BrasileirasPeloMundo.com
Hong Kong Vistos & Cidadanias Pelo Mundo

Tipos de Vistos para morar em Hong Kong

vistos em hong kong

Tipos de Vistos para morar em Hong Kong.

Hong Kong é um dos destinos da Ásia que mais atrai expatriados. Hong Kong é também um dos lugares mais “fáceis” de morar na Ásia, pelo fato de ser um lugar bem globalizado e com muitos estrangeiros.

Assim como todo país estrangeiro, você precisa de um visto especial para morar lá, e eu decidi escrever sobre os principais tipos de vistos em Hong Kong.

Tipos de Vistos para morar em Hong Kong

Visto de turista

A maioria das pessoas não precisa de visto para viagens de turismo em Hong Kong (inclusive brasileiros e portugueses) e é possível permanecer no país como turista por 7 a 180 dias, a depender da sua nacionalidade.

Hong Kong exige visto de entrada de portadores de alguns passaportes (Angola é um exemplo) e caso você precise pedir um visto antes, deve se dirigir ao consulado da China mais próximo mais próximo do seu local de residência.

Atenção: Visto para China e visto para Hong Kong são duas coisas bem diferentes, apesar de ambos serem pedidos no mesmo local!

Tipos de vistos em Hong Kong
Foto : Arquivo pessoal

Visto de estudante

É necessário estudar numa instituição credenciada, mas diferente da maioria dos casos, não é você que vai entrar com o pedido de visto, a escola ou universidade é que vai dar entrada na papelada. As exigências variam de acordo com a instituição de ensino e do que você vai estudar. Para maiores informações, consulte a instituição de ensino.

Visto de trabalho

Com uma quantidade grande de estrangeiros trabalhando no ramo de finanças, o visto de trabalho é um dos tipos de vistos em Hong Kong mais populares. Para ter um visto de trabalho, é necessário que uma empresa entre em contato com o Departarmento de Imigração de Hong Kong para iniciar os trâmites legais.

É possível chegar com um visto de turismo e conseguir um trabalho?

Até é, mas a possibilidade é bem pequena! Para conseguir um visto de trabalho, é necessário que você tenha um certo grau de especialização, e que seja uma mão de obra altamente especializada, e ainda assim não é tão simples.

Vejo muita gente em grupos do Facebook procurando emprego para ter um visto de trabalho, mas a coisa não é bem assim. A menos que você seja mão de obra altamente qualificada, a empresa não vai ter despesas a mais para ter um funcionário estrangeiro, sendo que pode recrutar um local que é mais simples de contratar, e ainda fala a língua!

A empresa que oferece o emprego, deve provar que não há nenhum local que possa ocupar o cargo, e que eles realmente precisam do estrangeiro.

Visto de dependente

O visto de dependente é concedido para o cônjuge e/ou filhos menores de 18 anos de alguém com visto de trabalho ou de negócios em Hong Kong. O visto de dependente é concedido para casais que sejam casados legalmente.

O visto de dependente sempre tem a mesma duração do visto de quem você é dependente, e um está ligado ao outro. Para ilustrar melhor: se você tem visto de dependente porque seu marido tem visto de trabalho, o visto de vocês tem a mesma validade, e se ele por acaso perder o emprego (e o visto) o seu será automaticamente cancelado também.

Oficialmente, o departamento de imigração de Hong Kong não reconhece a união estável. Mas no próprio site eles dizem que se houver provas genuínas de um relacionamento, isso pode ser usado a favor do casal. PODE ser usado, mas não dá direito automaticamente a um visto de dependente.

Não há informações oficiais sobre o que seriam provas de relacionamento, mas se você tiver um contrato de união estável do seu país de origem, isso certamente conta muitos pontos na decisão.

Outras coisas que podem favorecer e servir de provas são faturas com o mesmo endereço, como por exemplo uma conta bancária conjunta, declaração de imposto de renda conjunto, fotografias de vários anos diferentes mostrando o casal etc…

Visto de negócios

Se você tem capital e deseja investir em Hong Kong, há também um visto específico para a sua situação. Entre os tipos de vistos em Hong Kong, ele não é o mais fácil por precisar de muitos documentos, planos de negócios e uma grande quantidade de dinheiro.

Visto para empregados domésticos

Hong Kong tem um alto percentual de domésticas estrangeiras, vindas das Filipinas ou Indonésia na sua maioria, e elas tem uma classificação de visto especial. O visto é ligado a uma família, que no caso precisa garantir alimentação e moradia para a doméstica, além de outros direitos.

Algumas dessas domésticas tentam fazer um bico no final de semana e no tempo livre, oferecendo serviços por hora a outras pessoas. Contratar uma dessas domésticas é ilegal, uma vez que o visto que elas tem é ligado a uma família em específico, e elas não podem trabalhar para outra pessoa enquanto o contrato estiver em vigor.

E depois?

Depois que você tem o visto e que chega para ser residente, é necessário dar entrada na HKID que nada mais é que um documento de identidade. Sem esse documento, é impossível fazer qualquer coisa em Hong Kong, você precisa dele até para abrir conta em banco.

Para vocês verem que realmente é necessário ter toda a documentação correta: me pediram a HKID inclusive quando fui me inscrever na academia do bairro, e a cada vez que recebo algo do correio e que preciso assinar, o documento também é necessário.

Você pode marcar horário para fazer a HKID pela internet e no dia escolhido, é relativamente fácil. Em 1h eu sai de lá com um recibo para ir buscar minha HKID depois de uma semana, mas com o recibo já é possível abrir conta em banco e ir ao médico sem problemas.

Related posts

Entrar na Argentina apenas com o RG

Fabi Lima

Novidades no processo de pedido da nacionalidade espanhola por residência

Susana Sawa Toledo

Novas regras para visto de trabalho na China

Christine Marote

2 comentários

amanda Junho 26, 2018 at 1:42 am

Ola Paula, tudo bem?

Eu gostaria que vc me esclarecesse algumas duvidas. Eu moro na Holanda ( tenho visto p morar mas o passaporte eh brasileiro) e meu namorado vai viajar em 2019 para Hong Kong para estudar e vai passar mais de 3 meses e eu gostaria de ir com ele. Eu li no seu blog que para ir para Hong Kong não eh necessário visto e que pode ficar 180 dias mas com estadia de no maximo de 90 dias, certo? mas no caso apos eu completar os 90 dias eu teria que ir para outro lugar e depois de alguns dias voltar para HK , no caso passo 3 meses em HG, saio de la, depois volto e passo mais 3 meses e assim ficaria no total 180? e se eu quiser visitar outras cidades tenho que solicitar o visto para esses lugares? sou de Fortaleza entao tenho mandar os documentos pelo correio para o consulado em Brasilia?

Desde ja agradeço ❤

Resposta
Paula Augot Junho 26, 2018 at 9:05 am

Amanda

Sim, você pode entrar como turista e ficar 90 dias. O problema é que passado esses 90 dias vc tem que ficar um tempo fora para poder pedir novamente os 90 dias. Você não precisa pedir o visto em Fortaleza, como vc reside na Holanda, pode pedir em Amsterdam ou outra cidade que tenha consulado e seja perto de você, eu recomendo vc entrar em contato com o consulado que pode te orientar a pedir um visto que te permita ficar por mais tempo e sem precisar entrar como turista.

Boa sorte!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação