BrasileirasPeloMundo.com
Custo de Vida Pelo Mundo Dubai

Quanto custa fazer supermercado em Dubai?

Quanto custa fazer supermercado em Dubai?

Para muitos ir ao supermercado é uma tortura, confesso que gosto muito! No início era minha rotina ir ao mercado, tentar entender os valores, conhecer as marcas, fazer as contas para saber se estava caro ou barato.

Em Dubai tem um detalhe importante, quase tudo vem de fora, tudo mesmo! Com o clima do deserto, praticamente não encontramos produtos dos Emirados Árabes, o que aumenta o preço e as opções de escolha.

Quando olho o meu lanche, por exemplo, a manteiga é francesa, o iogurte da Arábia Saudita, o pão local, o suco de laranja dos Estados Unidos e as uvas da África do Sul! Não é frescura, quase tudo é importado, o que dificulta fidelizar uma marca, acostumar com o sabor e levamos um tempo para descobrir qual o melhor custo benefício. A vantagem é que temos a chance de conhecer produtos do mundo inteiro!

Dubai oferece diferentes redes de supermercados e os valores variam muito entre elas. As redes mais econômicas que conheço (existem outras) em Dubai são Lulu Hypermarket e Union Coop e a rede Carrefour, que considero ter preços medianos, e os mercados Spinneys e Waitrose os mais caros.

A qualidade do Waitrose é superior em muitos produtos. Sabe quando vai à feira e praticamente não precisa escolher, só pegar?

Além de grandes redes, há locais específicos para orgânicos, frutos do mar, e nos bairros existem pequenos mercados que têm um pouco de tudo e ainda entregam em casa.

Sem falar nas compras on-line por meio de aplicativos, facilitam muito a vida, principalmente de quem trabalha fora.

Outra questão importante, fazer compras em Dubai está 5% mais caro. Desde janeiro de 2018 foi implementado o imposto de 5%, VAT (Value Added Tax). Os preços nas prateleiras estão sem o imposto, que aparece no final da nota. Parece pouco, mas faz diferença no orçamento.

Na ponta do lápis

Fiz uma lista de alguns produtos básicos com valores em Dirham (AED), moeda local e considerando a cotação de dezembro de 2018, 1 AED = 1,05 Reais. A diferença entre Dirham e Real está pouca, vou considerar 1 AED = 1 Real para facilitar e omitir as marcas pelo mesmo motivo.

Os preços são do supermercado Carrefour e a pesquisa foi realizada na loja física, no dia 1 de dezembro último. Os valores de alguns produtos variam em função da estação do ano, do país de origem e os orgânicos são mais caros, apesar da boa oferta.

Leia também: O fim do “tax free” em Dubai

 

Produto e quantidadeValores em Dirhams (AED) considerando 1 AED = 1 Real
Arroz Tipo Basmati 1kg12,50
Feijão 1 kg15,50
Macarrão Espaguete 500 g4,50
Molho de tomate 250 ml5,50
Óleo de Girassol 750 ml7,10
Azeite de Oliva 500 ml18,25
Carne bovina Brasileira bife/cubo ou moída 1 kg42,90/ 39,90
Frango congelado 1 kg12,60
Filé de Peixe congelado kg23,50
Leite de caixinha 1 l4,75
Açúcar Cristal 2 kg5,00
Café em pó 250 g16,30
Farinha de trigo 1 kg5,50
Banana 1 kg6,65
Alface Romana12,50
Maçã gala 1 kg9,90
Uva sem semente 1 kg16,75
Melão 1 kg18,75
Batata inglesa 1 kg3,75
Cenoura 1 kg7,95
Tomate 1 kg9,90
Ovos caixa com 159,50
Leite em pó 400 g15,40
Pão de forma7,50
Refrigerante 1 l4,75
Achocolatado 500 g14,84
Manteiga 200 g7,50
Muçarela fatiada 150 g12,50
Shampoo e condicionador11,00 – 17,85
Sabonete 1 unidade6,50
Água Mineral 1,5 l1,45
Sabão em Pó 3 kg21,20

 

Os produtos que usamos no dia a dia não são absurdamente caros. Até a carne, que em muitos países é caríssima, conseguimos encontrar cortes brasileiros mais baratos que outras nacionalidades.

A feira é o que sinto maior diferença: dependendo do país de origem e da época do ano frutas e legumes são bem caros.  No geral, as famílias são grandes, e a maioria das embalagens enormes, principalmente os produtos de limpeza e higiene pessoal.

Carne e frango brasileiros encontramos nas maiores redes. As frutas brasileiras são caras, o mamão papaia, por exemplo, custa 33 AED/Real o quilo. Bebidas alcóolicas não são vendidas nos mercados, só em locais específicos, e precisa ter uma licença do governo para comprá-las, são caras.

Carne de porco e derivados não são consumidos por muçulmanos. Em alguns supermercados encontramos uma parte reservada, proibida a entrada de muçulmanos, só com produtos suínos. Prepare o bolso: a costelinha de porco, por exemplo, pode chegar a 100,00 Dirhams/reais o quilo.

Leia também: Como obter documento e visto de trabalho em Dubai?

Dicas para economizar nas compras

Não existe fórmula mágica, para economizar tem que pesquisar.  Mas posso dar duas dicas importantes, alguns supermercados têm aplicativos que você acumula pontos nas compras e geram cupons de descontos.

A outra dica é que durante o Ramadan acontecem grandes promoções, impressionante! O único lugar que vejo cheio nesse período são os mercados. As famílias esperam muito pelas promoções, vale a pena fazer estoque. Eu fiz e fiquei satisfeita com a economia.

Quanto custa fazer supermercado em Dubai depende da quantidade de produtos, da qualidade, do tamanho da família e de quantas refeições fazem em casa, mas com as informações acima dá para se ter uma ideia.

Eu diria que é pelo menos duas vezes mais caro que no Brasil, comprando produtos que chamamos de cesta básica. Se incluir os demais produtos, fica de três a quatro vezes mais caro.

Como gosto de dar dicas, quando chegar aqui, pesquise os valores nos sites, assim já dá para ter uma noção da realidade. A outra dica é que eu sempre compro as deliciosas tâmaras (produto típico dos Emirados) nos mercados, mais baratas e tão saborosas quanto as vendidas nas lojas especializadas e refinadas dos shoppings. Boas compras!

Related posts

Dubai é um sonho de consumo

Juliana Bordião

Supermercado na Alemanha

Clarissa Gaiarsa

Custo de vida em Liubliana

Marta Berglez

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação