BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Turquia

O que é carne Halal?

O que é carne Halal?

Desde que passei a estudar e vivenciar o islam, muitas coisas me prendem à leitura. Após ler e compreender, quero ver de perto e experimentar por mim mesma as sensações desconhecidas, até então.

Viver na Turquia é uma experiência única e muito rica. Em meu texto anterior citei que na Turquia o comércio de carne de porco praticamente não existe e que o consumo de carne deve ser sempre Halal. Neste texto, quero explicar um pouco sobre o que é isso, de uma forma bem simples. Claro que em tudo há prós e contras, mas esse não é o intuito do texto, colocar na balança o que é certo, errado, melhor ou pior. É apenas o compartilhar de experiência e vivência.

Leia também: Quanto custa fazer supermercado na Turquia

Nos países muçulmanos, muito do que os rege é o que o Alcorão diz e para isso precisamos considerar que assim como o cristianismo, o islam também tem várias vertentes, pelo menos cinco escolas diferentes, com diferentes interpretações dos textos do Alcorão. Também não tratarei disso no momento, isso será tema de outro texto.

Segundo o Alcorão, livro sagrado da religião islâmica, todo alimento consumido deve ser Halal, ou seja, não devem conter ingredientes impuros, ilegais. E o que significa Halal?

Halal é o oposto de Haram. Halal é uma palavra árabe usada para designar tudo aquilo que é visto como lícito, legal, correto. É usado para indicar qualquer objeto que é permitido usar ou se envolver.

Quando há impurezas tratam como Haram. Algumas coisas consideradas Haram são:

. Carne de porco e derivado;

. Animais abatidos de forma imprópria ou mortos antes do abate;

. Animais abatidos em nome de outros que não seja Allah (significa Deus, em árabe);

. Gordura animal não Halal;

. Gelatina de fonte não Halal (animais abatidos fora das diretrizes do Islam), as de peixe são consideradas Halal.

. Abates que desrespeitem as leis do Alcorão;

. Com sangue ou produtos feito com sangue;

. Álcool e produtos que causem embriaguez ou intoxicação; e

. Produtos contaminados com alguns dos produtos acima.

Os animais bovinos, caprinos, ovinos e frangos podem ser considerados Halal desde que abatidos segundo os rituais islâmicos (Zabihah).

Uma informação bem importante é que o Brasil tem se mantido por dois anos consecutivos como o maior produtor e exportador mundial de carne Halal, à frente dos Estados Unidos e Austrália. Lidera o ranking em carne bovina e ocupa a vice-liderança em carne de frango. A exportação tem sido para 57 países islâmicos, sendo 22 árabes, segundo dados da Abimec (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne).

A carne bovina na Turquia é muito cara. Um boi chega a custar cerca de 15.000 liras turca, em torno de R$ 10.700, na moeda atual. Não são grandes criadores e isso fortalece as importações.

E como deve ser o abate Halal? Para essa resposta vou enumerar, aqui, o passo a passo do procedimento e as exigências, lembrando que a confiança é o que rege tudo isso.

Abate Halal

. O animal deve ser abatido por um muçulmano que atingiu a puberdade. Ele deve pronunciar o nome de Allah ou recitar uma oração que contenha o nome de Allah durante o abate e a face do animal deve estar voltada para Meca.

. A faca deve estar bem afiada (não deve ser afiada na frente do animal) e deve atingir de uma só vez os três principais pontos do pescoço em meia lua (jugular, traqueia e esôfago).

. O animal não deve estar com sede no momento do abate.

. A morte deve ser rápida  para evitar o sofrimento do animal.

. O sangue deve ser retirado totalmente da carcaça para evitar qualquer contaminação.

. A medula espinhal não deve ser cortada.

. Após a degola e o escoamento do sangue, a carcaça deve ser lavada e higienizada e toda água do processo deve ser eliminada.

. A higienização do ambiente não pode ser realizada, de forma alguma, com álcool (produto proibido para muçulmanos).

. Todo o processo de abate e transporte (do congelamento ao carregamento) deve ser fiscalizado por um auditor ou supervisor.

. E para os países que realizam o abate, como o Brasil, para que não haja contaminação com outros tipos de carne (porco, por exemplo), é importante que aquele determinado frigorífico seja destinado somente ao abate Halal.

Segundo o Islam, se a vida de um animal deve ser encerrada para a sobrevivência humana, sua vida só deve ser tomada em nome de Allah (Deus).

Leia também: Como requerer o documento de residência na Turquia

Eu sinto diferença quando como uma carne abatida de forma Halal e outra não. Isso eu aprendi aqui. E a cor, quando preparamos, também é diferente. Ela fica sempre branca porque não tem sangue, eu acho. De alguma forma é diferente.

Viver em um país com cultura e costumes diferentes exige que tenhamos disposição em aprender, apreender e, sem julgamentos, compartilhar.

Não dá para colocarmos na balança e julgarmos tradições, ensinamentos, costumes, comportamentos e fé. Isso é realmente muito pessoal e o mundo é sempre diferente em todos os lugares. Eu me despojei de tudo que julgava ser correto para mim e mergulhei totalmente nesse mundo novo, porque foi a única forma que encontrei de compreender e dessa compreensão tornar minha existência com mais sentido.

Related posts

Americanos são frios e acolhedores ao mesmo tempo

Mari Proença

Filmes para assistir antes de visitar Istambul – Parte 1

Juliana Lima

Entendendo os conceitos de espaço pessoal e público no Egito

Michelle Bastos

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação