BrasileirasPeloMundo.com
Curiosidades Pelo Mundo Itália

21 Curiosidades sobre a Nutella

21 Curiosidades sobre a Nutella.

Decerto a Nutella é uma marca que fez história se transformando em um símbolo italiano universal. Para os italianos ela é motivo de orgulho “made in Italy tanto quanto a Ferrari.

Além das interessantes curiosidades que contarei a seguir, a razão deste meu texto é que comer este creme de avelã com cacau se trata de um costume consolidado, um hábito alimentar, em muitas nações europeias. Ele geralmente é consumido como acompanhamento de pão, bolachas, doces e frutas. Ao longo dos seus 50 anos de existência foram criadas inúmeras receitas que prescrevem o seu uso em bolos, confeitarias e crepes. Fazendo com que a Nutella seja, atualmente, o produto alimentar industrializado italiano mais popular e mais consumido no mundo, isso mesmo, no mundo!

Origem

“A princípio a Nutella foi criada para remediar a escassez de cacau após a Segunda Guerra Mundial.”

A origem da Nutella está ligada ao chocolate Gianduia que contém pasta de avelã. O Gianduia se consolidou na região italiana do Piemonte em um momento em que os impostos excessivos sobre a importação de grãos de cacau começaram a desencorajar a produção do chocolate convencional. A deliciosa massa à base de avelãs surgiu da necessidade de se explorar uma matéria-prima amplamente disponível a custos reduzidos no Piemonte, onde vivia Pietro Ferrero um chef apaixonado pela confeitaria, que passava a maior parte do seu tempo inventando produtos saborosos e inovadores. O sonho de Ferrero era criar um chocolate barato que pudesse se tornar uma merenda para as crianças. Assim ele criou o que ao início se chamava Giandujot (uma palavra que evocava uma famosa máscara de carnaval piemontese). Neste momento era fornecido embrulhado em papel alumínio porque a sua consistência era muito mais compacta. Porém, com o calor se derretia muito fácil. Circunstância que fez com que a família Ferrero o transformasse em um creme que, por sua vez, era vendido em copos de vidro. Algum tempo depois Michele, filho de Pietro, acrescentou óleo vegetal à receita e com o nome de Supercrema, o espalhou pelo planeta.

“As crianças adoravam lanchar uma fatia de pão com o creme de chocolate e os pais não se opunham, porque era bom e custava pouco.”

Mesmo assim o Supercrema passou por outras evoluções. Em 1962, o parlamento italiano aprovou uma lei que proibia o uso de prefixos aumentativos nos nomes dos produtos. Quer dizer, nada mais de: super, ultra, extra e similares. Com isso a marca Supercrema foi afetada, dando lugar, em 1963, ao novo brand Nutella. Nome que foi muito bem elaborado porque ‘Nut’ em inglês significa noz – o que o adequava ao mercado internacional, enquanto ‘-ella’ em italiano é um diminutivo feminino, e diminutivos induzem sensações positivas, como ternura, afeto, doçura. Além de ser fácil de se pronunciar e de remeter ao made in Italy do produto. Desde então, não se parou mais a escalada de sucesso do creme de avelã mais amado do mundo.

Leia também: Delícias da cultura gastronômica italiana

Tudo isso começou a acontecer por volta dos anos quarenta quando a família Ferrero conseguiu transformar a sua confeitaria em uma fábrica. Eles foram os primeiros, na Itália, durante os anos do pós-guerra a abrirem estabelecimentos e sedes operativas no exterior no setor de confeitaria. Nas décadas seguintes, a Ferrero foi se consolidando como um grupo realmente internacional, globalizando-se com novas empresas e locais de produção na América do Norte e do Sul, Sudeste Asiático, Europa Oriental, África, Austrália e, mais recentemente, na Turquia, México e China.

Já ao seu triunfo se somam vários fatores. Um deles foi a sua embalagem. A Nutella era vendida em vidros que juntos formavam um jogo de copos. Alguns eram decorados com padrões geométricos, outros com os personagens mais amados pelas crianças. Outro grande e fundamental fator que fez da Nutella um creme líder de mercado mundial e a Ferrero uma gigante industrial foi o uso da publicidade.

21 curiosidades sobre a Nutella

  1. A Nutella foi criada para remediar a escassez de cacau após a Segunda Guerra Mundial;
  2. Desde a sua criação teve três nomes: Giandujot, Supercrema e Nutella;
  3. Nos anos 50 as crianças que se apresentavam aos comerciantes com uma fatia de pão podiam comprar uma fina camada de Supercrema por cinco liras ou uma mais generosa por dez;
  4. Desde o seu lançamento Ferrero adotou os recipientes de vidro reutilizáveis como incentivo à compra do produto;
  5. O primeiro frasco de Nutella foi embalado em 1964 dentro da fábrica da família Ferrero, em Alba, Piemonte, Itália;
  6. Hoje é o produto alimentar industrializado italiano mais popular e mais consumido no mundo;
  7. A Ferrero (que a produz) é o quarto grupo de confeitaria mundial, com vinte fábricas espalhadas pelo planeta, 30.000 funcionários e um faturamento de 8 bilhões;
  8. Dados relatados no último relatório da Ocse (Organizzazione per la cooperazione e lo sviluppo economico) afirmam que 350.000 toneladas do produto são produzidas a cada ano;
  9. Só da fabrica de Ala (o maior estabelecimento de produção de confeitaria na Europa) saem todos os dias 550.000 potes de Nutella equivalentes a 300 toneladas;
  10. O peso total da produção anual de Nutella é igual ao do Empire State Building;
  11. Alinhando todos os potes de Nutella produzidos em um ano eles teriam a extensão de 1,8 vezes a circunferência da Terra, e cobririam a Grande Muralha da China oito vezes;
  12. As fábricas da Ferrero compram um quarto da produção mundial de avelã e para fazer a Nutella são usadas somente as avelãs que possuem um diâmetro entre 13 e 18 milímetros;
  13. Os franceses são os seus maiores consumidores, eles comem um quilo ao ano. Seguidos pelos italianos, alemães e belgas que se deliciam com novecentas gramas cada um;
  14. Segundo uma pesquisa anual realizada pela Ipsos Italia, que analisa e classifica as marcas mais influentes do país de acordo com diversos parâmetros, a Nutella ocupa a última posição dos dez top. O que não é um demérito porque ela é a primeira marca totalmente italiana que segue as grandes do universo hi-tech que ocupam todas as nove posições anteriores;
  15. Em 2014, quando se celebrava os 50 anos do produto, o correio italiano lançou um selo comemorativo em sua homenagem – junto de outros dois que lembravam o 450º aniversário do nascimento de Galileu e a morte de Michelangelo;
  16. Depois da campanha realizada pelo Greenpeace Itália, Nutella salva la foresta, que reuniu 10.000 assinaturas, Ferrero se juntou à moratória sobre a ampliação das plantações de palmas, das quais se extraem o óleo, que destroem as últimas florestas do Sudeste Asiático;
  17. A Nutella é extremamente popular e muitas vezes é referida em romances, canções e filmes;
  18. Em 1981 o diretor Nanni Moretti a cita em uma famosa cena de seu filme “Bianca”, como um antídoto contra a depressão e a solidão;
  19. Em 1996 o compositor Ivan Graziani a dedicou uma canção inteira, a música se chama Lanutella;
  20. Quando se digita a palavra ‘Nutella’ nos motores de buscas aparecem 40 milhões de citações no Google e 15 milhões no Yahoo;
  21. Vários estudos acadêmicos investigam as motivações para a apreciação de um produto que é transversal a tantas gerações.

Hummm, agora que você descobriu tudo isso deu vontade de comer uma Nutella, não deu não?

Buon appetito!

***

*Fontes de inspiração e fontes: Una storia di famiglia | Nutella è sicuramente un marchio che ha fatto la storia ed è simbolo dell’Italia nel mondo | Nutella | Nutella compie 50 anni: la storia di un mito tutto italiano | Curiosità | Nutella 20 cose da sapere

Related posts

Curiosidades sobre a Croácia

Nathália Nascimento

Como fazer supermercado em Cuba

Viviane Naves de Alencar

Sete curiosidades sobre os brasileiros morando fora

Ana Tavela

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação