BrasileirasPeloMundo.com
Brasileiras Pelo Mundo

10 Benefícios de viajar com VOCÊ

Há quase dois anos, quando compartilhei com a terapeuta que me atendia a minha decisão de viajar sozinha pelo mundo, ela me corrigiu: “Vanessa, você não vai viajar sozinha, vai viajar com VOCÊ!”

Abri um imenso sorriso e respondi: “Uau! Que revelador! Como nunca pensei desta forma antes? Muda todo o sentido!”.

Estar em sua própria companhia não significa solidão. É uma escolha madura e consciente.

Acostumada a mochilar sozinha nas férias, sempre amei a minha companhia. É claro que também fico feliz quando familiares e amigos conseguem me acompanhar, mas nem sempre é possível conciliar agendas e preferências. Ou melhor, quase nunca.

Viajando comigo por 15 países da Europa desde março de 2017, descobri que viajar com você é terapêutico e traz vários benefícios:

Autoconhecimento

Brasil – Arquivo pessoal Vanessa Tenório
www.voenessa.blog.br

O maior benefício é ter a oportunidade de mergulhar no seu interior e descobrir sua melhor e pior versão. É conhecer suas forças e fraquezas, luzes e sombras, e aprender a lidar com cada uma delas. É experimentar a dor e a delícia de ser o que é sem cobranças. É desenvolver a habilidade de se apresentar em diferentes contextos, transformar-se e reinventar-se a cada desafio e, no final de cada dia, agradecer pela evolução.

Autonomia

Dinamarca – Arquivo pessoal Vanessa Tenório
www.voenessa.blog.br

Viajar com você impulsiona a autonomia e independência. O roteiro é seu, a escolha é sua e todas as consequências também. Você decide para onde ir, quanto tempo ficar, o que fazer, com quem interagir, o que comer e quanto gastar. Está de braços dados com a liberdade, outro precioso benefício listado a seguir.

Leia também: Dicas preciosas para viajar feliz sozinha

Liberdade

Suíça – Arquivo pessoal Vanessa Tenório
www.voenessa.blog.br

Sabe aquela exposição fotográfica de rua que você sempre teve vontade de parar para apreciar, mas nunca teve oportunidade porque tinha alguém impaciente te apressando? E aquele papo com a classe artesã da sua feirinha local preferida, que você adiou porque sua companhia não demonstrou o mesmo interesse? Lembra daquela música tocada gratuitamente na praça que você adoraria sentar e passar horas ouvindo, mas acabou tendo que ir para um restaurante cheio e ouvindo os sons desconexos da multidão? Viajando em sua companhia você é livre para fazer tudo isso sem culpa. E o melhor, no seu tempo! É mágico e precioso! Não tem ninguém te esperando ou pressionando.

Autoconfiança

Espanha – Picos da Europa
Arquivo pessoal Vanessa Tenório
www.voenessa.blog.br

Todo esse exercício de autoconhecimento, autonomia e liberdade traz mais confiança na tomada de decisões e escolhas e, aos poucos, você sente mais segurança. Especialmente após passar por imprevistos e encontrar, em tempo hábil, a solução. A autoestima e o amor próprio também elevam bastante. Você aprende a se respeitar mais, a reconhecer o seu valor e a se priorizar.

Criatividade

Suécia – Arquivo pessoal Vanessa Tenório
www.voenessa.blog.br

Está aí algo que os imprevistos te ajudam a desenvolver: a criatividade! E quando se está somente em sua companhia, não há para onde correr. Muito menos tem tempo para lamentações. É preciso focar na solução e dar asas à imaginação. É uma aventura seguir o fluxo da criatividade e viver a sua magia. O resultado é gratificante.

Novas amizades

Companheiras de quarto celebrando o Natal suíço
Arquivo pessoal Vanessa Tenório
www.voenessa.blog.br

Este é um dos melhores benefícios de viajar com você! As oportunidades que se abrem para novas relações de amizades é incrivelmente superior em comparação a uma viagem acompanhada. Começa pelo café da manhã, com uma conversa despretensiosa com a equipe e demais visitantes do local de hospedagem, segue com alguém que sentou ao seu lado no transporte público, ou ainda com prestadores de serviços da região, e termina com a troca de experiências entre hóspedes do quarto compartilhado, por exemplo. Oportunidades não faltam!

Desenvolvimento da Comunicação

Atuação na peça apresentada em alemão
Arquivo pessoal Vanessa Tenório
www.voenessa.blog.br

Qualquer viajante precisa se alimentar e se locomover para explorar a região que está visitando e, mesmo estudando e planejando sua jornada, sempre precisará da ajuda de moradores locais ou visitantes mais experientes. Neste contexto, a comunicação é imprescindível. Verbal ou não verbal, em diferentes idiomas, ela vai se desenvolvendo naturalmente. Um simples olhar, sorriso, gesto ou tom de voz passa a ter um imenso valor e significado nesse processo e, aos poucos, o entendimento é conquistado e celebrado.

Respeito à diversidade

Anfitrião turco muçulmano através da plataforma Couchsurfing
Arquivo pessoal Vanessa Tenório
www.voenessa.blog.br

A oportunidade de comunicar-se em diferentes cenários, culturas e linguagens gera empatia e respeito à diversidade. O diálogo pode ser com alguém de raça, credo, religião, opção sexual ou política diferente da sua e está tudo bem. Isso pouco importa! A troca de experiência e aprendizado passam ser o foco e comprovam que estamos todos conectados.

Prática do silêncio

Áustria – Arquivo pessoal Vanessa Tenório
www.voenessa.blog.br

É claro que toda essa intensidade de novas relações e comunicação provoca cansaço físico, mental e emocional. A notícia boa é que você é livre para praticar o silêncio quando considerar necessário e recarregar as energias reconectando-se ainda mais com a sua própria diversidade, gerando mais autoconhecimento – o primeiro benefício desta lista.

Cooperação

Primeira equipe multinacional de voluntários em Portugal
Arquivo pessoal Vanessa Tenório
www.voenessa.blog.br

Vivenciar o poder da cooperação é um dos benefícios mais valiosos de viajar com você. É alguém que paga sua passagem de ônibus porque você acabou de chegar e não tem dinheiro trocado; que amarra o cadarço de suas botas porque está com a mochila pesada nas costas e fica difícil se abaixar; que liga para a pessoa que vai te hospedar para te ajudar a encontrar o endereço; que recomenda o seu local preferido na cidade; e tantas outras simples atitudes que demonstram que a essência do ser humano é boa e solidária.

Todos esses dez benefícios me estimulam a continuar minha jornada de cinco anos aprendendo e evoluindo comigo e com as pessoas que eu escolho me relacionar durante o caminho. Certamente é a melhor escola!

Related posts

Conheça três brasileiras empresárias na Suécia

Verônica Ferreira Iwarson

Dicas para planejar uma viagem

Jéssica Trindade

Como saber se chegou a hora de sair do Brasil

Natália Baldochi

2 comentários

Luiz Miranda Abril 16, 2018 at 9:37 pm

Há muitos anos vivo “praticamente” sozinho, por opção. Descobri que sou meu pai, meu provedor, meu protetor, meu melhor amigo e assessor, dentre todos os amigos e parentes que tenho e tive. A partir daí, vejo que cada um é o único que aceita sua própria companhia sem reservas e vice-versa. Isso não tem preço.

Resposta
Vanessa Tenório Abril 17, 2018 at 4:59 pm

Gratidão por partilhar a sua experiência, Luiz. Apesar de gostar da minha companhia, eu particularmente tento equilibrar a relação que tenho comigo mesma e com os outros. Em especial, nas comunidades sustentáveis que tenho residido durante a viagem. Gosto do desafio de viver em grupo.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação