BrasileirasPeloMundo.com
Colômbia Festas Infantis pelo Mundo

Festas infantis na Colômbia

Na verdade, este tema de festas infantis ainda não está muito presente na minha vida, pois não tenho filhos. Tudo surgiu com uma amiga que está montando um negócio no Brasil, chamado Brincateca. Um dos objetivos da Brincateca é ajudar a montar uma festa na sua casa com brinquedos sem pilha, sem eletrônicos; brincadeiras simples, brinquedos de madeira, fogão, cavalo de pau e brinquedos educativos. Enfim, tentando resgatar as brincadeiras de épocas mais antigas, que eram pura diversão, garantindo festas mais econômicas também.

Achei a idéia super legal, pois lembro de algumas festas que fui no Brasil em buffets, que eram um verdadeiro exagero. Buffets super requintados, com brinquedos com tecnologia, verdadeiros parques de diversão, com muita comida, decoração, tudo em uma proporção descomunal. Muitas vezes para uma criança que nem vai lembrar deste momento ou entender, e que até vai dormir na festa. E os pais gastando rios de dinheiro para ter este luxo, dinheiro que, muitas vezes, nem deveriam gastar. Será que tudo isso é necessário? E por que tudo isso?

Na minha opinião, o Brasil está bem perdido em valores, quando se trata de festas. Seja para festa infantil, casamento etc. E eu não me excluo de fazer parte deste mundo. Cada vez tem mais novidade, mais coisas para fazer, mais grandiosidade, e cada um quer ter uma festa melhor que a do outro, quer inovar mais e ser diferente. E isso vai fazendo com que o negócio vire uma bolha que não para de crescer, mas que um dia, pode explodir.

Leia também: 5 motivos para morar em Bogotá

Olhar para a cultura de outros países, pode ser uma ótima forma de sair da bolha e se inspirar. São poucos os países que tem esta cultura de ostentação em festas. Conheço gringos de ótimo poder aquisitivo que foram para o Brasil com filhos e ficaram chocados, e até se sentiram meio que obrigados a entrar no mesmo esquema. Pois quando o seu filho vê a festa pomposa do amiguinho, vai te pedir a mesma coisa. Ou então quando seus amigos só vão neste tipo de festa, vão esperar o mesmo de você. Aquela pressãozinha básica da vida em sociedade.

A Colômbia está bem distante do Brasil, o que é uma libertação. Olhem a frase que eu li em um site de venda de produtos para festa infantil: “Uma festa é a oportunidade de nos reunirmos com amigos e não uma demonstração do seu nível econômico”. Lindo, não? E um tapa na cara da nossa sociedade. E como são, então, as festas infantis na Colômbia?

Vamos começar pelo LUGAR. Geralmente são nas próprias casas ou salão de festas do prédio, nada de buffet, mal tem isso aqui. Pode também ser na piscina de um clube, parque, em algum restaurante (como as antigas festas no Mc Donald’s), ou se já for uma criança maiorzinha, pode ser com poucos amigos em um boliche, paintball, festa na piscina ou quadra de futebol.

O interessante é que as festas são, geralmente, sexta à tarde, depois da escola. As crianças vão de uniforme mesmo para brincar. Não tem aquela história da ROUPA bonitinha para ir a uma festa.

Você tem que fazer toda a ORGANIZAÇÃO da festa, pois dificilmente tem um fornecedor que faça tudo. Isso gera mais envolvimento da família e por isso, também, as festas são mais caseiras e menos profissionais.

Em relação à DECORAÇÃO, ela é bem mais simples e menos requintada. Se a criança é menor, vai ter uma tema mais infantil de moda, como de algum personagem de desenho ou filme. Mas a decoração é mais simples, com poucos elementos, como bexigas e uma mesa com bolo e, no máximo, doces como chocolates e cup cakes. Não tem os docinhos do Brasil.

O que nos faz entrar na COMIDA da festa, que além destes doces pode ter sorvete também. De salgado, tem algum sanduíche ou cachorro quente, batata frita ou pizza e nuggets. É importante ressalvar o OU e não o E. Geralmente, a festa tem apenas 2 ou 3 comidinhas, mais uma vez sem exageros. Pode até ter algum carrinho de comida, mas sempre comedido. E de BEBIDA, geralmente um suco. E se a festa for na piscina, tudo mais simples ainda, apenas um sanduíche e um suco.

Leia também: vistos para morar na Colômbia

Em relação às BRINCADEIRAS, geralmente tem algum recreador que organiza bem as brincadeiras e mantém as crianças entretidas. As crianças parecem se comportar mais e respeitar mais por aqui. Não fica aquela barulhada louca e as mães correndo atrás dos filhos, eles realmente entram na brincadeira e se divertem de uma maneira mais tranquila. A boa interação entre as crianças é o mais importante e o mais valorizado nas festas.

Além do recreador, pode ter alguma interação como mágico, fantoche, pintura de cara, palhaço, brinquedo inflável, oficina manual, oficina de bexiga ou simplesmente alguma pintura. Mas apenas 1 ou no máximo 2. Tem duas brincadeiras bem típicas que são a piñata e uma brincadeira chamada surpresa. Piñata são aqueles balões que se usava antigamente no Brasil, cheio de doces e brinquedinhos, que ficava pendurado no alto e ao ser estourado, as crianças saiam correndo atrás dos doces. Isso ainda é muito tradicional e faz sucesso. Já a supresa é um jogo de adivinhação, que se a criança acerta, ela ganha um prêmio.

Acho que o único ponto que se investe mais é nas LEMBRANCINHAS, que podem chegar a ser coisas bem bacanas, como um boné da Adidas. Mostra que o anfitrião realmente quer compartilhar este momento e presentear a todos em seu aniversário.

Leia mais sobre festas infantis pelo mundo!

Também tem as festinhas de aniversário na escola, mas que é apenas um suco e um bolo. Algumas não deixam nem levar decoração, chapeuzinho, nada disso.

E assim são as festas na Colômbia. Elas me lembram as festas do Brasil de 25 anos atrás. São festas bonitas, divertidas e gostosas, que seu filho se diverte com seus amigos, mas não tem exagero, ostentação, é mais intimista e você não gasta tanto. Será que este tipo de festa faz seu filho menos feliz que uma festa em buffet? Realmente, acho que não e espero que a bolha que se vive no Brasil exploda e possamos voltar um pouco a deliciosas festinhas mais caseiras e tradicionais.

Related posts

A surpreendente Medellín

Thaís Lima Galetti

Adaptação a uma nova cultura e a saudade de tudo no Brasil

Thaís Lima Galetti

Comidas típicas da Colômbia

Jamille Morais

2 comentários

Lívia Maioli Novembro 2, 2017 at 3:09 am

Oi, Thaís. Tudo bem?
Me chamo Lívia, estou morando em Bogotá há 4 meses! Comecei a escrever há pouco para o BPM.. gostei do seu texto! Tive exatamente a mesma percepção que vc quando cheguei aqui e fizemos a primeira festa de aniversário da minha filha… mais simples e mais gostoso! Bjs

Resposta
Claudia Ponciano Junho 10, 2018 at 4:34 pm

Prezada Thaís,

Estou desenvolvendo pesquisa acadêmica sobre cenários temáticos de festas infantis. Gostaria de saber se na Colômbia existem cenários temáticos nas festas com muitos itens de decoração. Além disso, você poderia enviar imagens de cenários de festas infantis ( sem pessoas na imagem)
Grata.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação