BrasileirasPeloMundo.com
Alugar/Comprar Imóvel Pelo Mundo Nova Zelândia

Aluguel na Nova Zelândia: guia e dicas

Aluguel de Casa na Nova Zelandia

Aluguel na Nova Zelândia: guia e dicas.

Ao se mudar para a Nova Zelândia, uma das primeiras coisas a se fazer é escolher a cidade onde vai morar: Auckland (a maior cidade), Wellington (a capital), Queenstown (famosa pelo bungee-jump) e Christchurch costumam atrair muitos imigrantes, ainda que outros destinos possam ser interessantes ou mais adequados para cada estilo de vida.

Definido o local, o próximo passo é escolher onde morar e é aí que começam as dificuldades e dúvidas.

O mercado imobiliário é extremamente aquecido: há muito mais pessoas procurando um lugar para morar do que imóveis disponíveis, preços nas alturas e as diferenças são muito grandes.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Nova Zelândia

Como alugar uma casa na Nova Zelândia

No Brasil, buscamos bairros e lugares de nosso interesse, contatamos imobiliárias, os corretores são nossos parceiros e visitamos diversos imóveis até escolhermos o local em que queremos alugar, além de ser muito comum fazer uma contraproposta com relação ao preço do aluguel.

na Nova Zelândia, alugar uma casa tem um processo bem diferente que explico adiante.

Primeiramente, fiz um breve glossário para ajudar os recém-chegados que precisam alugar rapidamente um lugar para morar (ou estão tentando fazer isso do Brasil).

Glossário do Aluguel na Nova Zelândia

  • Tenant – inquilino
  • Landlord – proprietário do imóvel
  • Real Estate – a corretora de imóveis
  • Tenancy – locação
  • Tenancy Agreement – contrato de locação
  • Advance – valor de locação pago adiantado (geralmente 1 semana)
  • Bond – valor caução a ser depositado e que será devolvido ao final do contrato caso não tenha havido nenhum dano ao imóvel (importante: não é pago ao proprietário, mas a uma empresa que administra esta valor e fará a verificação), equivalente a 1 a 4 semanas de aluguel
  • Letting fee – taxa de locação (paga pelo inquilino para a corretora de imóveis)
  • GST – imposto (15%), geralmente sobre a taxa de locação
  • Move in costs – custos para fechar o aluguel e começar o contrato (geralmente inclui as condições desejadas: bond, quanto tem que se pagar de aluguel adiantado e taxa de locação, além do imposto sobre a taxa de locação)
  • Garage x off street – se o local tem garagem ou se você deverá parar o carro numa área externa (dentro da propriedade)
  • Available – a data a partir da qual o imóvel estará disponível
  • Ideal Tenents – o tipo de inquilino que os proprietários idealizam
  • North Facing – o imóvel está voltado ao norte (indicando que a propriedade pega bastante sol)
  • Well insulate – bem protegida contra as variações de temperatura (isolamento térmico)
  • Mould – mofo
  • Heater – aquecimento
  • Leaking house – casa com infiltração
  • Separated bath & shower – banheiro (privada) separada do local de banho (muito útil já que a maioria das casas tem somente 1 banheiro)
  • Cul-de-sac – rua sem saída
  • Open Home – data em que a propriedade estará aberta para visitação
  • Furnishing – quais os móveis e eletrodomésticos que estão inclusos no aluguel
  • Flatmating – quando um grupo de pessoas compartilha a mesma casa (como uma república)
  • Alguns tipos de propriedades:
    • Apartment – um apartamento
    • House – uma casa (geralmente inteira ou parcial)
    • Townhouse – casa em condomínio
    • Unit – uma unidade dentro de uma casa (geralmente independente), em alguns casos pode ser um “flat”
    • Granny House – a casa da vovó, geralmente uma casinha pequena dentro de uma propriedade maior, mas costuma ser independente

Diferenças entre Brasil e Nova Zelândia

Pelo glossário, percebe-se que há muitas diferenças entre ambos os países no processo de aluguel de casas:

  • os aluguéis são pagos por semana (ou quinzena),
  • há muito mais gente querendo alugar do que casas disponíveis,
  • há muito mais casas do que apartamentos,
  • casas de 2 dormitórios costumam ser muito disputadas,
  • não há um agente imobiliário que te leva às visitas ou mostra imóveis para você: tudo é feito por você, sozinho, pela internet (o agente imobiliário só irá receber as aplicações e lidar com o proprietário, ainda que quem o pague seja você, inquilino),
  • as datas de visitas costumam ser fixas, nos “Open Days”, mas é possível negociar outras datas,
  • algumas vezes as propriedades são subdivididas e portanto uma parte da casa tem um inquilino e a outra parte da casa, outro inquilino, podendo ou não serem separadas e independentes

O passo a passo para o aluguel

Se informe sobre como funciona o aluguel de imóveis por aqui e o site do CAB, Citizens Advice Bureau, tem muita informação importante (em inglês).

Aqui está um Guia de Boas Práticas de Locação, feito pelo governo do país para orientar os inquilinos e proprietários (incluindo direitos e deveres). Baixe e leia com atenção.

Entre no site das imobiliárias (ex. Harcourts, Barfoo & Thompson, Rentex, Ray White e outras) ou o Trade Me, site de compra, venda e aluguel de imóveis e objetos popular em toda a Nova Zelândia.

Selecione a opção para locação (“to rent”), escolha a região, cidade e até bairros desejados, além dos detalhes da propriedade (número de quartos e banheiros, valor do aluguel por semana, tipo de propriedade, avaliabilidade etc.).

Os valores de aluguel podem variar bastante de acordo com a cidade e o bairro. Em Auckland pode-se pagar um aluguel médio entre NZD 450 e 550 por uma casa de 2 dormitórios e NZD 500 a 650 para uma casa de 3 dormitórios.

Entre em contato com o corretor ou o proprietário para agendar a visita, e prepare-se: muitas vezes nesta data há muitas aplicações (pessoas interessadas que preenchem uma ficha com a proposta de aluguel) e o imóvel já é locado na mesma semana.

Você mal terá tempo de pensar e analisar. Visitou, gostou, aplicou! Muitos aplicam para mais de uma casa na mesma semana, sobretudo quando há muita gente nos dias de visita.

Provavelmente irão te pedir alguns documentos comprovando a renda, seu visto e até referências pessoais.

Caso você seja o escolhido, será informado para assinatura do contrato de locação e o pagamento dos valores acordados como “moving costs”.

Aqui está um modelo de contrato de locação disponibilizado pelo governo como uma referência e que, idealmente, pode ser utilizado e assinado entre as partes.

Note que neste link acima, está mencionada a declaração de que a casa tem isolamento térmico (“insulation”) e isso é importante confirmar.

O “bond” deverá ser validado pelo “Tenancy Services” que é regulado pelo governo (você receberá uma carta em seu nome pelo correio, falando sobre o bond depositado) e só poderá ser utilizado de comum acordo.

Caso tenha alguma dúvida ou ponto que não esteja claro na negociação, seus direitos e deveres, você pode consultar o Tenancy Compliance pelo telefone 0800 836 262.

Dificuldades e Pontos Importantes a Considerar

As maiores dificuldades, na minha visão, são nos adaptarmos aos tipos de casa (de madeira), ao número pequeno de banheiros (geralmente 1 único), à velocidade que o mercado imobiliário tem por aqui (temos que visitar, decidir e aplicar na hora) e também às mudanças repentinas de rumo, quando os proprietários pedem as casas (muitas pessoas acabam mudando diversas vezes de casa ao longo de um mesmo ano).

Há outros fatores que podem ser bastante impactantes.

Os tempos de duração dos contratos geralmente variam entre 6 a 12 meses, e num mercado aquecido isso pode ser um problema. Por outro lado, caso não goste da propriedade, você pode, facilmente, encerrar o contrato. Usualmente pede-se a ambas as partes um aviso prévio de 4 semanas.

Outro ponto são os aumentos, que podem ser feitos a bel prazer do proprietário. Sempre tive sorte, mas o proprietário pode aumentar o aluguel a cada 6 meses e avisar com cerca de 60 dias de antecedência.

Leia Também: Custo de Vida na Nova Zelândia

Muitas casas podem ser vendidas enquanto você estiver morando, e não há nada que se possa fazer. Eu passei por esta experiência e tive sorte dos compradores serem investidores e manterem o contrato, mas por outro lado algumas condições foram mudadas e a casa foi subdividida (além disso as datas de visitas de potenciais compradores eram bem incômodas).

Os proprietários costumam fazer inspeção nas casas a cada 3 meses, em dias e horários pré-combinados e você tem que aceitar estas “visitas” técnicas.

Outro ponto importante é combinar as responsaibilidade sobre o corte da grama (lawn mowing) e os cuidados com o jardim, geralmente o primeiro fica a cargo do inquilino e o segundo, sob responsabilidade do proprietário.

Alugar uma casa na Nova Zelândia pode ser uma grande aventura, mas certamente quando encontrar algum lugar para chamar (temporariamente) de seu, a sensação será maravilhosa.

Tem mais dúvidas?

Related posts

Como buscar acomodação na Austrália

Mariana Camargo

Como comprar casa na Inglaterra

Juliana Brandão

A saga por um apartamento em Lyon

Sabrina de Paula

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação