BrasileirasPeloMundo.com
Malásia

Ramadan em Kuala Lumpur

Ramadan em Kuala Lumpur.

No dia 16 de maio, aqui na Malásia, iniciou-se o mês do Ramadan ou Ramadã. O Ramadan tem duração de um mês, sendo este o período do ano mais sagrado para os muçulmanos. Segundo o alcorão, o profeta Maomé disse: “Quando o mês do Ramadã começa, os portões do céu são abertos e os portões do inferno estão fechados e os diabos são acorrentados”.

O Ramadan é um período de conexão e reflexão em que os muçulmanos praticam um dos 5 pilares do Islã: o Sawm (que significa abster-se). Durante o mês do Ramadan os muçulmanos praticam o Sawm, que nada mais é do que um jejum que começa ao nascer do sol e termina ao pôr-do-sol. Esse jejum engloba comida, bebida (inclusive a água), atividade sexual e todo comportamento imoral, como por exemplo: mentir, ter pensamentos impuros, falsidade. Todos os praticantes da religião são obrigados a participar do jejum. Há dispensas, apenas, para mulheres grávidas ou amamentando, doentes, idosos que não tenham mais condição, mulheres que estejam menstruadas durante o início do Ramadan e para crianças menores de 7 anos. Na verdade, as crianças começam o jejum aos 8 anos. Antes dessa idade eles fazem o jejum apenas de água, podendo se alimentar normalmente durante o período do Ramadan.

Os muçulmanos acreditam que a prática ao jejum tem um impacto tanto social quanto espiritual em suas vidas. Que o jejum serve para lembrá-los da fragilidade do ser humano e para despertar a compaixão em ajudar os pobres e necessitados. Além, claro, de fortalecer a ligação espiritual e o relacionamento com Deus.

O jejum no período do Ramadan começa ao nascer do sol, mais ou menos às 05h30; e termina ao pôr-do-sol, às 19h18. Lembrando que esses horários são considerados pelas pessoas que vivem aqui na Malásia e que de país para país ele varia. Todas as pessoas que estão fazendo o jejum devem acordar antes do nascer do sol para fazerem a primeira refeição. Após a primeira oração a vida segue normal, as crianças vão para a escola, os adultos vão para o trabalho. Apesar do jejum, nada muda na rotina. Aqui na Malásia, durante o período do Ramadan, a única coisa que muda é o horário de trabalho; pois, como eles não fazem horário de almoço, a carga horária termina uma hora mais cedo, às 17h.

Leia também: Chegando em Kuala Lumpur

Após o pôr-do-sol, os muçulmanos se reúnem para o ifṭār. O ifṭār é como é chamada a refeição de quebra de jejum. Geralmente os muçulmanos se reúnem com seus familiares e amigos para a refeição. Após o ifṭār, a maioria dos muçulmanos seguem para as mesquitas onde são realizadas as últimas orações do dia.

Conforme já disse em um texto anterior, a população muçulmana, na Malásia, corresponde apenas a 60%. Durante o período do Ramadan, nós, estrangeiros, não somos tão impactados. Os restaurantes funcionam normalmente. As lojas e supermercados não alteram o seu horário de atendimento. Bebidas alcoólicas são vendidas normalmente, ou seja, para quem não está fazendo o jejum, nada é alterado.

Esse é o primeiro ano que realmente vivo o Ramadan aqui na Malásia. Nesse período, percebi que as praças de alimentação ficam bem mais vazias durante o dia; o trânsito fica muito mais tranquilo; pois, a maioria das pessoas não saem para almoçar, além da cidade ficar muito bonita, decorada com diversas luzes, flores e lanternas.

Este ano, aqui na Malásia, o Ramadan irá terminar no dia 14 de junho, seguido por um feriado nacional de 3 dias.  Nesse período, é realizada uma grande festa conhecida como Eid al-Fitr, que significa a celebração do fim do jejum. Muitos muçulmanos viajam para se reunir com suas famílias e trocar presentes. O Eid al-Fitr, para eles, é como se fosse o nosso Natal. É um período que eles aproveitam para estar em família, além de se reunir  para ajudar os menos favorecidos.

Foi muito interessante poder vivenciar esses dias de Ramadan aqui na Malásia e ver a força de vontade que os muçulmanos têm em buscar uma conexão espiritual mais forte com Deus e ajudar o próximo.

Poder mergulhar nessas diferenças culturais é simplesmente fantástico!

Feliz Ramadan! Ou melhor, Ramadan Kareem para todos!

Related posts

Trabalho voluntário em Kuala Lumpur

Vanessa Taboada

Natal em Kuala Lumpur

Fernanda Froimtchuk

Licença maternidade pelo mundo

Ann Moeller

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação