BrasileirasPeloMundo.com
Turquia

Turismo de saúde na Turquia

Turismo de saúde na Turquia.

Quando pensamos em turismo, pensamos em praias, história, lugares interessantes, compras, cidades diferentes, belas paisagens, aventura, cultura, gastronomia, etc. E em turismo de saúde, já pensou sobre isso? E se a tudo que vem a nossa mente acrescentarmos mais isso, saúde, estética, bem-estar?

É o que descobri morando na Turquia nesses dois anos e o que me fez mudar para Istambul, cidade que passei a chamar de minha, há um mês e meio.

Quem me acompanha por aqui, sabe que me casei com um turco há dois anos, mudei para Izmir, terceira maior cidade da Turquia e sem falar um “oi” nessa língua tão diferente do nosso rico português.

Também sabe que escrevi sobre a crise econômica que se abate sobre esse belo país tão rico em tradições e cultura. E, por conta disso tudo me mudei para Istambul, a “cidade grande” da Turquia, lugar onde tudo acontece e onde é possível se encontrar com a vida agitada, trânsito caótico e uma correria que só aguça a minha curiosidade como nova moradora.

O barulho de buzina é constante, pessoas circulando o tempo todo, restaurantes e cafés sempre cheios, pontos turísticos lotados e uma vida que parece não ter descanso.

E o que me surpreendeu muito foi a quantidade de pessoas que vem à Turquia diariamente para o turismo de saúde. Sempre vi muitos homens caminhando pelas ruas com faixinhas na cabeça e muitos pontinhos que eu não sabia o que eram. Mas após perguntar, soube que se tratava de transplante capilar. E passei a observar mais e mais e também vi que muitas mulheres caminham com curativos no nariz porque vieram para realizar procedimento estético em Istambul, em uma das muitas clínicas que aqui existem.

E eu nunca imaginei trabalhar com isso… E aqui estou eu, estudando, aprendendo, lendo, passando meus dias dentro de uma clínica assistindo a procedimentos estético-cirúrgicos. Estou conhecendo histórias incríveis, de pessoas comuns que sonham com esses procedimentos.  Com maior poder aquisitivo ou não, elas os realizam e se transformam em pessoas mais felizes e satisfeitas consigo mesma.

Este texto renderá outros, portanto, neste primeiro, tratarei de uma forma geral sobre o assunto. Nos próximos, explanarei, cada um, de forma mais profunda.

A Turquia é um país que se tornou referência em alguns procedimentos estéticos, atraindo pessoas do mundo inteiro por sua competência e valor atraente. O transplante capilar lidera o ranking com cerca de dois mil transplantes diários nas mais de 350 clínicas somente em Istambul. É um procedimento que necessita de apenas três dias e permite ao paciente voltar as suas atividades, logo após o transplante.

Leia também: Sistema de saúde na Turquia

A procura é grande e a oferta é ainda maior. Vou fazer um texto somente sobre o transplante capilar, porque diante da quantidade de pessoas que procuram e a quantidade de clínicas que ofertam, considero um assunto interessante e importante.

Visitei várias clínicas e lugares onde esses transplantes são realizados e assisti a alguns, permitindo-me  conhecer um pouco sobre o assunto, mas o melhor é que me tornei amiga de muitas pessoas que vieram à Turquia por esse motivo, fazendo em diferentes lugares e contribuindo para um conhecimento muito mais enriquecedor.

É um dos procedimentos que deve se tomar bastante cuidado ao escolher o local onde será feito. A quantidade de pessoas que alugam salas comerciais em prédios ou andares em hospitais é muito grande e quem opta por essas “clínicas” muitas vezes desconhece isso, acreditando que caso necessite de um atendimento de emergência estará amparado pelo hospital onde o transplante está sendo feito, o que não é verdade. Considero de suma importância o esclarecimento deste conteúdo, dedicando a ele um texto completo.

A rinoplastia, o implante dentário e o breziliya poposu (bumbum brasileiro), risos (sim, muitas mulheres querem o bumbum brasileiro), são outros tratamentos estético-cirúrgicos muito realizados por aqui, também, por pessoas que vêm de toda parte do mundo.

Os valores, em relação ao Brasil, chegam a 50% mais barato, com tudo incluído, passagens, transfers, hotel quatro ou cinco estrelas, um intérprete durante todo o tempo da cirurgia e alguns kits necessários para o tratamento. Tudo isso aliado à possibilidade de fazer turismo, conhecendo um pouco da Turquia, torna o procedimento, realmente, um tanto quanto atraente.

Há valores que chegam a custar até 70% mais barato e é nesse ponto que chegarei, ao falar sobre isso com mais profundidade. Visitando as clínicas, assistindo a alguns procedimentos e conversando com as pessoas que fizeram, consegui perceber algumas diferenças entre as clínicas ou “supostas clínicas” e o mais importante, o resultado, a garantia e a assistência pós-operatória.

O transplante capilar, por exemplo, é um procedimento realizado, em sua maioria, por enfermeiros técnicos e supervisão constante de um médico especialista e certificado. É também dele, do médico, a responsabilidade de abrir os canais onde os fios serão implantados e iniciar a retirada dos folículos. Caso o paciente deseje a presença do médico durante todo o procedimento, a cirurgia dobra de valor, lembrando que a duração de um transplante capilar leva em torno de 6 a 8 horas. Um profissional nunca trabalha sozinho nesse tipo de transplante, é sempre preciso, no mínimo, três pessoas, mas em uma boa clínica há sempre quatro enfermeiros ou técnicos disponíveis para um paciente.

Outra coisa que acho interessante já ressaltar aqui neste texto é que médicos que garantem seus serviços de modo vitalício (vitaliciamente) e se preocupam com o paciente, com o resultado a longo prazo e prestarão assistência mesmo à distância, colocando à disposição do paciente uma equipe que o supervisionará no pós-operatório, são poucos. Como em todo lugar, há aqueles que trabalham apenas pelo lucro.

Uma das principais coisas que observei é que esse tipo de clínica responsável dispensa clientes não aptos ao transplante capilar enquanto outras realizam o procedimento de forma que a felicidade do paciente será por um período curto de anos. O que deve ser observado, por exemplo, talvez você esteja me perguntando. Não sou doutora no assunto, mas já consegui perceber a diferença entre os que pensam primeiro no lucro e os que pensam primeiro no paciente e nas consequências que advirão.  Médicos que garantem seus serviços por tempo indeterminado não utilizam pelos de outras regiões do corpo, somente da cabeça para o transplante capilar.

Existem pessoas que não se importam com isso e outras que chegam aqui, entram para a sala de transplante e no momento da cirurgia é que descobrem que serão usados pelos do peito e da barba, juntamente com cabelos extraídos da parte de trás e laterais da cabeça, porque sua área doadora (cabeça) não tem cabelo suficiente para doar. Se estudar um pouco verá que esses pelos tem genética diferente e as chances de permanecerem são muito menores, variando entre 20% para os do peito e 50-70% para a barba.

Este será um assunto para o próximo texto… Finalizo o assunto, ressaltando que é preciso conhecer não somente o lugar para se realizar qualquer um desses procedimentos, mas também um pouco das leis sobre saúde do país para estrangeiros, mesmo sendo aparentemente muito simples qualquer que seja a cirurgia.

Related posts

Bom senso no relacionamento virtual com turcos

Aline Oliveira

Transplante capilar na Turquia

Cristhiane Mutlu

O turismo religioso cristão na Turquia

Rubiana Ozturk

1 comentário

Vera Lucia Caldeira e oliveira Fevereiro 3, 2020 at 7:16 pm

Oi Cris
Sera que posso te chamar assim?
Adoro seus textos. Comecei a te seguir tem pouco tempo. Mas ja me identifiquei muito com vc. Fiz alguns amigos turcos no Linkedin e a partir dai comecei a pesquisar sobte a Turquia. Pais que nunca tinha me interessado antes. Amei tudo que vi e durante essas pesquisas encontrei vc. Estou muito interessada na Turquia, ate pensei em ir buscar um trabalho mas depois que li alguns artigos seus vi que nao é facil assim. Bom estou planejando uma viagem pra conhecer quem sabe ate la encontro alguma outra oportunidade. Obrigada pelas dicas.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação