BrasileirasPeloMundo.com
Turquia

Izmir é a cidade mais ocidental da Turquia

Izmir é a cidade mais ocidental da Turquia.

A primeira impressão que se tem quando se chega ao aeroporto de Izmir é que desembarcamos em uma cidade ocidental. Logo vemos pessoas com roupas bem europeias. Para mim, bem brasileiras. (risos)

O cumprimento tradicional “Assalamu aleykün” não é tão ouvido e é substituído por
“merhaba”. Aos poucos vai se percebendo que há bem menos mulheres usando abayas e hijabs, dando lugar aos shorts, calças bem justas, minissaias, blusas de alcinha e tomara que caia (se for verão).

Izmir fica a sudoeste, localizada na costa e banhada pelo mar Mediterrâneo. É a terceira maior cidade da Turquia, com uma extensão de 7.340 km², com uma população de 4.279.677, sendo 2.133.548 homens e 2.146.129 mulheres, segundo o site do Nufusu que disponibiliza esses dados oficialmente.

É também uma das mais importantes áreas turísticas por conter paisagens litorâneas belíssimas e entre as mais encantadoras estão as praias de Çeşme. Ilica, próximo à Çeşme, é um grande centro termal. Há mais de 250 fontes de água quente, constituindo um fenômeno único no mundo.

Há, também, um grande número de pessoas que fazem turismo religioso. Na região de Izmir estão localizadas duas das sete igrejas do Apocalipse (Esmirna e Éfeso). As ruínas de Éfeso são patrimônio da humanidade pela UNESCO. Há, ainda, a Casa da Virgem Maria que recebe muitos turistas todos os anos.

É uma cidade de grande importância histórica, existente desde o terceiro milênio a.C., sendo seu primeiro nome Bayraklı (antiga cidade da Anatólia Ocidental). Fez parte do império romano, bizantino e finalmente do otomano, que mais tarde se tornou a atual Turquia. Em Izmir foi encontrado um templo, a Atena, e também se acredita que Homero – o grande poeta – tenha vivido entre o primeiro milênio a.C. por aqui.

O porto de Izmir também é um dos principais responsáveis “de” e “para” a Europa. Isso faz da cidade um roteiro comercial muito importante. É responsável por quase 6% das exportações da Turquia e tem em seu território cerca de 4530 empresas, exportando para 210 países, segundo o  ex-ministro da economia Mustafa Elitaş.

Leia também: Alimentação e culinária turca

Como iniciei dizendo no texto, atualmente Izmir é uma cidade moderna do ponto de vista turco, onde a maioria da população é chamada de kemalista, e isso a gente só entende quando se mora aqui. Kemalista vem de Kemal (Mustafa Kemal Atatürk – pai da revolução turca). Todos que assim se denominam se consideram mais modernos, muçulmanos mais liberais. Enfim, um assunto para outro post.

Em Izmir se vê muitas pessoas na rua, carros e prédios novos. A vida noturna é agitada e é possível comprar e ingerir bebidas alcoólicas em bares e restaurantes.

O custo de vida em Izmir é bem mais baixo que em Istambul. Isso também será tema de outro post, porque é válido saber quanto se gasta, em média, para viver em Izmir.

O transporte público funciona muito bem e há as opções de ônibus, minibus, izban (uma espécie de trem), metrô, tranvay e ferry boat. Na área da saúde, até onde precisei (e já usei bastante), o atendimento foi excelente.

O centro é conhecido como Konak e lá existe o Saat Kulesi (Torre do relógio), construído em 1901 e é um dos símbolos de Izmir. As pessoas circulam tranquilamente pelo vasto comércio do Kemeraltı (ruas da Praça do Konak) onde é possível encontrar de tudo, parece a nossa 25 de Março, em São Paulo. Se não encontrar o que deseja lá, não encontrará em nenhum outro lugar. (risos)

Pelo centro há vários monumentos e pontos históricos que merecem visita e a cidade está toda margeada pelo mar Egeu. É possível caminhar por um calçadão por quilômetros observando o mar, as pessoas de bicicleta, pescando, caminhando, sentadas ou praticando algum esporte.

Há várias praças pela cidade e em todas elas é possível se fazer piquenique (os turcos
amam piquenique) e isso pode ser a qualquer hora do dia, embora no verão seja bem mais comum no final do dia porque Izmir é uma das cidades mais quentes que conheci. O verão por aqui beira os 40 graus e isso deixa qualquer um sem muita vontade de sair de casa. Também justifica as praias cheias.

