BrasileirasPeloMundo.com
Hong Kong Natal Pelo Mundo

Existe Natal em Hong Kong?

Existe Natal em Hong Kong?

Uma das minhas maiores curiosidades ao mudar-me para a Ásia era saber como seria celebrado o Natal ( o maior feriado cristão)  em um país cuja maioria das pessoas não é cristã.

Em Hong Kong, mais de 82% da população segue as chamadas religiões tradicionais chinesas (uma mistura de confucionismo, taoísmo e budismo). Os cristãos são menos de 12% (protestantes – 6,5% e católicos- 5,1%). Há ainda uma pequena parcela de islâmicos, hinduístas e outros. A liberdade religiosa é um direito respeitado pelo governo.

Ok, mas como acontece o Natal então? As ruas ficam iluminadas? Há o espírito natalino? As pessoas desejam Feliz Natal a estranhos? Vamos lá:

Feriado?

Pela forte presença de estrangeiros, sim, comemora-se o Natal. É até feriado na teoria, mas na prática quase todo comércio e instituições privadas abrem. Tudo abre normalmente até tarde no dia 24 e no dia 25, abrem até às 18hs, ou seja, apenas fecham mais cedo (geralmente o comércio é até 22hs). Alguns estabelecimentos nem mudam os horários. As escolas têm recesso de 3 semanas, entre o Natal e a primeira semana de janeiro. Como no hemisfério norte o ano escolar vai de agosto a junho, este é o recesso do meio do ano, assim como no Brasil temos recesso em julho.

Aliás, o pessoal de Hong Kong adora um feriado. É o lugar do mundo com o maior número de feriados. Sim, tem mais feriados até que o Brasil!  Em 2017 foram 19 no total. Isso porque juntaram-se os feriados de duas religiões (cristã e budista), de duas culturas (o ano novo chinês e o ocidental), além dos cívicos e os relacionados a momentos do ano como o meio do outono, equinócios e solstícios. O feriado mais importante, cheio de rituais, é o ano novo chinês, celebrado em janeiro ou fevereiro.

Seguindo a tradição do Reino Unido, que governou Hong Kong por 150 anos, comemora-se o Natal no dia 25. No dia 24 não há nada. Além disso, como no Reino Unido, o dia 26 também é feriado. Lá o feriado é chamado de Boxing Day, porque tradicionalmente os ricos davam uma caixa (box em inglês) com presentes para seus empregados. Uma das teorias é que os empregados trabalhavam no dia 25 e no dia seguinte podiam comemorar o Natal com a própria família. Atualmente esse dia é conhecido por abrigar promoções pós-natalinas e muita gente faz um tour de lojas. No entanto em Hong Kong, o feriado não é conhecido como Boxing Day, só como “o dia após o Natal” e não há promoções.

Decoração natalina do famoso Hotel The Peninsula, em Hong Kong. Fonte: Acervo pessoal
Celebrações

Em dezembro Hong Kong é enfeitada com luzes de todas as cores, um pouco diferente do Brasil, que concentra a decoração em algumas cores como vermelho, verde e branco. Os neons azuis, roxos ou com cores bem chamativas são mais ao gosto dos chineses. Os shoppings possuem árvore de Natal e Papai Noel para tirar foto. No entanto não percebi um movimento maior de compras, corridas desesperadas aos shoppings, nem povo brigando pelos últimos produtos. Na verdade o centro de Hong Kong em qualquer dia, parece véspera de Natal: muita gente junta e embolada! Além disso, desde o início de dezembro as lojas ficam em liquidação, o que é um indício de que não é uma época forte de vendas…

Para vários chineses, o mais importante é o dia do solstício de inverno, que ocorre entre os dias 21 ou 22 de dezembro. Apesar de não ser feriado oficial, os estabelecimentos fecham mais cedo. É tradicional fazer um jantar com a família em que servem  um prato chamado tangyuan. Os chineses fazem mais questão de estar com a família no solstício do que no Natal.

Portanto são mais os estrangeiros que celebram essa data. No geral, as tradições e comidas seguem as britânicas: peru, couve-de-bruxelas, batata e um molho de caldo de carne (gravy). No entanto, como Hong Kong possui uma mistura de nacionalidades, é seguro dizer que cada família comemora do seu jeito, de acordo com suas origens e tradições. Meu primeiro Natal foi comemorado com a família do amigo do meu esposo, que coincidentemente mora aqui. Ele também é inglês e casado com uma peruana. Somos todos vegetarianos ou veganos e a ceia foi uma mistura de culturas britânicas e peruanas com direito a brigadeiro de sobremesa.

Em geral posso dizer que não sinto muito o clima natalino, que é meu feriado favorito. No meu primeiro ano aqui fiquei até nostálgica, não gostei e achei tudo sem graça. Eu quis sumir para qualquer outra parte e prometi a mim mesma que no ano seguinte não passaria Natal aqui. Só que como o recesso é curto, não vale a pena viajar para o outro lado do mundo e em alta temporada, tudo fica mais caro.  Acabei pagando a língua e fiquei… Mas a gente se acostuma com tudo na vida. O mais importante é buscar aquilo que a gente lê nas mensagens sentimentais dessa época do ano: fazer com que dentro de mim o espírito de Natal renasça hoje e sempre…

Enfim, espero que tenham um Feliz Natal!

Leia mais sobre Natal Pelo Mundo

Related posts

Natal na Suécia

Vânia Romão

Roteiro de inverno pela Comunidade Valenciana

Thais Maciel Gomes

10 surpresas na ida ao supermercado em Hong Kong

Ana Clara Oliveira Garner

2 comentários

Nathália Janeiro 5, 2018 at 12:11 pm

Olá preciso fazer um trabalho sobre Hong Kong e tem um tópico que é sobre as comemorações populares de lá e acontece que eu não encontrei nenhuma … você poderia me ajudar ?

Resposta
Ana Clara Oliveira Garner Janeiro 14, 2018 at 7:15 pm

Olá Nathália. Eu ainda farei posts sobre isso no meu blog, mas por enquanto eu te indico algumas comemoracoes e você pode procurar. Se você lê ingles, aqui vao 2 paginas bem completas: http://www.discoverhongkong.com/eng/see-do/events-festivals/chinese-festivals/index.jsp?page=2 e http://www.hong-kong-traveller.com/hong-kong-festivals-and-events.html
De qualquer maneira, sem duvida, a maior celebracao é o ano novo chinês. Veja aqui: http://www.brasileiraspelomundo.com/china-ano-novo-chines-esse-e-o-que-vale-por-aqui-39123504
Alem disso, eu destaco: Dragon Boat Festival, Mid-Autumn Festival, Winter Solstice Festival e o Cheung Chau Bun Festival. Esse utlimo coincide com o Aniversario do Buddha, em maio e a ilha toda fica vegetariana.
Espero que ajude e boa sorte!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação