BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo EUA Turismo Pelo Mundo Washington

Road Trip: de Washington, DC a Key West

Road Trip de Washington, DC até Key West, Flórida

Road Trip de Washington, DC até Key West, Flórida.

Moro na capital dos EUA, Washington, DC. Já explorei bastante esses lados, nesse post vou dar dicas de lugares caso você queira se aventurar de carro partindo da capital e descendo até literalmente, o ponto zero dos EUA, Key West na Flórida.

Richmond, VA

Partindo de DC, seguindo pela rodovia 95, aproximadamente duas horas depois (177 km), você chegará em Richmond, na Virgínia.

Em uma tarde que passei lá, conheci o Virginia Holocaust Museum, que possui um acervo incrível sobre o holocausto, é um museu bem interativo. Logo na entrada você assiste um vídeo com relatos de pessoas que viveram na época. Depois, segue pelas salas repletas de histórias de sobreviventes e dos que morreram durante esse período. É um museu incrível e de graça!

Encontrei um mercado brasileiro, o Sweet Mart RVA, onde comi um delicioso sanduíche de queijo com mortadela no pão francês. Caminhei pela região da Canal Walk, onde tem restaurantes e barzinhos à beira de um canal e um paredão de grafite bem fotogênico e para finalizar, bebi um drink no Casa Del Barco, um restaurante/bar mexicano ali pertinho. 

Virginia Beach, VA

Se você estiver com tempo e viajando no verão, pode dar um pulo também em Virginia Beach. Para isso, terá que sair um pouco da rota da 95, mas vale a pena por um banho de água salgada. 

A Virginia Beach Oceanfront é a praia mais badalada, tem um calçadão bem legal cheio de lojinhas, restaurantes, bares e hotéis. A praia em si costuma ser bem cheia. Para um local mais calmo, recomendo a Chick ‘s Beach ou a Sandbridge Beach.

Charleston, SC

Voltando para a rota 95, sentido sul, você chegará em Charleston, na Carolina do Sul. Saindo de Virginia Beach são quase 7 horas de viagem (733 km). 

Conheci o Historic Charleston City Market, Nesse complexo cheio de lojinhas você vai encontrar produtos artesanais, naturais, roupas e muitos souvenirs. Ali perto há também muitos restaurantes, bares e lojas. As ruas são tomadas pelas charmosas carruagens cheias de turistas e locais aproveitando o dia.

Leia também: Dicas de compras em Virginia Beach e região (EUA)

Fizemos um walking tour com a empresa Lowcountry Walking Tours, O guia nos levou para uma caminhada entre as ruelas cheias de casas milionárias do centro histórico da cidade. Foi um passeio maravilhoso, pois cada lugar que passávamos, o guia nos contava histórias incríveis sobre a cidade.

Ele também nos levou na The Tavern, a adega mais antiga dos Estados Unidos, que na época da Lei Seca era disfarçada de barbearia. Os homens iam para lá fingir que iam cortar o cabelo e fazer a barba para poder beber no porão. Terminamos o dia no Waterfront Park.

Savannah, GA

Saindo de Charleston, a próxima parada foi Savannah. Visitei o Savannah Historic District durante a noite, e fui a um bar chamado Savannah Smiles Dueling Pianos. Gostei muito, tinha uma banda tocando ao vivo vários clássicos do pop, rock e reggae. A região é bem agitada, tinha vários bares e baladas perto umas das outras, por isso, dá pra ir pulando de bar em bar.

No centro histórico é onde também fica a River Street, a rua ao longo do Rio Savannah conta com mais de 75 butiques, feirinhas, galerias e estúdios de arte, restaurantes e pubs. Ali também, você encontrará muitas ofertas para passeios turístico. Uma boa é caminhar até o Parque Forsyth, um parque bem bonito cheio das árvores famosas de Savannah, cobertas de musgo espanhol que dá um charme especial à cidade.

Outro passeio que eu amei foi visitar o Bonaventure Cemetery. Um cemitério cheio de histórias interessantes e muito famoso pelas tumbas artísticas e as árvores. 

Viajar na Florida
Forsyth Park em Savannah – Acervo Pessoal

St. Augustine, FL

Saindo de Savannah, continuando pela rota 95, sentido sul, você logo cruzará para o estado da Flórida, e a próxima parada que eu recomendo é St. Augustine. É a cidade mais antiga dos Estados Unidos e foi fundada pelos espanhóis em 1565.

Visitei o Castillo de San Marcos, um forte construído em 1672. De lá, dá pra caminhar pelo centro histórico da cidade, lotada de lojinhas, restaurantes, museus, carruagem e trenzinhos de passeios turísticos. Para o almoço, recomendo o restaurante de frutos do mar chamado Harry ‘s Seafood and Bar.

Um pouco mais afastado do centro, fica o Alligator Farm. Eles têm até tucano, mas a atração mesmo são os jacarés e crocodilos. Próximo dali fica o Farol da cidade. Construído em 1871. É possível subir os 219 degraus para ter uma vista incrível de St. Augustine. Eu não tive tempo, mas se você for ficar à noite pela cidade, no Farol, eles oferecem tours fantasmas, deve ser super interessante.

Miami, FL

Além da praia, Miami tem muita coisa legal para fazer. Durante o inverno, é o único estado dos EUA que você verá a galera usando roupas de calor. É uma ótima escapada para festas de final de ano pra quem não gosta de frio. 

Eu recomendo curtir a praia e, na mais famosa South Beach, também alugar uma bicicleta e ir até a South Pointe Park Pier, onde você vai ver uma paisagem belíssima de mar cristalino e barcos milionários, com o toque elegante dos restaurantes à beira dos clubes de iate, ali perto tem também a famosa churrascaria brasileira Fogo de Chão.  

Visitei também o Jardim Botânico, que apesar de bem pequeno, é uma gracinha.

Se você tiver tempo, recomendo também o Coral Castle, fica a mais ou menos uma hora de distância de South Beach. É um castelo de corais que foi construído por um velhinho chamado Edward Leedskalnin, por volta dos anos 20. 

Leia também: Road Trip nos EUA: dicas para pôr o pé na estrada

É uma obra linda e o mais curioso é que ele aclamava que a fez todo sozinho, sem ajuda de ninguém. As pedras eram muito pesadas e, hoje em dia, muitas teorias foram construídas em torno dessa obra. Muita gente acha que é impossível que ele tenha feito isso em alguma ajuda extra terrestre, ou divina, ou até mesmo mágica.

Key West, FL

Saindo de Miami, você vai pegar a rota 1, três horas depois você chegará na famosa Key West. Uma ilha pertencente à Florida Keys, que é um arquipélago no estado da Flórida.

Eu fiz um bate-e-volta e o dia estava chuvoso, por isso, infelizmente não conheci as praias. Mas a cidadezinha é incrível, um charme só, com carinha de cidade antiga. 

Comecei pela Duval Street, uma rua cheia de lojinhas, bares e restaurantes. Ali perto tomei um café no Cuban Coffee Queen, não sei se era um verdadeiro café cubano, mas pela qualidade do café, valeu a pena.

Depois fui para a Mallory Square, uma praça com mais restaurantes, lojas e museus e aquário. Parei para comer em um bar incrível, chamado Sunset Pier, em uma doca de frente para um mar, que, mesmo em um dia chuvoso, chegava a brilhar de tão cristalino. Eles possuem apenas comida de bar, mas pela cervejinha, o mar e a banda ao vivo que tocava um rockabilly, valeu a pena demais.

Southernmost Point of the Continental US, foi a próxima parada, é o ponto mais próximo de Cuba. Também passamos pela placa da Rota 1 que começa ali e sobe até o estado de Maine borda com o Canadá!

E aqui termina a aventura!

Related posts

Enxoval de bebê em Nova Iorque

Debora L. Juneck

Bons motivos para visitar o Bronx, em Nova Iorque

Michelle Marinho

Cinco invenções criadas em Nova Iorque (e você não sabia)

Debora L. Juneck

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação