BrasileirasPeloMundo.com
Alugar/Comprar Imóvel Pelo Mundo Custo de Vida Pelo Mundo EUA Missouri

O que fazer com mil dólares no Missouri?

O que fazer com mil dólares no Missouri?

Moradia

Começarei  falando sobre moradia, pois é para onde vai a maior parte da nossa renda mensal. Há muitos brasileiros que vêm para cá e alugam um sótão, dividem apartamentos com outros brasileiros ou até mesmo alugam quartos em casas de desconhecidos – é possível encontrar maneiras de gastar o menos possível com habitação. Entretanto, não é o nosso caso! Temos uma filha, por isso nos planejamos para viver em um local confortável e seguro.

Meu marido é americano, nasceu e foi criado em Missouri. Tínhamos a opção de morar em Washington D.C ou aqui, porém concluímos que não conseguiríamos arcar com o altíssimo custo de vida de Washington. Após a decisão, procuramos e visitamos diversos condomínios e apartamentos. Eu não conseguia entender por que o meu marido não queria nem ao menos visitar alguns que pareciam maravilhosos nas fotos de websites que eu pesquisava e cujos preços me interessavam bastante, variando de 500 a 600 dólares, mas após eu questioná-lo muito, ele me levou para que eu pudesse entender. No Brasil, pelo menos no Rio de Janeiro, sabemos quais são os bairros bons e ruins, diferentemente daqui onde até nos melhores bairros e prédios requintados encontramos vizinhos perigosos e ambiente pesado.

Entrei em um edifício com um belo exterior, em um bairro com arquitetura maravilhosa e naquele exato momento pude compreender o meu marido. O cheiro de drogas estava impregnado nos corredores , a música alta de hip hop com letras pesadíssimas tornava o lugar infernal, pessoas esquisitas e mal educadas passavam por nós sem dar bom dia. Aceitei de imediato o condomínio que o meu marido escolhera, a princípio achei caríssimo, porém após esta experiência preferi  abrir mão de TV a cabo, qualquer outra futilidade, para morar em um lugar onde me sentisse segura.

Pagamos 1.150 dólares de aluguel, com condomínio e água inclusos. Inicialmente moramos em um apartamento de apenas um quarto, o valor era 950 dólares, porém crianças acima de 2 anos já são consideradas “pessoas”, logo, os condomínios não aceitam alugar um apartamento de um quarto para três pessoas, então precisamos nos mudar para um maior. Contudo, é possível encontrar apartamentos de 850 a 1.200 USD em localidades “seguras”, depende do tamanho.

Leia também: Tudo que você precisa saber para viver nos EUA

Por que apartamento e não casa?

Não há muita diferença entre aluguel de casa e apartamento, por 1.200 USD é possível alugar uma casa pequena e com quintal, todavia, devemos lembrar que a infraestrutura de uma habitação nos EUA é completamente diferente da brasileira. Na terra do tio Sam, especialmente em Missouri, há sistema de aquecimento e ar condicionado central, tubulações de gás, etc. Ou seja, são mecanismos que exigem manutenção frequentemente, o que não é nada barato, e se você não tem condições financeiras de ser pego de surpresa nos dias de extremo calor ou frio, então aconselho a optar por apartamento, assim como nós, pois a manutenção é inclusa na taxa de condomínio, sem contar que a comodidade de só ligar para reportar um problema e ter um técnico em minutos para solucionar é grandiosa! Além de desfrutar de área de lazer, a maioria dos condomínios possuem piscina, áreas para churrasco, academia, sala de jogos e quadra de esportes.

Internet

Como viver sem internet? Como não usufruir desta dádiva de poder estar perto, mesmo que de longe, dos que tanto amamos? Dentre as que pesquisamos, a empresa Spectrum foi a mais barata, pagamos 50 dólares mensais e não tenho o que reclamar, excelente velocidade e nunca nos deixou na mão, nem nos dias de tempestade, nem em temperaturas de -22°C. Se você assiste muita televisão, há pacotes de TV a cabo com internet por 80 – 110 USD, depende do pacote de canais escolhido.

Transporte

Como já relatei nos artigos anteriores, não existe transporte público em Missouri, soa algo extraterrestre para nós brasileiros, mas esta é a realidade daqui, comprar um carro é uma obrigatoriedade e em caso de emergência somos socorridos pelo Uber. A pergunta que todos me fazem: É barato comprar carro aí? Sim! E depende! Comparado aos preços do Brasil, aqui é muito barato, mas são poucos que ganham muito bem e têm condições de comprar um Chevrolet Traverse ou um Mercedes-Benz, como sonhava Janis Joplin. Como não somos do grupo que gosta de ostentar, buscamos um carro comum e confortável para a nossa família, e, ainda assim, a nossa “modéstia” seria um “luxo” na terra verde e amarela.

Fomos a uma locadora de carros Hertz, eles alugam e também vendem automóveis, o preço é bem abaixo do mercado, escolhemos um com poucas milhas (nos EUA não se usa km), era ainda pouquíssimo rodado. O financiamento sai em torno de 140 dólares por mês, conhecemos pessoas que pagam muito mais por carros inferiores. Pesquisar e trocar informações é primordial! Outro ponto que vale ressaltar é a palavra “financiamento”. No Brasil, sempre juntei e paguei à vista pois os bancos cobram juros altíssimos, valores extremamente injustos, felizmente aqui os juros são baixos e vale a pena financiar.

Lei também: O que fazer com mil dólares em Portland nos EUA

Plano de Saúde

Plano de saúde é imprescindível nos Estados Unidos, não há sistema público como no Brasil, algumas clínicas têm programas que oferecem serviços gratuitos, mas é uma incerteza que ninguém quer depender. Há diversos tipos de planos de saúde e, prepare-se, assim que obter uma linha telefônica, você receberá no mínimo 10 ligações por dia de empresas de planos de saúde oferecendo inúmeros pacotes. Haja paciência! Temos a sorte de ter o plano oferecido pela empresa do meu marido, pagamos 400 dólares mensais para nós três, o que inclui plano dental e oftalmológico. Todavia, o nosso plano é coparticipativo, planos que oferecem 100% de cobertura são caríssimos. Explicarei melhor a questão do plano em um artigo futuro, é um assunto complexo!

Supermercado

Fazemos compras no Walmart, Sprouts e Sam’s Club. Gastamos em torno de 350 por mês, lembrando que temos filho pequeno, para quem não tem filho o gasto seria menor. Sams Club é um atacadão, é preciso ser membro, pagamos uma anuidade de 40 dólares, no primeiro ano ainda ganhamos um frango assado de graça por mês, o que pagou a anuidade por si. Todos os itens são vendidos em grande quantidade e por um preço menor que os demais estabelecimentos, então compramos arroz, feijão, leite,  papel higiênico e outros produtos que usamos diariamente, o que gera uma grande economia.

É possível viver com mil dólares?

Você pode  tentar a sorte de encontrar uma moradia que considere segura por 600 dólares, adquirir internet de 50, um carro cujo financiamento é de 150 USD ou menos, lembrando que o valor do combustível não se compara ao roubo absurdo do nosso país, aqui um galão (equivalente a 3 litros) de gasolina, custa em torno de 2 dólares, esqueça GNV, aqui não precisa e não existe! Os 200 que sobrar será suficiente para o gasto com comida. Infelizmente, o plano de saúde ficará de fora!

Missouri é considerado um dos estados com custo de vida baixo e qualidade de vida alta.

Related posts

Educação Não-Escolar em Santa Cruz – Balanço Geral

Flávia Criss

Dicas para viajar para o Brasil com Green Card

Carleara Weiss

Custo de vida em Abu Dhabi – Parte I

Pollyane Martins

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação