BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Japão

10 curiosidades sobre o Japão

10 curiosidades sobre o Japão.

É claro que todos os países diferem em alguma coisa, mas o Japão, especialmente, atrai muitos olhares curiosos para sua cultura marcante e tão diferente da ocidental. Estas são algumas das curiosidades sobre o Japão que mais gosto:

1 – Os combinis

São lojas de conveniência que funcionam 24 horas, e não ficam apenas em postos de gasolina, mas espalhadas por todas as cidades do Japão. Quer um lanchinho? Tem lá. Preferia almoço? Tem também. Marmita quentinha para comer rapidinho? Café, bebida alcoólica, suco, água? Tem! Gelo? Sim, senhor! Livros e revistas? Guarda-chuva? Itens de cozinha? De limpeza? De higiene? Toalhas e roupas básicas? Remédios? Caixa eletrônico? Ingressos para eventos? SIM! Tem tudo isso! Além de ter tudo isso, os combinis contam com banheiros sempre limpinhos. Ah, e por falar nisso…

2 – Os banheiros 

Aqui no Japão, de maneira geral, os banheiros públicos dos combinis, shoppings, aeroportos, etc., estão quase sempre limpíssimos. E os vasos sanitários são dignos de querer comprar para ter em casa! Eles contam com um painel de controle com várias opções, entre elas esquentar o assento, jatinho de água aquecida para as partes íntimas, desodorizante e até barulhinho para disfarçar o pum!

Em alguns lugares mais antigos, o vaso é para dentro do chão mesmo, e para você usar precisa se agachar como se fosse sentar em uma moto. Esquisitíssimo e desconfortável! Mas os japoneses – admiro! – têm o hábito de sentar de cócoras por longos períodos, então imagino que seja até mais fácil.

Atrelado ao banheiro, existe o hábito de jogar o papel no vaso para dar descarga, diminuindo o odor no banheiro e deixando-o mais limpinho também – sem contar a sustentabilidade! Os papéis são, inclusive, feitos para se dissolverem na água.

3 – Aquecimento nos transportes públicos

Dependendo da região do Japão, o inverno costuma ser rigoroso, de gelar os ossos. Para que a viagem dos passageiros de trem, metrô e ônibus – que levam para qualquer lugar do Japão – seja mais agradável, os transportes públicos contam com um sistema de aquecimento tão gostoso que nem dá vontade de descer no destino. Nos trens, o aquecedor fica logo abaixo do banco. Em alguns vagões, o próprio banco esquenta. É como se ele te abraçasse. Mas fica a dica: se for viajar de ônibus, use roupa de calor por baixo, pois como o sistema deste é de ar condicionado normal, pode ser que fique quente demais.

Leia sobre: Dá para morar no Japão sem saber japonês?

4 – Acessibilidade

Não existe estação de trem sem piso tátil. Em Tóquio, quase que em qualquer calçada! Os sinais sonoros avisam os deficientes visuais quando podem atravessar a rua ou não, e até para qual lado o farol está aberto. Os ônibus possuem um sistema de áudio que informa o pedestre para onde ele vai virar. “Cuidado, pedestre, este ônibus vai virar à esquerda”. Braile e rampas de acesso estão por todos os espaços públicos, além dos elevadores.

Nas estações de trem, já vi mais de uma vez cadeirantes podendo contar com rampas nas plataformas para que conseguissem entrar. Vi também uma matéria na televisão, dizendo que a pessoa com deficiência pode informar algum funcionário da estação de partida qual será o seu destino. Assim, ele pode informar às outras estações para que preparem as rampas de acesso para a pessoa sair do trem.

5 – Hanbaiki: as máquinas de autoatendimento

Espalhadas por todo o Japão estão as máquinas de autoatendimento chamadas Hanbaiki. Não tem segredo: você coloca o dinheiro, escolhe a opção e pronto. Seu pedido já caiu na caixinha. Tem bebidas quentes e geladas, doces, comidas, cigarro… Tudo o que você possa imaginar! Já vi até máquina de isca viva para pescaria. Sim, minhocas!

6 – Game Centers

São muitos e estão por toda parte! Trata-se de um lugar com jogos eletrônicos variados, que recebe pessoas de todas as idades. Impossível ir e não ser seduzido por nenhum joguinho. O meu preferido é o Mario Kart, mas sempre dou uma olhada no que tem de brinde para os jogos de garra mecânica. Gasta-se muito dinheiro nisso! Inclusive, o Japão, que tem o jogo legalizado, conta com lugares imensos de pachinko e slot – jogos de azar.

7 – Cafés temáticos

Também muito populares, especialmente na região de Tóquio, alguns cafés têm temas variados: o cat cafe tem gatos espalhados por todo o ambiente. O café de coruja, mesma coisa. Tem o chamado maid cafe, cujas funcionárias só usam aquele traje de empregada. Cafés de jogos, de cosplay, de bichinhos, enfim… Tudo para animar uma refeição!

Leia também: como é trabalhar numa fábrica japonesa

8 – Tirar os sapatos

Fonte: Pixabay

Esse é provavelmente o meu hábito preferido do Japão. Ao entrar em qualquer ambiente  casa, trabalho, sala, escola, academia o costume é de tirar os sapatos. Geralmente nas portas de casa tem uma sapateira só para isso. Muitas vezes o próprio ambiente conta com chinelos específicos para serem usados apenas dentro deles. Dessa forma, a sujeira dos sapatos fica na porta de casa e você pode andar confortavelmente. Principalmente se o chão do espaço for de tatame!

9 – Música do pôr do sol

Por todo o território japonês há alto-falantes espalhados pelas cidades. Diariamente, ao entardecer, uma música toca. Há duas finalidades: uma é anunciar o tempo limite que as crianças podem andar sozinhas na rua, já que vai escurecer; e a principal é testar os alto-falantes, que são necessários para anunciar grandes terremotos e afins.

10 – Música de fim de expediente 

Dez minutos antes de uma loja fechar, uma música anuncia que estão encerrando o expediente. Não é que os funcionários estejam mandando os clientes embora, mas é para que o próprio cliente já comece a preparar sua saída, já que as lojas fecham pontualmente no horário marcado.

Algumas das autenticidades do Japão eu gostaria de levar comigo para onde quer que eu fosse, para o resto da vida! Certamente levarei no coração. Japão, aishiteru*!

*Te amo, em japonês.

Related posts

Ano Novo no Japão

Alessandra Ozbir

KakaoTalk e sua influência na sociedade coreana

Amanda Gomes

Gírias e expressões argentinas

Sara Martins

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação