experiente, entre $ 80,000.00 a $ 110,000.00 NZD por ano, equivalentes a R$192.800,00 á R$265.100,00.

Já para arquitetos de Tecnologia da Informação, os valores podem ser entre $112,000.00 até $160,000.00NZD por ano, equivalentes a R$269.920,00 a R$385.600,00 anuais.

Bem, as remunerações são bem convidativas, não é mesmo? Então, se você está buscando uma vida com muita qualidade, trabalho balanceado, segurança e remuneração justa… a Oceania está a sua espera!

Related posts

Trabalhar como Au Pair na China

Thais Maciel

Alguns certificados necessários para trabalhar na Austrália

Lívia Campos

Como escolher escola de inglês na Nova Zelândia

Rosana Melo

7 comentários

Klycia moraes Fevereiro 1, 2017 at 2:20 am

O que te fez imigrar pra Nova Zelândia?
Estamos pensando em ir também mas ainda não estou decidida.
Primeira opção era Canadá,meu esposo é técnico de informática mas em relação a NZ ainda estou meio insegura por ser isolado demais e por não ter oportunidade real de emprego por ser um país pequeno.
Me ajude relatando o que te motivou a trocar o Brasil pela Nova Zelândia. Grata klycia.

Resposta
Roberta Crossley Fevereiro 1, 2017 at 10:57 am

Oi Klycia,

Eu acabei ficando na NZ pelo resultado das minhas escolhas, é um país pequeno quando comparamos com o tamanho do Brasil e a população, mas a estrutura é fantástica, você realmente tem tudo o que precisa sem pagar nada a mais por isso (como segurança, saúde, escolas…). Sobre oportunidade de emprego, leia este artigo sobre possibilidades de trabalho em TI, talvez ajude http://www.brasileiraspelomundo.com/nova-zelandia-profissional-de-ti-seu-futuro-pode-ser-aqui-091944520 Abraço!

Resposta
Henrique Maio 8, 2017 at 7:22 pm

Oi Roberta,

Estou pretendendo ir para a Nova Zelândia fazer o curso de inglês e tentar conseguir um emprego para pagar um curso técnico ai, o curso técnico de TI é muito caro ai ou consegue achar uma escola com preço acessível? Se tiver e poder poderia me indicar alguma escola?

Muito Obrigado Desde já

Resposta
Edmar Cunha Maio 22, 2017 at 3:48 pm

Olá Roberta,

Estou me planejando para ir a NZ estudar inglês e tentar uma vaga na área de TI. Sou técnico de informática e estou concluindo a graduação. Aqui no Brasil uma grande dificuldade é o primeiro emprego na nossa área (justamente por não termos experiência é bem difícil), Queria saber se na NZ também existe essa dificuldade, porque como o tempo é limitado (visto) pode acabar dificultando um pouco né ou por ser uma área com bastante demanda de profissionais é mais “fácil” conseguir essa primeira vaga.
Obrigado e parabéns pelo artigo !

Resposta
Rodrigo Julho 24, 2017 at 11:14 pm

Só um detalhe, aqui na NZ não tem sponsor como na Australia. Ela dá job offer e baseado nisso quem decide o visto é a imigração. Diferentemente na Australia, a empresa fornece o suporte para o visto e é responsável por isso.

Resposta
Gileao Rocha Janeiro 23, 2018 at 6:34 pm

Olá Roberta, primeiramente parabéns pelo blog, adoro a maneira simples e clara de como os temas são abordados. Tenho procurado a algum tempo relatos de profissionais que trabalham com Recurso Humanos na NZ, já que para meros mortais como nós sem a amada profissão nas listas de demanda do país haha. Pergunta: a nossa área (RH) tem uma boa aceitação por ai? Tenho vontade de estudar algo relacionado ai e continuar na área, mas achei o preço dos cursos devera caros, todos da faixa dos 18~35 mil doletas. Sucesso e feliz 2018!

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 24, 2018 at 2:09 pm

Olá Gileao,
A Roberta Crossley parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Nova Zelândia que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação