5 pratos da culinária holandesa

0
500
Advertisement

5 pratos da culinária holandesa.

Quando se vem morar na Holanda uma das primeiras coisas que se ouve é que não existe uma culinária realmente holandesa. Até mesmo holandeses dizem isso, não só os imigrantes saudosos da comida do próprio país. Mas eu ouso discordar, existem sim pratos realmente holandeses. Não muitos, mas que tem, tem.

Quando cheguei por aqui a minha querida cunhada me provou que a culinária holandesa existe sim com um livro só de receitas holandesas (a foto que ilustra esse post é do livro), com pratos típicos e saborosos.

Primeiro temos que ter em mente o clima daqui, geralmente não muito quente, e que até pouco tempo atrás a grande maioria dos holandeses viviam no campo. Com isso se nota que muitas comidas são feitas para fazendeiros que tinham que se alimentar bem para aguentar o trabalho pesado na fazenda. 

Práticos como eles só a comida holandesa é sucinta – esqueça a conhecida variedade brasileira. Por outro lados eles incorporam vários pratos dos imigrantes que vieram viver por aqui. É só notar por exemplo quanto satê, um molho feito à base amendoim e geralmente acompanha frango, tem por aí. Até com batata frita!

Leia também: Cinco pratos famosos da culinária norueguesa

Esse é um traço que admiro nos holandeses: a curiosidade sobre os outros países, especialmente sobre a comida. Acho que é uma herança da história mercante do país e é muito interessante ter tantos pratos diferentes por aqui. E sempre que alguém vem jantar aqui em casa pedem que seja comida brasileira (e adoram!).

Ainda em sintonia com a praticidade os Holandeses amam pão. No café da manhã pode ser acompanhado de uma espécie de chocolate granulado (hagelslag) – e que de vez em quando faz as vezes de sobremesa também. E se engana que é só para as crianças porque adultos também a-do-ram seu pão com chocolate granulado. 

No almoço… pão. Eu trabalho em uma empresa holandesa e me disseram que o almoço era fornecido por eles. Qual foi a minha surpresa em ver um monte de pacotes de pães, frios, queijo e alguns acompanhamentos no meio da mesa como o tal almoço. Se eles se sentirem mais inspirados fazem um tosti, que é um misto na sanduicheira (aguentei por uma semana mas depois de ficar azul de fome no meio da tarde resolvi me render à marmita).

No meio do dia é comum se comprar um snack, que de vez em quando vai como refeição mesmo. As famosas lanchonetes na parede funcionam sem parar, com krokets e hambúrgueres prontos a qualquer hora. Quem já saiu correndo para correr atrás do trem sabe bem como essa comida express ajuda e muito.

Na hora do jantar que os holandeses gostam de comer de verdade, uma refeição quente e muitas vezes bem pesada. Muitas tem como base batatas, mas também são servidas sopas e claro, pratos de outros países.

Mas poucos pratos não significa que não haja uma culinária nacional. Separei aqui para vocês 5 pratos holandeses para ninguém passar fome da terra das tulipas:

  1. Fritjes – não, não é batata frita. Ou melhor, é sim, mas os holandeses transformam esse acompanhamento em prato principal. Por aqui a porção vem com maionese ou um molho especial para as batatas, e é muito comum comprar na estação de trem, onde vem em cone. Prático para sair andando e comendo.
  2. Stamppot – purê de batatas misturado com outro vegetal, como brócolis, cenoura, ou uma espécie de couve. A foto aí em cima é justamente desse prato. Se come com uma linguiça e pode ter molho – uma delícia no inverno.
  3. Kroket – esse eu amo. Acho uma graça termos quase a mesma coisa com quase o mesmo nome no Brasil. Aqui ele é maior, e se vende em lanchonetes, conveniência de posto de gasolina, e nas tais lanchonetes que vendem comida na parede. Pasmem, vende até no McDonald’s, no pão, o famoso McKroket. Meu favorito é a versão com saté, adoro! 
  4. Appeltaart – se tem uma coisa que holandês faz bem é a torta de maçã. É alta, tem pedaços enormes de maçã e pode ser servida com creme. Eu pessoalmente amo com uma boa xícara de café e mais nada.
  5. Erwtensoep – sopa de ervilha. Mas não só. Vai ser a melhor sopa de ervilha da sua vida, juro! Pedaços de linguiça dentro, grossa, perfeita para encarar as noites escuras do inverno. Minha favorita!

Aqui a Camila Jaworowicz fala sobre os doces da Holanda, por isso mesmo nem vou me prolongar muito sobre sobremesas. Só vou falar de uma porque sempre me chama a atenção…

Vla – esse é polêmico. É uma espécie de flan, mas ainda em creme, e uma tradicional sobremesa por aqui. Na minha família holandesa virou piada interna depois que expliquei que pra mim parece comida de criança. Eu pessoalmente não acho a menor graça mas sei que muita gente, inclusive estrangeiros, AMA comer o tal do vla. Se vende aos montes no mercado, de vários sabores, alguns com bolinhas crocantes, enfim, dá para se fartar.

Minha opinião é que se come muito bem por aqui, não só pela culinária local, mas também pela facilidade de se encontrar comidas do mundo todo. Se estiver procurando um ingrediente ou comida mesmo do Brasil recomendo checar os chamados “tokos”, pequenos mercados com comidas de um país ou região específica (e às vezes de outros países misturado). Ou checar nos grupos do Facebook, brasileiros sempre se ajudam, nem que seja para encontrar couve para a feijoada.

Bom apetite!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.