BrasileirasPeloMundo.com
Alemanha Turismo Pelo Mundo

7 lagos para conhecer na Baviera

7 lagos para conhecer na Baviera.

As paisagens que vemos na Baviera frequentemente incluem um lago. Na maioria dos casos em um dia ensolarado de verão, mas também cercado de neve e por vezes até congelado. Seja qual for a estação do ano, os alemães encontram uma forma de aproveitar essa beleza natural que o país oferece em generosa quantidade.

Estamos longe da praia. Se formos considerar, o litoral alemão está a 860 quilômetros de Hamburgo, por exemplo. E muitos bávaros não se animam muito com o destino porque faz frio (nas imagens de praias daqui, sempre estão as casinhas onde as pessoas ficam para se proteger do vento).

Uma história de um casal de amigos ilustra como muitos deles se comportam em relação ao Nordsee (mar do Norte): a esposa queria ir, porém o marido não estava muito empolgado com a ideia. Aproveitando um dia com tempo chuvoso e frio, ele pediu para as crianças abrirem a janela do carro e deixarem a água e o vento entrar, pois estas seriam as sensações que teriam na praia. Obviamente, os filhos se juntaram a ele e vetaram a ideia da mãe.

As coisas mudam um pouco quando falamos das praias da Itália, que são mais próximas e mais quentes (além da possibilidade de comer pizza, que essa opção oferece). Os bávaros amam. Assim como também gostam de praias em outros países, como as ilhas da Espanha.

Leia também: Tudo que voce precisa saber para morar na Alemanha

No entanto, no dia a dia, a praia por aqui é o lago, seja para um mergulho rápido depois do trabalho nos meses de verão, ou para passar um dia inteiro com a família nos fins de semana ou nas férias. Muitas vezes, os alemães levam bebidas e comidas para um picnic. Quando os vejo chegando, estão carregando tantas coisas que parece que vão passar um mês ali.

Outra particularidade é que frequentemente eles trocam de roupa ao ar livre, então não se surpreenda se notar algum deles totalmente pelado. Eles chegam com roupa normal e trocam por roupa de banho. Após um mergulho, muitas vezes, substituem por outro biquíni ou short seco (já vi alemãs terem três biquínis diferentes em um período bem curto de tempo) e por fim, trocam de novo quando vão embora. É bastante empenho para evitar roupas molhadas.

Staffelsee é o lago mais próximo da minha casa e por ele eu tenho um carinho especial, porém, independentemente disso, é uma ótima opção. Dispõe de pontos onde é possível nadar gratuitamente e de locais (chamados Gemeindbad) onde a pessoa paga uma taxa de entrada, mas tem uma estrutura com banheiros, vestuários, biergarten, aluguel de Stand up paddle, cadeiras e guarda-sóis.

Na cidade de Uffing am Staffelsee, é possível desfrutá-lo em vários pontos gratuitamente, além da Gemeindbad ou do biergarten Alpenblick. Na cidade de Seehausen também há uma Gemeindbad com o mesmo tipo de estrutura. A diferença é que ao invés do quiosque com currywurst (salsicha típica alemã) e batatas fritas de Uffing, o visitante terá à disposição um restaurante italiano. Eu gosto bastante de comprar pizza e comer sentada na minha toalha. Há ainda a opção de curtir o lago em Murnau, que conta com uma praia e restaurante para hambúrguer.

Leia também: Sete vinhos alemães que voce precisa provar

Bodensee ou lago Constance é o maior e mais visitado da Alemanha, com sua posição estratégica na fronteira com a Áustria e a Suíça, além da exclusiva ilha florida de Mainau. É também a região mais ensolarada do país, o que a tornou ideal para a produção de vinhos e maçãs. As atividades incluem trilhas, excursões nas montanhas, passeios de barco e de teleférico.

Chiemsee, que fica próximo à cidade de Rosenheim (entre Munique e Salzburg) é conhecido como o mar da Baviera, devido às marés e sua grande extensão, o que fez com que fosse dividido em diferentes partes. É o terceiro maior lago da Alemanha e segundo maior da Baviera. O lago conta com três ilhas: Herreninsel, Frauenchiemsee e Krautinsel. Herreninsel atrai muitos turistas por abrigar o famoso castelo de Herrenchiemsee, que data do século 19.

Ammersee é o terceiro maior lago da Baviera e bem popular para nadar, pescar, navegar e também para trilhas e mountain bike. A área conta como uma grande biodiversidade, especialmente de aves, pois há um santuário para pássaros. Existe ainda a possibilidade de fazer uma trilha de duas horas a partir da cidade de Herrsching, através da floresta, até o monastério Andechs. Essa ideia é particularmente atraente no verão, pois as redondezas do monastério têm uma temperatura mais fria.

Konigsee é um lago limpíssimo e o mais profundo da Alemanha, além de um popular destino turístico com visitantes do mundo inteiro. Se situa na pequena cidade de Berchtesgaden, próxima à fronteira com a Áustria, onde Hitler estabeleceu sua residência de verão durante a guerra. Recomendo o passeio de barco que conta com duas paradas, uma delas na icônica ilha de Sankt Bartholomä, que se tornou um centro de peregrinação a partir do século 17. Também vale a pena o momento do passeio em que o guia toca o trompete na parte do lago onde há eco.

Tegernsee é cercado pelos Alpes e bem próximo de Munique. É possível ir de teleférico até a montanha Wallberg, mas também fazer trilhas de todos os níveis (principiante a avançado) pelas montanhas. E, para os mais aventureiros: que tal aderir a um voo de parapente? Já para os mais tranquilos, a opção é sentar à beira do lago ou curtir os típicos restaurantes com especialidades bávaras ao redor.

Por fim, Walchensee impressiona pela cor da água, que varia em tonalidades de azul, e pelos pinheiros. O lago fica a cerca de uma hora de carro de Munique e certamente vale uma visita.

No inverno, muitos lagos são cercados de neve e chegam até mesmo a congelar, viram então uma bela paisagem, muito apreciada pelos amantes de esqui que estão nas montanhas ao redor. Alguns possibilitam a prática de hockey no gelo quando a água se solidifica. No entanto, vale alertar que caminhar ou praticar esportes sob uma superficie congelada envolve muitos riscos e são atividades que só devem ser realizadas com extrema precaução e conhecimento.

Essa foi uma breve seleção de lagos da Baviera, mas há muito mais a ser explorado e outras belezas a serem descobertas.Considerem um gostinho para começar. Viel Spaß (divirtam-se)!

Related posts

Empregos em Berlim

Bárbara Poplade Schmalz

Por que conhecer as quatro províncias da Catalunha

Carolina Lauzen

Região cafeeira na Colômbia

Jamille Morais

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação