Onde morar em Los Angeles

0
114
Advertisement

Onde morar em Los Angeles – Parte 1.

A capital do entretenimento possui 4 milhões de habitantes e mais de 20 bairros, por isso escolher onde morar em Los Angeles pode ser um desafio. A cidade é tão grande que permite as pessoas morarem na mesma região por anos sem nunca precisarem sair para  outras regiões.

Los Angeles fica no Sul da Califórnia – Estados Unidos. É tão extensa que tem praias e montanhas. As regiões mais populares são Westside, Downtown, Hollywood, Eastside e Valley.

Antes de falarmos sobre cada uma delas, penso que seja necessário abordar fatores que interferem na escolha do bairro. Afinal, a sua residência é muito mais do que o seu endereço, é também sua identidade – que inclui conveniências, mobilidade, estilo e custo.

Conveniências – A cidade de Los Angeles é muito rica em opções, então seja qual for o tipo de serviço que você precise será fácil encontrar em qualquer bairro daqui.

Há inúmeros cafés (estilo Starbucks), redes de fast food, restaurantes, farmácias, lojas de departamento e supermercados.

Mobilidade – Como Los Angeles é famosa por ser a cidade das freeways (marginais que cruzam a cidade e permitem maior velocidade), andar a pé ou de transporte público pode ser um desafio. No entanto, com a chegada de alternativas como Uber, Lyft e Zipcar, o carro pode ser dispensado se você planejar de morar em regiões com alternativas como essas. Outro aspecto que vem mudando ao longo dos anos, é o uso de bicicletas e patinetes elétricos. Elas são aceitas dentro dos trens e os ônibus são preparados para elas.

Estilo – Esse é um critério importante, pois traduz a sua personalidade.

Leia também: Visto para morar nos EUA

O que deve ser considerado é a faixa etária, tamanho da família, crianças. É também importante escolher entre silêncio ou vida noturna; casa ou apartamento; morar sozinho ou dividir os custos; permanente ou temporário; prédio com benefícios como piscina e academia, ou simples e barato.

Custo – Um jeito prático de decidir sua localização com base no valor do aluguel, é pesquisando em sites como apartments.com. Selecionar a margem de valor que você pode pagar, a partir disso, o site irá mostrar todos os bairros com apartamentos disponíveis pelo valor escolhido.

Não se assuste, você irá, sim, gastar a maior parte do seu salário com aluguel devido ao custo de vida em Los Angeles ser bem alto. Por exemplo, custo médio de um apartamento de um quarto em Los Angeles é de US$1,949.

Nem sempre é possível garantir todos os itens da lista acima, principalmente se for o seu primeiro aluguel na Cidade dos Anjos. Então, fazer a lista das prioridades pode demandar um pouco de tempo, mas será imprescindível na hora de decidir.

Leia também: Pier de Santa Mônica em Los Angeles

Como priorizar e o que priorizar

No meu ponto de vista, mobilidade é mais importante que custo, e o motivo é muito simples: seu tempo. O cálculo que você deve fazer não é somente se você consegue pagar o valor do aluguel, mas também tudo o que envolve morar na região e sua locomoção. Então, primeiro compare o tempo para se locomover aos seus destinos mais comuns e o custo dessa locomoção. Depois, pergunte-se: posso perder esse tempo? Será que eu poderia aproveitá-lo melhor caso pudesse evitar o trânsito? Por fim, coloque na ponta do lápis o seu custo real com moradia (aluguel, energia, água, gás, transporte, e tempo).

Talvez você esteja se perguntando o porquê dessa matemática agora, e realmente, pode ser que hoje essa conta seja simples, mas se você já começar a valorizar o seu tempo e a contabilizá-lo agora, em um futuro não tão distante, você verá a recompensa de uma escolha bem pensada e planejada.

Como eu disse, há muitos bairros em Los Angeles, divididos por regiões. A primeira região da série será o Westside (lado oeste) que é uma parte bastante turística e populosa.

É no Westside onde estão localizados os bairros Culver City,  Palms, Westwood, Brentwood e Beverly Hills.

Westwood

Este bairro é um dos meus favoritos, mas quase ninguém fala dele. Aqui está a Universidade da Califórnia (UCLA), então há muitas repúblicas e vida noturna. Mas, se você não vai fazer nenhum curso e ainda assim se interessa por Westwood, sem problemas, pois ele é muito familiar, com boas escolas, e também possui uma rede boa de ônibus.

Culver City / Palms

Culver City e Palms são bairros vizinhos e muito parecidos. A principal diferença é que Culver City é um pouco mais caro por ser mais organizado. Ambas as cidades oferecem ótimas opções de restaurantes e mercados, e como são muito perto, dá para usufruir do que cada uma tem de melhor. Contam com boa rede de transporte público.  

Brentwood / Beverly Hills

São bairros super seguros, com ótimas escolas e lindos. São regiões mais nobres e, consequentemente, moradia, restaurantes, mercados e shoppings são mais caros. Transporte público aqui é baseado em ônibus, ainda não foi criada uma estação de trem. Então esses bairros acabam sendo opções para passeio.

West LA

Particularmente, não gosto dessa região. Acho pobre visualmente, muito concreto e poucas árvores, além do trânsito intenso.

No entanto, se o seu objetivo for trabalho, aqui é uma região perfeita, pois conta com inúmeras lojas e empreendimentos. Outro fator positivo é a facilidade de locomoção, essa região possui uma linha de trem e muitas linhas de ônibus.

Mid-City

Um pouco parecida com West LA, com a diferença de que a vida noturna é muito forte. O museu LACMA e o estúdio de TV CBS deixam a área mais charmosa e mais rica culturalmente. Sempre há uma nova exposição, show, restaurante. Dificilmente você ficará entediado. Quanto ao transporte público, a região está se preparando para ganhar uma estação de trem e há boas opções de ônibus.

Espero que essas dicas ajudem na escolha de uma região em Los Angeles. A procura é cansativa, por isso, se você ainda tiver dúvidas, deixe sua pergunta para podermos continuar conversando.

Onde morar em Los Angeles será uma série. Cada região da cidade será tratada separadamente para que o assunto não fique cansativo e permita maior discussão sobre os pontos positivos e negativos de cada bairro.

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.