Há vários lugares para se acampar, já fui a alguns, com muitas cachoeiras, natureza relaxante e infraestrutura como banheiros e água potável. Não pode faltar uma churrasqueira porque os turcos amam um churrasco (mangal) de pimenta e berinjela, rsrs. Brincadeira, também assam carne, embora isso não seja muito barato por aqui. Um quilo de contrafilé atualmente está custando 95 liras turcas, cerca de R$ 66,00.

Há muitos apartamentos e poucas casas. Isso deixa a cidade um pouco fria, talvez seja porque eu amo casa, jardins, quintal e isso me faz pensar assim.

Há diversos museus, bazares, festivais e grandes shoppings. Lugares para passear não faltam. As pessoas são receptivas, muitas migraram para cá há muitos anos, vindo de várias cidades diferentes ou outros países. Há muitos búlgaros, também. Agora, há muitos sírios que por aqui se refugiaram.

Arquivo pessoal

Turcos, curdos, ciganos, árabes, estrangeiros, cristãos, ortodoxos, muçulmanos e ateus convivem mutuamente sem problemas, não que não exista preconceito. Há, sim, e muito. Aos poucos, fui compreendendo isso e ainda vamos falar sobre esse assunto mais profundamente numa outra oportunidade.

As pessoas que vivem em Izmir se orgulham de dizer que moram na cidade mais moderna da Turquia porque aqui modernidade não tem muito a ver com tecnologia quando dizem isso. Estão querendo dizer que se vestem, pensam e agem de modo diferente.

Mesmo em meio a essa declaração de modernidade ainda conseguimos sentir que estamos em uma cidade turca. Apartamentos completamente fechados, nunca se veem cortinas abertas nem pessoas nas sacadas, mesmo com um calor insuportável de 38 graus.

As pessoas são mais simpáticas por aqui, mas ainda assim quase não ouvimos um, “por favor,” ou “muito obrigada”, palavras incomuns no vocabulário turco.

Izmir é uma cidade que merece entrar no roteiro de quem vier visitar a Turquia, seja por sua importância histórica ou por suas belas paisagens litorâneas.

Há lugares que proporcionam uma vista linda da cidade como o Tarihi Asansör, no Konak. A vista de lá é linda e é possível tomar um café ou jantar desfrutando da paisagem exuberante do mar Egeu.

Compreender a cultura local e as diferenças já tornam nossa vida um tanto quanto mais fácil em qualquer lugar. Brasileiros realmente têm um “que” diferente e onde quer que estejamos transformamos com nossa alegria e capacidade de adaptação realmente criativa.

Related posts

12 coisas que não faltam nas casas turcas

Juliana Lima

Mercado de trabalho para estrangeiros na Turquia

Cristhiane Mutlu

Como alugar apartamento em Istambul

Juliana Lima

7 comentários

Nayara Moreira Soylu Janeiro 16, 2019 at 1:39 am

Deu vontade de conhecer Izmir após a leitura do seu texto!
Daqui uns meses..hehe
Abraço e tudo de bom..

Resposta
Cristhiane Mutlu Janeiro 21, 2019 at 6:26 pm

Eu fico feliz!! E quando estiver por aqui pode contar comigo se precisar de dicas ou tirar dúvidas que eu possa responder.
Tudo de bom para você também.
Abraço.

Resposta
Marcia Janeiro 28, 2019 at 11:43 am

Que legal! Estou indo para Izmir pela 3° vez na próxima semana e foi exatamente essa a minha percepção da cidade, vc conseguiu descrever tudo com clareza, eu senti as pessoas mais livres na forma de se vestir e mais “leves” na forma de se comportar, até rapazes bebendo e se divertindo na rua eu vi, o que não é muito comum na Turquia, eu me senti muito mais à vontade em Izmir do que em Istambul. Obrigada pelo texto!

Resposta
Cristhiane Mutlu Janeiro 29, 2019 at 5:02 am

Obrigada Marcia!!
Fico feliz que tenha gostado e agradeço pelo carinho. Seja muito bem vinda à Izmir!!

Resposta
adauto Maio 5, 2019 at 2:00 pm

bom dia. é possivel acessar por ferry , míkonos e santorini a partir de Izmir. grato e obrigado pelas dicas.

Resposta
adauto Maio 5, 2019 at 2:01 pm

bom dia. é possivel acessar por ferry , míkonos e santorini a partir de Izmir. grato

Resposta
Cristhiane Mutlu Maio 10, 2019 at 2:56 am

Olá Adauto!
Em Çeşme há Ferryboat para a ilha de Chios na Grécia e de lá saem Ferryboat para Santorini e Mikonos, mas não sei lhe dizer horários desse Ferryboat na ilha de Chios. Caso queira, pode me contatar pelo meu Instagram e te passo o link para consultar o Ferryboat ďe Çeşme para lá (@turkeyandmore).

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação