BrasileirasPeloMundo.com
EUA Los Angeles Melhores bairros e onde morar

Onde morar em Los Angeles – Central LA

Onde morar em Los Angeles – Central LA

Para fechar com chave de ouro a nossa série Onde morar em Los Angeles, abordarei a região mais hipster da cidade—Central LA. É, também, a região mais antiga, pois em Downtown está localizado o El Pueblo, primeiro vilarejo da cidade construído e habitado pelos mexicanos. Acredito que a Central LA seja a região onde encontramos mais diversidade e cultura.

Central LA consiste em Downtown, Silver Lake, Echo Park, Los Feliz, Koreatown, Hollywood e vários outros. Por questão de conveniência comentarei apenas os aqui mencionados.

Leia também: Seis dicas para quem vai morar nos Estados Unidos

Freeways

A região central de Los Angeles inclui Downtown—o centro da cidade—e é aqui onde há uma grande concentração de saídas para diferentes freeways (vias de trânsito rápido). Como são inúmeras vias e o sistema um pouco confuso, acho válido deixar aqui um rápido roteiro e mencionar as mais utilizadas.

Todas as freeways possuem um nome e um número, teoricamente o nome indica o destino final da rodovia, no entanto, algumas terminam antes da chegada ou, para complicar mais um pouquinho mudam de direção. Portanto, o mais comum é referir-se ao número da freeway.

 

Freeway – Número e Nome Freeway – Número e Nome
2Glendale22Garden Grove
71Corona Expressway105Glen Anderson
170Hollywood710Long Beach
14Antelope Valley60Pomona
101Ventura/Hollywood605San Gabriel
10Santa Monica/San Bernardino57Orange
91Riverside/Artesia118Simi Valley/San Fernando Valley
405San Diego5Golden State/Santa Ana
90Marina110Pasadena/Harbor

Em Los Angeles não existe uma via de fluxo rápido que não tenha trânsito, é sempre caótico. Uma das vias mais utilizadas é a 10 que leva para a praias como Santa Mônica e Venice, e para o lado oposto o Valley. Outra via de extrema relevância é a 101 que faz o percurso Valley e Hollywood. Agora, se o destino for o famoso aeroporto LAX ou a charmosa UCLA, a via certa é a 405 que também permite acesso aos bairros de Culver City e Beverly Hills. As vias 5, 105 e 110 servem as regiões centrais como Downtown e Echo Park, até áreas mais periférica como Glendale e Pasadena.

Downtown

Quando visitei Los Angeles pela primeira vez, essa foi a região que eu mais gostei. No entanto ela é a que menos representa a vibe da cidade. Downtown é parecida com São Paulo e Nova York, muitos prédios, muita gente, e muito trânsito.

As inúmeras opções de restaurantes, museus, arte, e música, são os principais atrativos da região que apesar de ainda sofrer com criminalidade, drogas, e moradores de rua em certas áreas, vem se transformando aos poucos e se tornando uma forte opção entre os jovens.

Em termos de moradia a longo prazo, Downtown não entra na lista de opções pois as escolas não possuem boa avaliação e passeios com crianças é escasso. Segundo o Curbed Los Angeles o mais comum nessa região é que as pessoas aluguem ao invés de adquirir o imóvel devido ao custo, mas principalmente, ao estilo de vida.

Silver Lake

Eis o bairro mais hipster de todos, tudo é moderno com um toque de antigo. Perfeito para quem trabalha como freelancer e gosta de variar onde trabalha. Em Los Angeles há muitos freelancers que preferem usar Cafés e restaurantes transadinhos como seus escritórios.

Tudo pode ser feito a pé em Silver Lake, que é uma mistura de praticidade com estilo. Outro ponto forte do bairro é a grande influência da arte nas ruas, nas decorações dos estabelecimentos, que fazem do lugar ainda mais moderno.

Além disso, atividades ao ar livre fazem com que o bairro seja família, mas a maioria dos residentes ainda são jovens casais que gostam de curtir boa comida, música, e uma caminhada pelo Silver Lake Reservoir.

Echo Park

Uma amiga me ajudou com esse bairro, e como ela deu uma opinião geral e sobre todos os aspectos preferi manter da forma como ela me passou, apenas traduzi a opinião de Krissy Estrada:

“De forma geral é um bairro com uma vibe hipster. Coisas que eu gosto: Facilidade de andar pelas ruas, há ótimos restaurantes e cafés. O custo de vida não é assim tão alto quando comparado a outras áreas de Los Angeles, é possível encontrar alguns produtos bons por um preço razoável.

Em termos de vizinhança trata-se de uma comunidade culturalmente diversa, acolhedora e simpática. Se você gostar de música e shows com artistas locais Echo Park tem o The Echo um lugar perfeito para quem gosta de música, e com a vantagem de poder assistir shows gratuitos durante a semana se você for morador do bairro.

A melhor parte é o lago! Em Echo Park existe um parque com o mesmo nome do bairro com um lago lindo. É um lugar perfeito para caminhar, fazer picnic, ou experimentar comidas diferentes das barraquinhas na rua.

O que eu não gosto e que não é um problema apenas de Echo Park são os muitos moradores de rua instalados em vários partes. A região costumava ser predominantemente de hispânicos, mas com a gentrificação o bairro perdeu sua singularidade que fazia toda a diferença, por fim, estacionar é também um grande desafio.”

Los Feliz

Esse é o bairro do maior parque da cidade o Griffith Park e Observatório. Los Feliz é também é um dos queridinhos de Central LA, pois segue a vibe de cidade para atividades ao ar livre, bons restaurantes e Cafés.

Los Feliz é um bairro aconchegante e mais família, estilo cidadezinha do interior, com a vantagem de poder fazer tudo a pé. No entanto, por estar bem localizada permite fácil acesso a Downtown, Hollywood e Valley.

Um dos grandes diferenciais é o valor histórico e cultural que a região possui pois anos atrás Los Feliz era a casa de alguns estúdios de cinema, incluindo a Disney. Hoje, a região é a favorita de jovens artistas e músicos que, talvez, um dia, serão famosos.

Hollywood

A região de Hollywood é dividida em quatro regiões North Hollywood (NoHo), East Hollywood, West Hollywood e Hollywood. O bairro de NoHo pode ser lido no artigo sobre o Valley.

Hollywood é provavelmente o bairro mais famoso de todo o país. Com estúdios espalhados por toda a cidade, a região é a casa do entretenimento, em todos os prédios há alguém trabalhando com filmes e séries, consequentemente as chances são grandes de encontrar alguma celebridade andando pelas ruas.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar nos EUA

West Hollywood, é o bairro gay de Los Angeles onde se encontram as baladas mais animadas da cidade, e vale ressaltar que as baladas são boas, baratas e para todos os públicos.

East Hollywood quando comparada com as outras duas se mostra a menos glamorosa, porém une qualidades das outras como lojas e restaurantes mas adiciona um senso de comunidade e cidade pequena. 

Koreatown

Carinhosamente chamada de Ktown, esse pedacinho da Coréia do Sul em Los Angeles é única.

Quando se chega ao bairro é fácil identificá-lo, todos os letreiros são escritos em coreano, há inúmeros deles, e a qualidade não deixa a desejar. Além disso, o bairro é famoso pelos Karaokês e botecos.

Em termos de estilo de vida, Koreatown é ideal para quem quer economizar, o aluguel de um quarto custa em média 1.620 dólares, o que é barato considerando ser uma região próxima a Downtown e com uma forte rede de transporte público, no entanto, o estilo difere dos que venho comentando neste artigo, pois há menos preocupação com o estilo.

Com relação a escolas e segurança, a região não é a mais qualificada. Lendo em alguns fóruns vi respostas divergentes sobre seguranças, algumas pessoas relatam sentirem-se seguras e outras descrevendo situações de furto. Então, seria meio que estar alerta quanto morando nesse bairro.

Assim, a série chega ao final, tendo abordado as áreas de Westside, Valley, Praias e Central LA.

Los Angeles é mais ampla que essas regiões, porém próximas e muito semelhantes às que foram abordadas nessa série, Por isso, acredito que aqui você encontrará um bom guia para quem ainda não conhece Los Angeles e precisa de orientação na hora de escolher o futuro lar.

Related posts

Dicas para o verão na Califórnia

Raiane Rosenthal

Morar em Paris ou na banlieu?

Amy-Carole Diene

Organizadoras de eventos em Houston

Renata Salas Collazo

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação