BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Hong Kong

Quem tem medo de morar na Ásia?

Quem tem medo de morar na Ásia?

Quando contei para meus amigos e familiares que iria me mudar para Hong Kong, houve um certo misto de felicidade, espanto e preocupação por parte deles. Depois de já ter morado em dois outros países e viajado para mais de 40, muitos acharam que eu tinha
enlouquecido de vez.

Começou também um misto de medo e perguntas das pessoas que imaginavam que eu estava indo para um lugar distante e sem qualidade de vida, quando na verdade Hong Kong é um dos lugares mais ricos e desenvolvidos do planeta, longe eu até aceito, mas sem qualidade de vida, jamais!

O que as pessoas comem?

As pessoas ainda enxergam a Ásia como um lugar remoto, estranho e com costumes e hábitos alimentares um tanto peculiares. Não foram raros os comentários que recebi sobre comer cachorro, insetos e larvas.

Em Hong Kong, posso comer o tradicional dim sum ou se preferir posso optar por um
restaurante francês, ou mexicano ou qualquer restaurante de praticamente qualquer
nacionalidade que tem aqui, inclusive comida brasileira.

Sim, há coisas na culinária asiática que são um tanto “diferentes” e que eu jamais provaria,
mas também há coisas na culinária brasileira que eu não gosto e jamais vou comer. Ninguém nunca me pergunta se há algo que gosto na culinária local.

A culinária do sul da China (incluindo Hong Kong e Macau) é uma das mais fáceis de se
explorar, e também uma das mais populares fora da Ásia. Você certamente já provou comida cantonesa, sabe aqueles dumplings de comida chinesa que geralmente são servidos em cestas de bambu e cozidas no vapor? Então…

Mesmo que você não saiba cozinhar e estiver disposta a comer a comida local, vai conseguir facilmente, sempre há opções de coisas parecidas com o que estamos acostumados, sempre tem comida congelada, e em vários países asiáticos a gente encontra frutas tropicais que conhecemos.

Copo meio cheio ou meio vazio?

Em poucos meses morando em Hong Kong, já aprendi muitas coisas mas sei que isso é apenas uma pequena partícula insignificante do quanto irei aprender com o passar dos anos. Estou aprendendo sobre uma cultura incrível, num lugar com qualidade de vida muito bom e um das taxas mais baixas de violência no mundo.

A mídia ainda reforça o estereótipo sobre a Ásia (assim como faz com o Brasil!) e por isso as pessoas dificilmente vão ter uma opinião positiva sobre a região, talvez eles digam coisas legais sobre o Japão por exemplo, mas infelizmente as pessoas sempre ressaltam a parte negativa dos outros lugares sem lembrar que existe também o lado bom que muitas vezes é infinitamente maior que lado negativo.

A Ásia que eu moro tem tradições milenares, mas também é o lugar com mais arranha-céus do mundo. As pessoas insistem em ver a Ásia como um lugar estranho e de “coisas falsificadas” quando na verdade é um lugar de cultura milenar e de um povo extremamente gentil.

acervo pessoal

Abrindo a cabeça (e o coração!)

O diferente na maioria das vezes assusta, eu entendo mas se a gente para para ouvir e
aprender, vai ver que todos os comportamentos que julgamos estranhos e diferentes, no final tem uma lógica. Talvez não seja a sua lógica, mas estamos aqui para aprender, certo?

Não é fácil todos os dias, morar na Ásia é diferente de todas as outras experiências que tive, e morar na Ásia sem falar a língua local multiplica essa dificuldade. Eu sempre penso que estou aqui para aprender, é como se eu voltasse a ser um bebê que a cada dia aprende uma coisa nova, sem se preocupar se aquilo é o certo ou não.

Sempre soube que teria dificuldades, estranhamentos de costumes e outras dificuldades
ligadas ao fato de morar num país tão diferente. Decidir mergulhar na aventura de coração e cabeça bem abertos, isso não facilita a comunicação mas ajuda a não fazer julgamentos
precipitados.

Em poucos meses por essas bandas, eu tive que treinar minha paciência, fazer mímica e tentar decifrar o inglês das pessoas aqui, houve momentos difíceis, mas houve também muitos momentos incríveis onde pude conhecer templos antigos, práticas ancestrais, comer coisas maravilhosas e andar nas ruas de um dos lugares com a menor taxa de crimes violentos no mundo.

Ainda falta às pessoas conhecimento sobre a Ásia, as pessoas costumam colocar tudo no
mesmo saco, é como se Japão e Indonésia fossem uma coisa só. Há várias Ásias, há vários
países extremamente diferentes com povos diferentes por esse que é o maior dos continentes tanto em área como em população.

Leia também: como é morar em Hong Kong

Metade das pessoas do mundo moram nesse continente, e se o povo brasileiro não é o
mesmo, o que dizer de mais de 4 bilhões de pessoas espalhadas em 45 diferentes países?
Existem países extremamente pobres na Ásia, mas existem países extremamente ricos, o
segundo país mais rico do mundo fica justamente na Ásia (oi, China!).

Costumo dizer que há várias Ásias, e mesmo dentro de um país asiático há vários países. Não dá para pensar só em coisa ruim, ou deixar o medo acreditar que você não vai se adaptar ou que não vai encontrar nada para comer.

A Ásia pode assustar num primeiro momento, mas depois você não vai querer mais ir embora (pelo menos é o que me contam!) e você? O que acha de tudo isso?  Tem medo de morar na Ásia? Escreva nos comentários!

Related posts

Dez palavras para não estranhar em Portugal

Léia Lima

Nomes finlandeses: é homem ou mulher?

Maila-Kaarina Rantanen

Cinco práticas asiáticas estranhas para os brasileiros

Vanessa Tenório

2 comentários

Yone Abril 6, 2018 at 7:15 am

Texto claro e bem escrito! Com certeza feito com a paixão dos viajantes!

Resposta
Paula Augot Abril 6, 2018 at 10:31 am

Obrigada Yone!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação