BrasileirasPeloMundo.com
5 Motivos Inglaterra

5 motivos para não morar na Inglaterra

A Inglaterra dos filmes é glamourosa. O frio deixa todo mundo com um ar de superioridade. A neve sempre presente no Natal. A realeza e seus castelos completam o imaginário de quem nunca veio pra cá. Eu tive essa percepção até mesmo depois de visitar algumas vezes como turista, mas a Inglaterra real você só conhece morando. Eu continuo apaixonada e certa da decisão de morar aqui, mas segue uma lista de  motivos para não morar na Inglaterra que pode fazer você pensar duas vezes:

1. Clima

Aqui é frio durante 8 meses do ano. Lembro-me de perceber que não tinha meias suficientes logo nas primeiras semanas, já que no Brasil usava bastante sandálias e sapatilhas. Sem chance. Aqui a bota é sua melhor amiga o ano todo.

A neve é rara, e quando acontece, o país literalmente para! Não há estrutura para transportes (estradas e trens fecham), e com isso todos ficam literalmente ilhados.
O  verão é curto, e dias de sorte são quando a temperatura passa dos 22°C.

Além disso, por estar mais ao norte do hemisfério, sentimos muito a diferença de horas de sol por dia. No inverno, às 4h30 da tarde já está escuro. No verão, porém, o pôr do sol é às 10h da noite.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Inglaterra

2. Calor humano

Em alguns momentos, respeitarem seu espaço pessoal é realmente brilhante, como no metrô, onde por mais cheio que esteja, se encostarem em você, pedirão desculpas. Porém, você percebe essa falta de calor quando, entre pessoas que considera mais que “conhecidos”, não existe contato físico. Um dia na faculdade, uma das minhas colegas mencionou que era seu aniversário. A reação das pessoas foi, do lugar onde estavam sentadas, soltar um “parabéns”.

Outro ponto é na hora de cumprimentar, eu nunca sei qual nível de intimidade posso estar cruzando quando tento dar um semi-abraço em alguém. Na dúvida, às vezes espero o outro fazer o movimento inicial e reajo de acordo. Nem sempre dá certo e às vezes resulta numa sequência aperto de mão/ abraço/ beijo desconjuntada.

Por isso é sempre bom manter ao menos um amigo brasileiro por perto. Para aquele abraço ocasional quando precisamos.

3. Transporte público

Se você não se imagina usando metrô e ônibus, melhor nem vir para Inglaterra. Falo de Londres, mas também de cidades menores que frequento e morei. Não que essa seja a opção mais barata, mas é com certeza a mais rápida e menos poluente (assunto bem relevante por aqui).

Para quem já pegou metrô em horário de pico na Sé em São Paulo, os trens daqui são uma maravilha. Claro que muita gente reclama, mas jamais você será esmagado pelas pessoas a sua volta, como mencionei no tópico anterior. Eles preferem esperar o próximo trem do que chegar tão perto de um estranho assim. Acho ótimo!

Trens a todo vapor conectando o país – Foto: Acervo pessoal

4. Comida

Claro que sendo brasileiro aqui, você pode manter sua rotina de cozinha normalmente. Eu, porém, moro com meu namorado que é inglês e adora cozinhar. Me acostumei com comida sem sal e legumes apenas cozidos na água, sem nem refogar. Não deixa de ser mais saudável, certo?

Os ingleses são bastante orgulhosos das suas receitas típicas, que vão muito além do Fish and Chips, mas o problema para mim é a origem dos alimentos, pois quase nada é produzido aqui. Então, tudo parece que é um pouco sem sabor, especialmente as frutas.

Óbvio que nada supera um churrasco, vinagrete e brigadeiro. Mas caso a comida do lugar seja um fator decisivo para você, pense duas vezes antes de se mudar pra Inglaterra, ou ande com um sachê de sal no bolso.

5. Inglaterra não é Estados Unidos

Compartilhar a língua talvez seja uma das únicas semelhanças entre os dois países. Como brasileiros, somos totalmente impactados com o “American way of life“, visto nos filmes, programas de tv e músicas. A cultura de consumo, de quanto maior e mais novo melhor. Esqueça tudo isso. Aqui as pessoas usam as mesmas roupas todos os dias (casacos e sapatos, por exemplo). A ideia é gastar mais por um produto de qualidade que vai durar a vida toda, ou pelo menos por alguns bons anos. Óbvio que existem exceções, mas no geral é a sensação que eu tenho e, felizmente, compartilho desse mesmo ideal.

Caso tenha chegado até essa parte, e esses pontos não te fizeram desistir, venha para a Inglaterra, porque existem muito mais razões positivas para se morar aqui.

Related posts

Por que o pessoal que mora na Europa viaja tanto?

Renata Mundim

“The Book Is On The Table” x Inglês De Índio

Fernanda Franco

Cinco coisas em Portugal que me dão saudade do Brasil

Priscila Maranhão

7 comentários

Daniele Simões Fevereiro 6, 2019 at 1:48 pm

Excelente, Kamila! Obrigada por compartilhar teu ponto de vista sobre questões “negativas”, que para mim, foram todas positivas. hahaha
Sucesso e felicidade!

Resposta
Kamila Bianchi Fevereiro 6, 2019 at 5:37 pm

Obrigada!!! Acabam sendo positivas ao meu ver tambem! hehe =*

Resposta
Beatriz Fevereiro 7, 2019 at 9:57 am

Amei o texto! Mas realmente é negativo dependendo do ponto de vista, muito bem colocado…

Resposta
Kamila Bianchi Fevereiro 27, 2019 at 9:31 am

Obrigada!! 🙂

Resposta
Veronika Fevereiro 22, 2019 at 5:16 pm

Adorei…. pra mim os maiores problemas sao o calor humano e a comida ( sem sal e apimentada) :P…. mas de resto a inglaterra tem sido muito boa pra mim e minha familia!!!

Resposta
Kamila Bianchi Fevereiro 27, 2019 at 9:31 am

Sobre a comida concordo super! Eu sempre coloco sal se estou em restaurantes… a pimenta estou comecando a me acostumar. rs Obrigada pelo comentario.

Resposta
mariana simões Setembro 25, 2019 at 12:28 am

oi, amei seu artigo!!!
vc já viu aquele ator Hugh Dancy por aí? ele é britânico, ele fez aquela série Hannibal, Daniel Deronda transmitido pela BBC,ele mora em Londres e Nova York
Um abraço

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação