Você sabia que os coreanos usam tá bom como gíria?

"TÁ BOM", a gíria que veio do português

7
8652
Advertisement

Você sabia que os coreanos usam tá bom como gíria?

Na Coreia do Sul existe uma espécie de “mito” de que todo estrangeiro que não tenha olho puxado é dos Estados Unidos. Pelo menos, foi essa a conclusão que eu e outros colegas tiramos, já que quase sempre que você é apresentado a um coreano, após os cumprimentos iniciais, a pergunta seguinte é: “De onde você é? Dos Estados Unidos?”. E eu fico só esperando.

Muitas são as reações dos nativos quando descobrem que sou brasileira. Geralmente são bem animadas e positivas; brasileiros costumam ser bem recebidos e queridos em outros países ou pelo menos, nos países que tive a oportunidade de visitar. Ouço palavras como “Ronaldinho” e “Kaká”,  e outras relacionadas a futebol, carnaval ou samba ou sobre  uma comida brasileira já experimentada pela pessoa como feijoada, farofa, coxinha. Acredito que isso seja em todo e qualquer país, já que é a ideia geral que o mundo tem do Brasil.

Eu estava bem acostumada com essas reações, até mesmo com os pedidos de demonstração de passos de samba pois eles devem achar que toda brasileira samba. Até que um dia um coreano olhou para mim e disse levantando os dois polegares: “TÁ BOM!”, todo entusiasmado. Eu fiquei meio confusa, sem saber se ele tinha dito realmente o que eu tinha entendido ou se era tudo fruto da minha imaginação. Esta cena continuou se repetindo, então resolvi questionar alguns amigos e pesquisar mais na internet.

Acabei descobrindo que os coreanos importaram uma expressão do nosso português e a usam como gíria: é o “TÁ BOM!” (따봉, em coreano). A frase é dita por eles com muita empolgação, e vem acompanhada com um ou os dois polegares erguidos, como os da coreana da foto acima, amiga minha.

Segundo o blog Hanguk com Açaí, tudo começou com um comercial de suco de laranja da marca Del Monte, lá na década de 80. Na propaganda, um empresário viaja em direção a um país exótico e distante com o objetivo de encontrar a laranja perfeita, para fazer o suco de laranja mais delicioso do mundo. Esse país exótico e distante, acredite quem quiser, é o Brasil! Quando experimenta a nossa laranja, ele levanta o polegar fazendo um “joinha” e diz “Tá bom!”, e em seguida todos começam a sambar, comemorando. Para falar a verdade, eu até entendo a felicidade dele, pois é muito raro encontrar suco natural em terras coreanas, os sucos aqui, geralmente são industrializados. Vocês podem conferir o comercial clicando aqui.

Existe outra propaganda, também da marca Del Monte, que dá o nome de “따봉” (tá bom) ao suco, agora não só de laranja, mas também de outros sabores como abacaxi e limão. A propaganda é estrelada por Lee Soo-man (이수만), o fundador da SM Entertainment, uma das maiores companhias de entretenimento e agência de ídolos do país, como Super Junior, Girl’s Generation e TVXQ, o que deu muita popularidade a marca e ao uso da expressão “Tá bom!”. Clique aqui para assistir a propaganda.

Leia também: 10 motivos para morar na Coreia do Sul

Pode parecer algo ultrapassado, já que a moda foi lançada por propagandas de décadas passadas; entretanto a febre voltou recentemente quando durante a Copa do Mundo realizada no Brasil (2014), os produtores do desenho Larva, muito popular no país, fizeram um clip dos personagens cantando “Tá bom!” em uma música. Durante o clip o personagem Brown pergunta: “O que o brasileiro diz quando está feliz?”, e todos respondem: “Tá bom, tá bom, tá bom, tá bom, tá bom!”.

Clique aqui se você quer assistir a versão em coreano e aqui se quer assistir a versão internacional (em português). Percebam que as larvas, como não tem membros, fazem o “joinha” com a ponta da língua, haha.

1356451856910
O interessante é que os coreanos usam a expressão com muito mais empolgação do que nós, e entendo que até com um significado diferente. Pois, enquanto os brasileiros utilizam “tá bom” quando compreendem o que alguém disse, quando querem por fim em um assunto ou até quando uma comida está boa, os coreanos utilizam com o sentido de “legal”, “ muito bom”, “maravilhoso”.

Leia também: obsessão por cirurgia plástica na Coreia do Sul

“Tá bom” acabou se tornando uma gíria conhecida por jovens adultos e pessoas de gerações anteriores que tiveram acesso aos comerciais, por isso não estranhem caso algum deles fale isso para você, com os polegares levantados, acreditando que você vai entender; tenho a impressão de que eles acham que fazemos a mesma coisa no Brasil.

Mas para ser sincera, é algo bem divertido de se ver, e vou confessar, passei a falar “Tá bom” com o mesmo entusiasmo que os coreanos. O que me deixou feliz foi saber que eles utilizam a expressão em português de uma maneira positiva, mesmo sendo o Brasil um país tão distante, do qual não têm muito conhecimento ou contato.

7 Comentários

  1. Ah é só uma questão de contexto, pra falar “tá bom” empolgadíssima como eles é só comer algo gostoso e alongar o “bom” kkk tipo “nossa, esse kimchi tá booooooooom” kkkkk

  2. > O interessante é que os coreanos usam a expressão com muito mais empolgação do que nós, e entendo que até com um significado diferente.

    A gente usa “tá bom” com certa frequência até pra dizer ironicamente que “não tá bom”, hehe.

    Muito bom e divertido o post, tá bom! 😀

  3. Confesso que fui ler e cantei o “Tá bom! Tá bom! Tá bom, tá bom, tá bom!” KKKKKKKKKKKK
    Pois já vi o comercial. Gente já li sobre isso em outros lugares, mas nunca me canso shausahsu

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.