BrasileirasPeloMundo.com
República Tcheca

República Tcheca – O Verão dos Tchecos

É verão no hemisfério norte. Período escolhido por muita gente para dar uma voltinha pela Europa contando que assim não vá ter grandes surpresas com os termômetros. Se esse é seu caso e você escolheu Praga como seu destino de viagem, aviso logo: pode ser que o verão aqui te surpreenda. Pode ser que de repente as manhãs ‘fresquinhas’ de Praga (por vezes 14°C) não seja aquilo que você chamaria de verão. Mas pode ser que a surpresa seja o extremo oposto e mesmo com toda sua experiência em verões tropicais no Brasil você se veja passando calor… 30 e tantos graus de calor sem ar condicionado (pois é assim que é na maioria dos lugares por aqui).

E para atacar o calor, uma caneca de cerveja. É certo que sugerir uma caneca de cerveja aqui  não depende muito da estação do ano. Se perguntarmos a um Tcheco qual o primeiro lugar em Praga que ele apresentaria a um amigo a passeio pela cidade, arrisco (com 99,5% de certeza) que sua resposta seria: um PUB.

Mas no verão uma simples pausa pra cerveja toma outras proporções… e isso não é mera força de expressão. É quando os restaurantes (quase sempre escondidos escada abaixo, em ‘mundos subterrâneos’) abrem as portas de seus jardins, zahrada, ou se estendem pelas calçadas.

image_4

Contudo não vim fazer a vez do Guia 4 rodas indicando esse ou aquele PUB (ainda preciso fazer mais ‘pesquisa de campo’ para dar umas indicações verdadeiramente testadas… hehe). Vim aqui dar algumas sugestões de como aproveitar o combo verão-cerveja no estilo tcheco.

Parque Letná

Não muito distante do castelo (que com certeza estará na sua programação turística) fica essa área verde: Letenské sady, o parque Letná – cujo nome parece ter tudo a ver com leto, que é verão em tcheco (mas isso é mera observação dessa estrangeira aqui). O que essas árvores não contam é que ali, em meio a essa tranquilidade toda, já ‘residiu’ o comunismo; representado por uma enorme estátua de Stalin num ponto do parque com uma vista privilegiada da cidade. Hoje já não há estátua, mas a vista continua belíssima.

image_3Além de um pouco de sombra e tranquilidade, o parque conta com um biergarten, ou seja, uma área com bastante sombra, muitas mesas e banquinhos pra você se sentar e saborear uma cerveja. Para quem não sabe, quando falo cerveja aqui estou me referindo ao que no Brasil chamamos de chopp (que é servida sob pressão a partir de barris). A medida padrão é 500 ml e se quiser beber menos vai ter de informar que deseja malý pivo, ou seja, a pequena de 300 ml.

image_1Comidinhas?! Creio que só mesmo linguiça acompanhada de ketchup/mostarda e uma fatia de pão (o escurinho, chleba)… tudo no estilo mais tcheco de ser.

Riegrovy sady

Pertinho do Museu Nacional, Národní Muzeum, esse parque parece ser o ponto para onde convergem cerveja e esporte. Explico. O biergarten aí, mais que cerveja e linguiças, conta com dois telões sempre ligados no esporte do momento – nem é preciso dizer que esse era o ponto de encontro pra curtir a Copa. E mesmo se você não é muito fã da cerveja e/ou esportes pode curtir a atmosfera do lugar saboreando uma super rosada malinovka (um refrigerante de framboesa) ou a tradicional kofola (versão tcheca para coca-cola).

Parque Stromovka

Bicicletas, patins, patinetes… um lugar para picnic (naquele estilo bem filme: com cesta de vime sobre toalha xadrez)… famílias, crianças, cachorros…muitos cachorros (afinal, por aqui todos prezam bastante o melhor amigo do homem); essa é a visão desse imenso parque muito apreciado pelos locais. Apesar de menos turístico e tendo o principal restaurante em reforma, é possível encontrar um ponto de venda de cerveja nas barraquinhas próximas do restaurante ou nas imediações do Planetarium (e cá entre nós, foi uma das cervejas mais baratas que já tomei por aqui). No mais, se você é daqueles que curte uma caminhada, de Stromovka para o Chateau em Troja é um pulo (ou quase isso… basta atravessar uma ou duas pontes).

image_2

Em linhas gerais, o lema do verão por aqui é estar ao ar livre. Seja num biergarten ou com umas cervejas compradas no supermercado ou mesmo deitado na grama tomando banho de sol (sim, acontece de verdade)… o importante é tirar o melhor proveito do nosso astro rei.

Related posts

As tradições de Natal na República Tcheca

Isadora Costa

Dicas para estudar em Praga

Isadora Costa

República Tcheca – Mal Entendidos

Giselle Antunes

6 comentários

dia 30. Soft | Far away, so close Agosto 30, 2014 at 8:27 pm

[…] P.S. Mais uma participação minha no blog Brasileiras pelo Mundo. Dessa vez estou falando do verão tcheco. Se ainda não viu, visite o post AQUI. […]

Resposta
Vivian Agosto 30, 2014 at 9:52 pm

Fico cada vez mais com vontade de conhecer Praga!! 🙂

Resposta
Giselle Antunes Agosto 31, 2014 at 8:01 pm

Obrigada pelo comentário, Vivi. Acho que o objetivo do post foi parcialmente alcançado; fazer vontade. Agora resta matar a vontade 🙂

Resposta
Joy Matta Setembro 11, 2014 at 5:11 pm

Lindas as fotos!!! Me teletransportei por alguns minutos em quanto lia….. Mas ainda bem que vc avisou sobre o verao “fresquinho”!!

Resposta
Giselle Antunes Setembro 13, 2014 at 6:47 pm

Olá Joy. Fico contente que tenha consigo entrar no clima do verão tcheco com o post. É pena que agora em setembro só sobrou a parte ‘fresquinha’ do verão.
Obrigada pela visita e pelo comentário.

Resposta
República Tcheca – A Vez do Vinho Setembro 25, 2014 at 7:06 pm

[…] último post falei de como cerveja e verão são conceitos bem conectados para os tchecos. Talvez não seja […]

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação