Elogios no relacionamento

4
1008
(Foto: Pexels.com)
Advertisement

Elogios no relacionamento.

Hoje eu recebi um telefonema que me fez ganhar o dia. Foi a mulher de um cliente me agradecendo porque recebeu o que ela disse ser o melhor elogio que já ouviu do marido. Eu fiquei tão comovida, que no fim do telefonema pedi à ela autorização para dividir a história com vocês.

O casal, assim como muitos, estava passando por um período de dificuldades, mas dessa vez, a mulher estava dando sinais claros de que ia jogar a toalha. Ela começou a recuperar a autoestima, emagreceu, começou a sair mais com as amigas e estava viajando ao Brasil sempre que surgia uma oportunidade. O marido percebeu que, se não procurasse ajuda para resgatar o seu casamento naquele momento, o divórcio seria inevitável. Ele havia passado os três últimos anos completamente dedicado ao trabalho, pois se mudaram de país e a nova posição exigia muito dele. Mal tirava férias e, quando tirava, não queria viajar com a família, pois viajava três semanas por mês a trabalho. A mulher, com razão, se sentia abandonada. Ele não participava mais da vida em família, perdendo os aniversários dos filhos, apresentações na escola, datas especiais etc. Até os finais de semana eram impactados pelas viagens de negócio. Ele percebeu que já estavam vivendo vidas paralelas, porém, não queria perdê-la. E assim ele chegou até a mim.

Muitos relacionamentos, depois de alguns anos, entram no piloto automático. Cada um desenvolve o seu papel e o cumpre como se fosse um robô. Passam a não enxergar o outro como um indivíduo com necessidades e desejos próprios, mas sim como alguém que tem apenas obrigações a cumprir. A felicidade não pode existir em um relacionamento assim. Ainda bem que algumas pessoas procuram ajuda assim que percebem que isto está acontecendo.

Leia também: Autoestima da mulher nos relacionamentos

Fredrich Nietzche dizia que não é a falta de amor, mas a falta de amizade que leva a casamentos infelizes. E por mais que amizade envolva afeto, este não é o único elemento. Amizade também exige cumplicidade, intimidade, compreensão, confiança, ajuda mútua e perdão. Vocês já perceberam que perdoamos e elogiamos um amigo com muito mais frequência do que os nossos parceiros?

Quando eu peço para as pessoas fazerem uma lista de 10 defeitos dos companheiros, fazem rapidinho. Mas quando eu peço para fazerem uma lista com as qualidades, elas demoram bem mais tempo. Mesmo em relacionamentos felizes existe uma dificuldade maior em reconhecer as qualidades do parceiro. Algo semelhante acontece quando eu peço para que façam uma lista de 5 vezes que tiveram que perdoar o parceiro versus 5 vezes que tiveram que pedir perdão. Este exercício sempre faz as pessoas chegarem a conclusão de que não valorizam o parceiro como deveriam. E é tão simples mudar…

Em nosso dia a dia, normalmente nos esquecemos de tratar os nossos parceiros com aquela velha máxima: trate o outro como gostaria de ser tratado. É mais fácil despejarmos todo o nosso lixo emocional em quem está mais próximo de nós. Agir assim uma ou outra vez é uma coisa. Somos humanos e, às vezes, precisamos desabafar e até ter um ataque, mas fazer isso com muita frequência mina qualquer relacionamento. Nós devemos almejar ser a pessoa que dá o melhor de si para o outro, e não quem se torna uma fonte permanente de stress. Temos que ter prazer em passar tempo juntos. Devemos ser a pessoa com quem gostaríamos de nos relacionar. Seria ideal darmos ao outro o carinho e a atenção que esperamos receber. Voltamos à lei do retorno. Parece simples, não parece? Mas não praticamos isto com a frequência que deveríamos.

O elogio que citei lá em cima? Que ela era a melhor mulher do mundo, e que finalmente ele enxergava isto. Ele a agradeceu pelo modo e pelo amor com que ela cuida dele há tantos anos. Ele reconheceu que nos anos em que estavam casados jamais precisou comprar nada para ele mesmo. O shampoo estava acabando? Ela colocava um novo no lugar assim que via que ele havia virado de cabeça para baixo. Precisa de uma nova lâmina de barbear? Ela tinha novas na gaveta? O vinho preferido sempre estava na despensa. As roupas? Sempre limpas e passadas. Comida preferida quando chegava de viagem? Prontinha, esperando por ele. Ele não tinha outra preocupação que não fosse com o trabalho, e percebeu isto. Não só agradeceu à ela, como pediu perdão por ter deixado isto passar em branco durante tantos anos. Reconheceu que nunca ninguém havia cuidado ou amado tanto ele quanto ela o amava. Ainda percebeu o quanto ela teve que abrir mão para cuidar da família, que era uma mãe maravilhosa, e o quanto isto se refletia nos filhos. No dia seguinte, ele convocou a mãe dele para cuidar dos filhos e partiram em uma nova lua de mel durante um fim de semana. Sugeriu outras mudanças na rotina dele, que já está implementando. Estão felicíssimos!

Lista de psicólogas brasileiras pelo mundo

Como faz bem a nós, mulheres expatriadas, que abrimos mão de toda uma vida, termos o nosso trabalho reconhecido com uma bela demonstração de carinho. E você, quando foi a última vez que recebeu um elogio sincero? E quando foi a última vez que o fez? Que tal praticar mais isto, começando hoje?

4 Comentários

  1. Ameeei esse texto! Esse tipo de coisa é sempre interessante! Faço mais isso com pedintes ou vendedores ambulantes, por exemplo, dando-lhes um trocando e dizendo que o dia deles será maravilhoso, que conseguirão muitos trocados e muitas vendas! Esses elogios os frases positivas faço pouco com amigos e familiares, mas seu texto despertou um interesse maior em prestar mais atenção nisso e, consequentemente, aplicar mais essas coisas com eles <3 Obrigado pelo texto, Cecília! =)

    • Obrigada, Derick! Muitas vezes nos esquecemos de elogiar justamente os que estao mais próximos, e que as vezes sao os que mais precisam ouvir um elogio nosso, que tem um peso maior do que o de qualquer outra pessoa. Fico feliz por voce ter gostado. Abraços!

  2. Ótimo texto. Me vejo elogiando sempre meu namorado. Ele tem mta dificuldade em dizer algo mais amável. Mas promove isso fazendo minhas vontades, até mesmo me servindo uma bebida no meu copo preferido. Eu adoraria ser elogiada sempre pelo meu namorado, mas quase nunca ouço palavras que eu gostaria….Será que devo relevar essa necessidade de ter que ouvir o elogio e conviver assim…ou será mesmo que é tão necessário ouvir elogios p se sentir amada? Obrigada.

    • Oi Claudia. Ele parece ser um otimo namorado. Voce deve sim revelar esta vontade a ele, mas quando for revelar, o faca de uma maneira positiva e nao com cobrança ou com um tom que possa ser interpretado como acusação. Diga a ele o quanto voce adora e reconhece os cuidados que ele tem contigo e que gostaria muito que ele te elogiasse tambem. Tente conhecer o passado dele para entender o porque dele nao fazer elogios, muito provavelmente é porque nao foi elogiado na infância e por isto nao tem este habito. Boa sorte e felicidades com ele!

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.