BrasileirasPeloMundo.com
Hungria Transporte Público Pelo Mundo

Transporte público em Budapeste

Transporte público em Budapeste.

O transporte público é um assunto recorrente nos meus textos, fico impressionada com a qualidade e facilidade que temos aqui em Budapeste.

A empresa responsável é a BKK (Budapesti Közlekedési Központ) e considero os preços bem justos, ainda mais considerando a média praticada pela Europa. Já viajei para lugares em que paguei um valor elevado e não foi tão bom quanto aqui.

O Google Maps funciona bem e é pontual, caso queira uma opção ainda melhor, indico baixar o aplicativo no celular da própria BKK (BKK FUTÁR). Ele tem a versão em inglês e além de mostrar em tempo real a localização do transporte que você precisa, tem um “Trip planner”, em que você insere o horário, local e para onde quer ir, muito útil quando tenho voos de madrugada e preciso do ônibus noturno para o Aeroporto.

Para os turistas, se locomover através de ônibus, metrô ou tram é muito fácil. Acredito ser muito mais recomendável visitar a cidade assim, tenho certeza que encontrará charme em cada canto que passar.

O bonde 2 faz o percurso pela beira do Rio Danúbio e te levará até o Parlamento (parada obrigatória para quem nos visita). Além disso, também chega ao Mercado Central e até a Ilha Margarida.

São 4 linhas de metrô que funcionam das 4h30 às 23 horas aproximadamente, com frequência de 3 a 15 minutos. É importante saber que em Budapeste você não encontrará catracas, portanto, sempre valide o seu ticket nas máquinas laranjas antes de entrar (caso seja um bilhete individual) e apresente aos fiscais que ficam na entrada.

Leia também: Como é morar em Budapeste?

A linha 1 do metrô é a segunda mais antiga da Europa, perdendo apenas para Londres. Ela passa pela Avenida Andrássy (considerada a Champs Élysées local). É a principal para a rota turística, já que abrange em seu percurso a Praça dos Heróis, Ópera e passa bem próximo da Ponte das Correntes.

Um ônibus útil é o 16 (ou 16A) que vai do lado de Pest até Buda, onde você poderá conhecer o Bastião dos Pescadores, Igreja de St. Mathias e o Castelo de Buda.

Durante a noite, temos ônibus noturnos que operam das 23 horas às 5 horas da manhã. Moro perto do tram 4/6 que é 24 horas, ele me leva para quase todos os lugares e durante o itinerário passa pelas linhas de metro, garantindo praticidade e rapidez.

Normalmente existem painéis informativos sobre as linhas que passam naquele ponto e a previsão de quantos minutos você aguardará.

Como comprar o bilhete?

Nas máquinas, com os fiscais ou com o motorista dando o dinheiro exato.

A moeda da Hungria é o Forint Húngaro, que abreviado fica HUF.

Tipos de bilhetes

O bilhete individual é denominado como “single ticket” e custa 350 HUF (pouco mais de 1 euro). Caso você compre diretamente no ônibus pagará 450 HUF.

Dependendo do trajeto, pode ser que você ande no máximo 3 estações de metrô e está autorizado a comprar o “Short section metro ticket for up to 3 stops” por 300 HUF.

Budapeste é uma cidade consideravelmente grande, dependendo do período de estadia e localização, o transporte público se fará necessário com certa frequência. Pensando nisso, adquirir o bloco de 10 tickets é vantajoso. Financeiramente é uma economia de menos de 2 euros, no entanto, poupará de comprar toda vez um bilhete individual e com os 10 em mãos, outras pessoas também podem utilizar (já que são 10 bilhetes individuais que você pagará 3000 HUF e sairão agrupados).

Fonte: www.bkk.hu

Caso você utilize o transporte com frequência no mesmo dia e combine por exemplo o metrô + ônibus, os passes diários se encaixarão melhor na sua necessidade.

Existem opções para 1, 3, 7 dias ou o passe mensal (é o que utilizo e pago 9500 HUF todo mês).

Fonte: www.bkk.hu

Estar perto de um tram 24 horas e um metrô é a certeza de que chegarei a qualquer canto da cidade, independente do horário. Essa liberdade realmente me encanta, me sinto segura quando preciso voltar sozinha e nas áreas mais centrais você encontrará muitos jovens durante toda a madrugada.

Leia também: Custo de vida em Budapeste

Como em qualquer lugar, é bom ficar alerta e prestar atenção ao que está acontecendo em volta, no entanto, o mais comum são os pick pockets (batedores de carteira), principalmente durante o Verão.
Nunca aconteceu nada demais comigo e confesso que no dia-a-dia vivo distraída e é super tranquilo. Diferente de outras cidades europeias, aqui não tenho medo nenhum de andar sozinha durante a noite.

Costumo viajar durante os fins de semana para países próximos e o horário dos voos frequentemente são de madrugada ou de manhã bem cedinho. Sempre utilizo o transporte público e recomendo todos a usufruírem disso também.

Já visitou Budapeste? O que achou dos deslocamentos através do transporte público? Conta pra gente!

Related posts

Mercado de trabalho em Budapeste

Rafaela Baena

Transporte Público em Los Angeles

Raiane Rosenthal

Transporte público em Lima

Bruna Figueiredo

2 comentários

Pedro Junho 5, 2019 at 8:17 am

Oi Mayra, obrigado por compartilhar seus conhecimentos sobre Budapeste!
Tenho apenas 1 dúvida: consigo comprar os bilhetes dos transportes públicos com cartão de crédito? Chegarei sem a moeda local e entendo que trocar no aeroporto é desvantagem.
Obrigado!

Resposta
Antonio Carlos Dezembro 4, 2019 at 8:45 pm

Bom dia, Parabens pelo post!

Vou passar 4 dias inteiros em Budapeste com minha esposa e pretendo comprar o bloco de 10 tickts que vc sugeriu,. Esses bilhetes servem tanto para o metro como para os bondes amarelos??
Obrigado

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação