BrasileirasPeloMundo.com
EUA Transporte Público Pelo Mundo

Transporte Público em Boston

Boston, transporte público em Boston, MBTA
Transporte público em Boston.

Eu adoro me programar para viajar. O planejamento é sempre uma das partes mais divertidas: o que visitar, onde comer, os melhores passeios, ouvir dicas de amigos e por aí vai. E uma das coisas que eu sempre tento me planejar MUITO bem antes é como vou me locomover pela cidade ou até mesmo dentro do país que vou visitar. Morro de medo de me perder e se programar com os meios de transporte sempre evita muita dor de cabeça (além de muitas vezes economizar uma boa grana!).

Há 4 meses, me mudei para Boston, em Massachusetts. Diferentemente do Mississippi, Boston é uma cidade grande e desenvolvida e com um transporte público de dar inveja a muitos outros grandes centros dos Estados Unidos.

Neste post, vou falar sobre o transporte público em Boston e também os meios de locomoção que você encontra na região.

Leia também: vistos para morar nos Estados Unidos

Do Brasil a Boston, há voos com escala saindo de várias capitais do país. A partir de julho de 2018, a LATAM vai começar a operar voos diretos de São Paulo para Boston.

CIRCULANDO PELA CIDADE

O metrô de Boston, chamado de MBTA e conhecido como “T”, te leva para diversos pontos da cidade e não é nada complicado como muitos dizem. O MBTA também leva para Cambridge, que fica coladinho em Boston. O MBTA está dividido em metrô (subway), ônibus (bus), trem (commuter rail), balsas (ferry) e o The Ride, um serviço destinado a pessoas com deficiência física.

Para acessar o mapa completo do T, clique aqui.

Veja todos os horários das diferentes linhas clicando aqui. Os metrôs passam rapidamente e possuem longas horas de operação, variando desde por volta das 4:30 da manhã até meia-noite (cheque cada linha para informações mais detalhadas).

O passe único para circular no metrô é USD2.75 ou USD2.25 com o cartão CharlieCard, que pode ser adquirido em qualquer quiosque de atendimento ao consumidor nas estações. Todos os tipos de passes (metrô e ônibus e suas tarifas podem ser encontrados clicando aqui). A vantagem do CharlieCard, além de ser mais barato, é que oferece a integração gratuita com o ônibus.

Caso você vá passar ao menos uma semana e tem a intenção de circular bastante de metrô, há a possibilidade de comprar o passe válido por 7 dias corridos a partir da data do primeiro uso (o chamado “7 Day Pass”), que custa USD21.25. O passe de 7 dias pode ser usado para ônibus, metrô, balsas (ferry) e o trem (commuter rail). Há também a opção de comprar o passe mensal, por USD84.50 – basta fazer a conta do quanto você usaria por semana ou por mês e ver se compensaria comprar o passe semanal ou mensal.

Os passes podem ser comprados nos guichês ou nas máquinas dentro do metrô – e ambos aceitam dinheiro ou cartão de crédito/débito.

Ao chegar na cidade pelo Logan International Airport, você poderá acessar o metrô pela Silver Line (um ônibus que dá acesso gratuito a todas as linhas de metrô).

No site do MBTA você encontra um “Planejador de Viagem”, e o sistema calcula pra você os transportes públicos necessários para os itinerários inseridos. Clique aqui para calcular o seu.

Eu gosto bastante de ver os itinerários pelo Google Maps, pois ele cruza com os itinerários para serem feitos a pé ou de carro. Neste link, você pode ver o mapa do MBTA dentro do Google Maps.

BOSTON E REDONDEZAS

Para acessar a grande maioria das cidades ao redor de Boston, o carro é a melhor opção, pois são cidadezinhas menores sem acesso ao metrô. O Commuter Rail leva a lugares mais afastados, como Providence, capital do estado de Rhode Island; Rockport, no extremo norte de Massachusetts; e outras cidades mais afastadas do estado.

As taxas variam de USD2.25 a USD12.50. Há também a opção do passe mensal, de USD84.50 a USD398.50.

Para o Commuter Rail, os horários são mais espaçados (geralmente de hora em hora de dia de semana e a cada duas horas aos finais de semana).

Clique aqui e confira o mapa, cronograma e tarifas do Commuter Rail.

ALTERNATIVAS AO TRANSPORTE PÚBLICO

Uma boa alternativa ao transporte público é usar o ZipCar, aplicativo para carros compartilhados. Na região central de Boston ele possui extensão frota de carros que facilita a utilização do serviço. O pagamento é feito por hora utilizada e há diversos pontos de retirada e devolução. Para mais informações, clique aqui e procure pelo carro mais próximo. Algumas facilidades que os usuários do ZipCar gostam é pelo fato de ter gasolina à vontade, um limite alto de milhas a serem rodadas e a praticidade de retirada e retorno do carro para curtos períodos de tempo.

Uber e Lyft também funcionam bem na cidade e, dependendo da quantidade de pessoas no seu grupo, pegar um deles é uma boa alternativa (mais rápida e barata).

Lembrando que passear pelo centro de Boston é sempre uma delícia. Fazendo um trajeto otimizado e visitando pontos turísticos que são próximos uns dos outros, muitos dos passeios conseguem ser visitados a pé, aproveitando para passear pelas belas ruas da cidade (a arquitetura por si só já é um ótimo entretenimento!).

Fique à vontade para deixar nos comentários caso tenha qualquer dúvida em relação ao transporte público de Boston! Ficarei feliz em ajudar!

*Todos os valores e informações são referentes a Junho de 2018.

Related posts

Dicas para o verão na Califórnia

Raiane Rosenthal

Spring Break em Washington, D.C. – O que ver e fazer?

Lorrane Sengheiser

Como praticar Direito nos EUA com formação e licença no Brasil

Thais Amaral Tellawi

4 comentários

DANIEL COLONESE Julho 22, 2018 at 12:24 am

Mariana, boa noite,

Estou indo para boston na semana que vem, porem apos seu post, fiquei com uma duvida. Se eu adquirir o CharlieCard, e na minha viagem precisar de mais de um modal, como isso é debitado do cartão? Quantas viagens cabem dentro desse cartao na semana?

Resposta
Mariana Carvalho Julho 22, 2018 at 7:01 pm

Oi Daniel, tudo bem?
Acredito que não há um limite de passes que você pode colocar no CharlieCard. Mas caso você vá usá-lo por uma semana várias vezes, aconselho a pegar o CharlieCard 7-Day Pass: https://www.mbta.com/fares/subway-fares#7-day, que te dá viagens ilimitadas por 7 dias por um preço fixo.

Resposta
Tiago Setembro 29, 2018 at 4:31 pm

Como o transporte público em fevereiro no inverno ?

Resposta
Sidney Novembro 21, 2018 at 1:25 am

Eu também tenho essa dúvida do Tiago. Em Janeiro e Fevereiro com temperaturas abaixo de zero pode ser inviável pegar transporte público por não estarmos acostumados com tão baixas temperaturas.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação