Amor e cobranças no relacionamento

0
769
Foto: Pexels.com
Advertisement

Amor e cobranças no relacionamento.

Amor, ah, o amor… Quando chega, é uma maravilha… É transformador… Começa com uma paixão avassaladora, e fazemos tudo para chamar a atenção e agradar o outro. Mas o tempo passa, e as coisas vão mudando, evoluindo. Aquela necessidade de impressionar o outro vai passando, mesmo que o encantamento continue. É normal nos perguntarmos porque os nossos parceiros já não são tão românticos.

Nós, mulheres, sempre criamos expectativas sobre como devemos ser tratadas e, nem sempre, as comunicamos aos nossos parceiros. Criamos expectativas irreais para os nossos relacionamentos e cobramos do parceiro o fato de elas não estarem sendo correspondidas. Queremos os grandes gestos românticos de outrora. A maioria das mulheres relaciona a ausência desses grandes atos românticos ao amor não correspondido, o que não é verdade. Não nos damos conta dos pequenos gestos de amor que são feitos todos os dias.

Esses pequenos gestos variam muito de cultura para cultura, e isto fica muito claro quando lemos sobre o comportamento dos homens nos diferentes países em textos publicados aqui no Brasileiras Pelo Mundo. Em algumas culturas os homens ajudam mais na casa, em outras ajudam mais com os filhos, e em outras esperam que a mulher cuide da familia e da casa, não levantando um dedo. Mas certos pequenos gestos de carinho são universais, como fazer um chamego, cuidar de você quando está doente, ouvir-lhe com atenção e compaixão e até cuidar dos filhos para que você consiga tomar um bom banho sem ser interrompida.

Em novembro, foi publicado um estudo interessantíssimo da Penn State University sobre o que nos faz sentir mais e menos amados. De acordo com essa pesquisa, sentir-se amado em um relacionamento é mais importante do que ouvir que o parceiro lhe ama. O amor não se traduz em palavras. A conclusão da pesquisa foi que um gesto carinhoso tem um peso maior do que palavras amorosas. Os pesquisadores também chegaram a um acordo sobre o que seria e o que não seria considerado amor.

Foi avaliado como os homens e as mulheres têm expectativas diferentes em relação ao que é amor. Para os homens, amor associa a emoção com prazer e sexo. Para as mulheres, está associado à segurança e comprometimento. Os homens também não sabem direito como demonstrar amor. Mulheres e homens têm conceitos diferentes sobre o que é o amor. Não é certo entrar em um relacionamento acreditando que homem e mulher têm a mesma noção do que é ser e se sentir amado.

Expressões físicas de carinho, como abraços, beijos e dar as mãos, são tão importantes quanto as expressões verbais de apoio, como apoiar e dar sinais de empatia e compaixão, além de ouvir o outro. A gratidão pelo que o parceiro faz também foi considerada importantíssima para a felicidade do casal. Foi demonstrado, por exemplo, que ajudar o outro com pequenas tarefas do dia-a-dia, tem um efeito bem mais positivo do que colocar um anúncio no jornal dizendo “eu te amo”.

Comportamento controlador e possessivo é o que faz com que as pessoas se sintam menos amadas. Então atenção você, que gosta de fuxicar o telefone do outro, liga milhões de vezes por dia e não deixa o parceiro sair sozinho. Este comportamento irá afastá-lo. Ninguém gosta de ter a vida e a privacidade invadidas.

Em relacionamentos multiculturais é imprescindível ter um entendimento básico da cultura e comportamento de cada um. Portanto, mais uma vez, a comunicação entre o casal é fundamental. Para nós, mulheres brasileiras, andar de mãos dadas em publico é normal, mas em outras culturas não é. Não podemos nos sentir menos amadas ou diminuídas por isto, desde que outros carinhos substituam esse. Quanto mais conectado o casal estiver, melhor será a qualidade do relacionamento e mais chances terá de ser duradouro. Por isso, é muito importante que se converse sobre essas diferenças culturais, explicando um ao outro o que é ou não normal e aceitável em cada cultura, e chegar a um acordo sobre o que vocês vão assimilar de cada uma.

Eu acredito que o amor entre um casal é a melhor ferramenta para exercitar o amor ao próximo. Temos que ser capazes de demonstrar amor e carinho para a pessoa que escolhemos estar ao lado, e não de ficar fazendo cobranças e colocando a pessoa para baixo. Devemos agir como parte ativa em nossos relacionamentos e não como parte passiva. Se quisermos um relacionamento positivo, devemos agir e nos comportar de forma positiva, trazendo amor, alegria, cuidado e compaixão. Hoje em dia temos até aplicativos para nos ajudar a demonstrar amor pelo parceiro. Eu recomendei um aplicativo a um aluno que o ajuda a lembrar das datas especiais, a fazer surpresas e até a saber o que dizer em algumas ocasiões. Por mais que este app assuma que as mulheres todas querem as mesmas coisas, o que definitivamente não é o caso, a intenção por trás é ótima, que é demonstrar amor a parceira. Acho que todo tipo de ajuda é valido, quando o objetivo é ter um relacionamento saudável e amoroso. Quem não precisa dessa ferramenta, pode utilizar várias outras. O importante é comunicar através de gestos e palavras o seu amor ao outro.

Eu, agora, faço a vocês a mesma pergunta que foi feita na pesquisa, e vou amar ler as respostas. Quais são as duas coisas que você mais gosta no seu relacionamento?

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.