BrasileirasPeloMundo.com
Culinária Pelo Mundo Turquia

Alimentação e culinária turca

Alimentação e culinária turca.

Mesmo vivendo em Ancara, capital com 5 milhões de habitantes, é muito difícil encontrar culinária internacional. Há pouquíssimas opções de restaurantes com cardápio variado e para comer um sushi ou um taco mexicano é preciso, as vezes, atravessar a cidade.

Os turcos não são abertos a culinária internacional e quando viajam ao exterior a comida sempre é a maior reclamação e dificuldade para eles. “Foi tudo ótimo, exceto pela comida” foi o que ouvi de uma amiga ao contar sobre sua viagem para Itália.

Imagine só como é para estrangeiros que vivem em cidades pequenas, realmente não há opção. Mas a culinária turca é muito variada e rica em sabor. O país conta com um clima diversificado, propiciando grande variedade de frutas, verduras e legumes.

Adoro o fato da culinária turca ser mais natural, tendo o consumo de itens industrializados bem reduzido. Aqui se preza pela comida fresca e caseira. Por exemplo, não é comum comprar pão de pacote fatiado para se comer durante toda a semana. Eles compram pão todos os dias. É comum secar pimentões de forma natural, quando esta na estação, que depois passarão por um processo caseiro e simples de hidratação antes de serem preparados, durante todo o ano.

A base da alimentação turca é o pão. Os turcos consomem pão em todas as refeições. Há diversos tipos de pães e são sempre muito saborosos e baratos. Um pão comum grande, equivalente a quatro pães franceses, custa 1 lira turca, ou seja, menos de um real. É comum ver pessoas com sacola de pão, com 6 ou 8 unidades, e pode apostar que a quantidade é só para o dia, que será consumido por uma família.

Leia também: diferenças entre Istambul e Ancara

Em todas as refeições sempre há uma saladinha, inclusive no café da manhã, que merece destaque quando falamos sobre culinária turca por ser a principal refeição e também por ser tão completa e diferente do nosso tradicional e simples pão e café com leite.

Composto basicamente por pães, queijos, geleias, tomate, azeitona, pepino, manteiga e muito chá preto, o kahvaltı, como é chamado o café da manhã em turco, é servido como na foto principal deste artigo, em pequenas porções.

Os queijos merecem destaque. Há enorme variedade e sempre é servido pelo menos três opções em grandes cafés da manhã. Em casa também é comum ter várias opções na geladeira já que os preços são super acessíveis, quando comparado ao preço do Brasil.

Há várias formas de preparo dos ovos: cozido, frito na manteiga, omelete ou então o delicioso menemem, que são ovos mexidos com tomate e pimenta verde, muito bem temperado. As azeitonas pretas são naturais e por isso nada parecidas com as em conserva que conhecemos no Brasil. Possuem um sabor bastante característico.

Além desses itens, o  simit também é um item bastante popular. Trata-se de uma massa de pão modelada em circulo, totalmente coberta por gergelim. Ele é vendido pelas ruas, durante todo o dia. Três unidades de simit custa duas liras turcas.

CURIOSIDADES

O iogurte é de origem turca e não grega, como muitos acham. O iogurte natural turco é da mesma consistencia que conhecemos por grego no Brasil.

Já o iogurte adoçado, apesar de existir no supermercado, não é comum. Aqui consome-se o iogurte natural junto com diversos pratos salgados. Existe até uma bebida muito comum para os turcos chamada Ayran que é feita de yogurte, sal e água. Desconheço brasileiro que goste.

Faca é artigo de luxo nas casas turcas. Usa-se muita colher pois a comida é mais liquida e o pão é molhado caldo, molho ou similar.

Leia também: como é morar na Turquia

Como as pessoas normalmente tocam na comida, principalmente no pão, após as refeições usa-se uma toalha molhada quente, nos restaurantes mais requintados, ou então um lenço umidecido para limpar as mãos. Até subway daqui serve o lenço junto com os lanches.

Pepino é comido também como lanche, com casca e tudo. Não é de se admirar que os turcos sejam, de maneira geral, magros.

Os alimentos brasileiros que não se encontra na Turquia são muitos, especialmente aqueles que incluem ingredientes locais como a farofa que é feita com farinha de mandioca e pão de queijo que se usa polvilho, por exemplo. Caldo de legumes, frutas tropicais, cachaça, paçoca, leite condensado, batata palha, requeijão, pastel, coxinha, polenta, qualquer doce ou sobremesa que use leite condensado, são alguns dos exemplos.

O kebab é a refeição mais comum na Turquia, que é basicamente composto de pão com carne e salada. O que no Brasil é chamado de Kebab, aqui chama-se Doner. O Kebab tem muitas variações mas é sempre grelhado.

Ainda há muito o que falar, ou melhor escrever, sobre a culinária turca. Os doces, as comidas originadas do Império Otomano, entre muitos outros que serão abordados em posts futuros!

Fotos: Melvincottrell e TripAdvisor

Related posts

A comida típica do sul dos EUA

Alessandra Ferreira

O que os dinamarqueses comem?

Cristiane Leme

A cultura do ouro na Turquia

Aline Oliveira

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação