BrasileirasPeloMundo.com
Alemanha Turismo Pelo Mundo

Mercados medievais alemães

Mercados medievais alemães.

Meu esposo e eu somos verdadeiros fãs dos mercados medievais que acontecem todos os anos na Alemanha. Em todos os meses é possível encontrar um acontecendo em algum local do país. Mas o que podemos esperar ver nesses eventos? Pois, eu vou lhe contar.

Quem são os participantes

Vikings, cavaleiros, artesãos, reis e rainhas, bobos da corte, bárbaros etc. Os participantes, que se vestem a caráter como hobby e trabalho voluntário nos mercados, são normalmente membros de clubes de fãs da era medieval. Os alemães adoram criar clubes de tudo, a fim de reunir interessados e criar amizades. Muitos clubes se unem e procuram por patrocinadores de seus eventos. Claro que há pessoas que sozinhas decidem ir em busca de realizar um encontro desse porte e saem em busca de seus patrocinadores. É mais fácil, entretanto, através dos clubes. Eles levantam suas barracas para encenar diferentes atividades da época e tendas para vender seus produtos, que indicarei mais a seguir.

Ingresso

O valor da entrada varia de acordo com o evento. Em mercados mais antigos e mais organizados, os ingressos podem chegar a uns 40 euros por pessoa. Nesse caso, vale a pena passar o dia inteiro lá. Há também mercados gratuitos ou com preços bem mais baratos, mas esses são menores. Depois de pago o ingresso, o responsável pelo caixa deve carimbar a sua mão. Assim você pode sair e voltar. Mas esse sistema de sair e voltar deve ser confirmado, ok?

Leia também: Como obter o Cartão Azul para morar na Alemanha

Quando e onde encontrar

Se você estiver viajando para a Alemanha, eu indico que participe de um deles, pelo menos uma vez. É possível se programar. Clicando aqui você visualiza a lista de todos os mercados medievais com suas datas e locais. Também dá para saber a nota que as pessoas classificam cada um e entrar em seus websites separadamente para ler mais.

Entretenimento

Dependendo do evento, se bem organizado, haverá um ou mais palcos para shows de bandas de músicas medievais, animadores que usam tochas de fogo, grupos de dança, batalhas entre cavaleiros e demonstração de suas habilidades etc. As crianças também se divertem, já que alguns mercados têm teatro de bonecos de madeira, voluntários ensinando a fazer vasos ou pratos de barro, arco e flecha, animais (cabras, vacas, gansos, galinhas, cavalos e gaviões) para um primeiro contato ou carinho.

Comida e bebida

Entre as comidas típicas desses mercados medievais estão o pão de alho (“Knobibrot”), que são feitos no local, pouco tostados no azeite e levam uma pasta de alho e outros ingredientes de sua escolha (chili, cebola torrada, azeitona e outros), o pão artesanal, uma espécie de pizza em massa de pão (“Flammkuchen”), batatas fritas, champignons e o salmão grelhado à moda finlandesa no pão.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Alemanha

Já referente às bebidas, eu tenho que começar listando o clássico hidromel. É uma delícia! Se você toma bebidas alcóolicas e gosta de vinho e cerveja, tem que experimentar o hidromel (“Met”)! Há uma boa variedade de sabores. Cervejas e algumas com ingredientes adicionados, como cereja, também estão por toda parte. Para os que não consomem bebidas alcóolicas, tem os refrigerantes, água e água com gás misturada com suco de maçã (“Apfelschorle”).

A única coisa que ressalto é que normalmente você paga o valor do “aluguel” do copo (Pfand), muito comum nesses eventos na Alemanha. Se a bebida custar uns 5 euros, pode ser que tenha que pagar 10 euros e o vendedor informará que 5 euros são de Pfand. Isso é, você bebe e traz de volta o copo para o local onde comprou a bebida. Eles lhe devolvem o valor do Pfand. Esses valores são apenas um exemplo.

Artesanato, roupas e outras tendas

Tem o sonho de se vestir como um viking, com um escudo e espada? Sem problemas. Nessas feiras, você verá muitas tendas vendendo roupas medievais. Os donos e costureiros estão muitas vezes presentes no local para lhe ajudar a escolher. Eles reservam até uma cabine improvisada para quem precisar experimentar as peças no corpo e saber o tamanho ideal.

O mesmo vale para taças metálicas, copos de chifre, espadas de ferro ou de madeira (para crianças), tiaras de cabelo, anéis, colares, pulseiras, tapetes de lã etc.

Ainda há outras tendas como as dos vendedores de garrafas de hidromel artesanal, produtores de incenso e as cartomantes e ciganas que fazem leitura de mão.

É importante levar dinheiro, porque muitos comerciantes não aceitam cartão de crédito ou débito. Dependendo da feira, faz-se necessário comprar uns vales de papel em um caixa e utilizá-lo nas compras, mas a maioria tem a transação comercial toda em dinheiro (“Bar”) na hora.

Estacionamento

Nem todos os eventos possuem um estacionamento próximo. É bom pesquisar na internet o local do evento e ver se há algum local para parar o carro. Pode ser que o motorista tenha que procurar uma vaga por um bom tempo. Os organizadores normalmente colocam placas nos postes das ruas sinalizando a direção do evento ou do estacionamento.

A que horas devo chegar?

Nós costumamos almoçar no local, então chegamos de manhã, na hora de abertura (ou quase isso). Assim costumamos encontrar vaga para o carro mais facilmente e não enfrentamos tanta fila. Se o evento for de grande porte, pode contar com uma certa fila para entrar. É claro que nesse horário os mercados medievais ficam mais vazios. Durante a noite é quando as melhores bandas estão planejadas e a maior parte dos participantes é adulto.

Que roupa usar?

Qualquer uma confortável. Essas feiras medievais ficam normalmente em gramados abertos. Pode ser que chova, vente e que você não consiga banco para descansar tão facilmente. Muitos se sentam na grama mesmo. Então, prefira roupas confortáveis que não sujam rapidamente. O sapato baixo também é importante.

Se quiser vestir-se a caráter pode fazer. Não apenas voluntários e participantes usam as roupas medievais, mas também os visitantes do evento. Mas tenha o senso de usar uma roupa da época correta, porque se usar algo que não for exatamente medieval, pode se preparar para ser encarado e apontado por outros visitantes mais “ortodoxos”. O mesmo vale para se vestir de fadas e elfos. (Risos)

Para encerrar, deixo aqui um vídeo da minha feira medieval preferida, a Mittelalterlich Phantasie Spectaculum, apenas para dar uma ideia de como funcionam. Se já esteve em uma, comente! Divirta-se!

 

Related posts

Turismo consciente e o impacto local

Ísis Ramos

Casamento homossexual na Alemanha: o que mudou ?

Nathalia Vitola

Dez atrações em Niágara Falls

Vanessa Murcilio

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação