BrasileirasPeloMundo.com
Nova Zelândia

Como é morar em Auckland, na Nova Zelândia

Por Do Sol em Auckland - Foto: Gabriela RC Nunes

O que atrai tanta gente a morar em Auckland?

Auckland é uma cidade vibrante, surpreendente e extremamente rica, cultural e economicamente. Tem algumas das praias mais charmosas da Nova Zelândia, paisagens e pôres-de-sol de cair o queixo, celebra a cultura maori, pacífica, o ano novo chinês, a festa das luzes indiana e até carnaval e, ao mesmo tempo, concentra a maior parte da economia do país.

É em Auckland que está a maior concentração de coisas para se fazer, a vida cultural é bastante intensa, repleta de shows, espetáculos, esportes, restaurantes, cafés, passeios e tantas outras atividades.

Talvez por tudo isso é que cerca de 1/3 da população, ou seja, 1.571.718 pessoas, vive na região de Auckland (e isso representa um aumento de 11% em relação ao censo de 2013).

Com tantos elementos assim, o que atrai tanta gente a morar em Auckland?

Emprego e muitas oportunidades

Auckland é, de longe, a maior economia da Nova Zelândia -contribuindo com cerca de 37,5% para o PIB (segundo estatísticas oficiais de 2018).  Obviamente grande parte das empresas escolheu a cidade para estabelecer o a sua sede e, com isso, trazendo milhares de empregos para a região. Bancos, construtoras, indústria, lazer e turismo, além da agricultura, fazem da cidade um grande gerador de renda e emprego.

Custo de vida é alto

Com tanta coisa acontecendo por aqui, é natural que a maioria dos imigrantes (além da população local) queira viver nos arredores da cidade. Por conta da grande demanda, de um mercado imobiliário super aquecido e tantos outros fatores, o custo de vida na cidade é alto: aluguel, alimentação, transporte e combustível estão entre os mais altos.

Saiba Também:

Transporte público

O principal meio de transporte para ir ao trabalho e se deslocar pela cidade é o carro, mas nem por isso podemos dizer que o transporte público é ruim, pelo contrário, eu acho muito bom. Eu escrevi aqui para o BPM falando justamente sobre como é o “Transporte Público em Auckland”.

Apesar de haver muito trânsito em Auckland, o combustível e os estacionamentos serem bastante caros, o transporte público é uma ótima alternativa e dependendo do local em que você vive, pode usar uma combinação deles para se deslocar (crianças e adoslescentes caminham, pedalam e pegam ônibus para ir às escolas, adultos utilizam carro, ônibus, trem ou balsa para ir ao trabalho).

Em horários de pico, chega-se a levar mais de 1 hora de carro do norte te Auckland até o centro, enquanto que o mesmo percurso feito de ônibus pode ser feito em menos de 30 minutos. É de se considerar.

Ambiente cosmopolita

Trata-se de uma cidade que atrai tanta gente de tudo quanto é lugar: imigrantes Europeus (incluindo não somente o Reino Unido, mas também países do leste europeu), que são a maioria, há os maoris (primeiros a colonizar o país), povos pacíficos e asiáticos (com predominância chinesa e indiana), além de latinos e sul africanos.

Trata-se de uma deliciosa mistura que reflete na inclusão e na maneira como o país é receptivo ao imigrante.

Leia também: Tudo o que você precisa saber para morar na Nova Zelândia

É relativamente segura

Eu trabalhei por um tempo numa empresa de segurança, e com isso fiquei por dentro do que acontecia em relação a criminalidade em Auckland e na Nova Zelândia. Ainda assim, para quem vem de um país onde mais de 51 mil pessoas foram assassinadas no Brasil em 2018, estar num país onde as estatísticas apontaram para um número máximo de 50 assassinatos ao todo em 2016, dá uma imensa sensação de segurança.

Além disso, outros tipos de criminalidade são muito menores do que as taxas encontradas no Brasil, e o efetivo policial, também maior, mais equipado e com mais condições de prevenir, investigar e levar a julgamento a grande maioria dos casos. Geralmente o que acontece são furtos e, mais uma vez, são muito menos frequentes do que no Brasil.

Atividades para todas as idades

Ainda que os jovens possam reclamar que, comparada com São Paulo ou outras grandes capitais como Londres ou Nova Iorque, Auckland não ofereça uma vida assim tão agitada, a cidade tem muitas coisas para se fazer, e quando digo isso me refiro a todas as idades (de famílias de todos os tamanhos até a terceira idade, que está sempre aproveitando os cafés e parques da cidade).

Urbana, rural ou praiana?

Auckland tem a maior cidade, o maior número de empresas e de atividades culturais. É portanto urbana.

Mas não precisa ir mais longe do que descer a Queen Street (a rua mais importante do centro comercial) para se chegar à praia, e a cidade é repleta delas, além de carregar em si um espírito praiano e com muitas atividades aquáticas. Auckland tem praias imperdíveis. Portanto, é praiana.

Ao mesmo tempo, não é preciso andar muito longe para se deparar com pastos, gado e as famosas ovelhas. Mercados de bairro se incumbem de oferecer produção rural direto para os consumidores. É, também, rural.

Há coisa melhor do que isso?

Leia Também: 10 passeios fora dos roteiros para se fazer em Auckland

Beleza natural

O crescimento rápido não foi desordenado, pelo contrário, preservou suas heranças naturais com parques e áreas verdes em toda a cidade, de leste a oeste e norte a sul. Todos os bairros possuem incontáveis reservas, parques e áreas verdes.

Mais do que gramados e jardins, a cidade conta também com riachos, vulcões extintos e a baía que recebe cardumes de peixes, golfinhos e baleias em espetáculos diários.

Esportes aquáticos

Auckland ganhou fama como “A cidade da vela”, isso porque a cidade ficou conhecida por ter o maior número de embarcações por habitante.

Estima-se atualmente que o número total de embarcações recreativas na Nova Zelândia seja de cerca de 960.000, que vão desde caiaques até iates e veleiros, e cerca de 37% deles estão localizados em Auckland (que também abriga a maior marina do hemisfério sul, Westhaven Marina, tenha capacidade para mais de 2 mil barcos e será a cidade sede da America´s Cup em 2021).

Além de sempre haver embarcações de todos os tipos (caiaques, jet-skis, canoas, barcos, iates e veleiros de todos os tamanhos) cruzando todos os canais, baías e litoral, a cidade tem uma atividade muito intensa e uma conversa comum, além do tempo, é falar sobre a pesca do final de semana (geralmente realizada em barcos).

Então como é viver em Auckland?

Com tanta coisa boa assim, é impossível não se apaixonar pela cidade. Eu poderia ficar aqui enumerando milhares de outras qualidades (e alguns defeitos), sem perder a paixão e o encanto.

A foto deste post é uma das milhares que eu tiro seja passeand, do ônibus, a caminho do trabalho, enquanto suspiro pensando no quanto somos sortudos por podermos viver em uma cidade tão perfeita, um verdadeiro paraíso.

Related posts

Como as mamães se exercitam na Nova Zelândia

Roberta Crossley

Tradições de Natal na Nova Zelândia

Rosana Melo

A minha vida na Nova Zelândia

Rosana Melo

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação