BrasileirasPeloMundo.com
Argentina

Argentina – Crise Parte 5: Custo de Vida

Muitos me perguntam sobre o custo de vida aqui em Buenos Aires. Existem, como em todos os países, instituições que fazem cálculos e existem nós, pessoas da vida real, que ao sabermos destes resultados o verificamos com a nossa realidade.

Os últimos dados informaram que uma família modelo, casal com dois filhos, está gastando ao redor de dez mil pesos por mês (com imóvel próprio, pagando aluguel seria doze mil pesos). Muitos amigos, principalmente os com filhos riram quando souberam desse valor. Eu também coloquei em dúvida – afinal, como uma pessoa solteira, sem filhos e que mora sozinha, não estou muito longe do valor do custo de vida fornecido por estes dados oficiais. Saiba os detalhes desta pesquisa neste link: Custo de Vida Buenos Aires_2015

Para não ficar muito tendencioso, vou colocar aqui valores verdadeiros e em pesos e podemos fazer os cálculos juntos, o que acham? Vamos lá!

Primeiro, não caia no lugar comum de fazer câmbio, afinal quando moramos num país vivemos e gastamos o dinheiro dali. Ou seja, se uma pessoa ganha cinco mil, ela vai sobreviver gastando este valor e não com o valor de outra moeda.

Segundo, a pesquisa contou com um aluguel de aproximadamente 2 mil para essa família modelo, o que por si já complica tudo. Um apartamento na capital – e na província não está muito diferente – atualmente está a partir de 3.500 pesos. Encontrar um monoambiente (conjugado no Brasil) ou kitchenette pequeno vazio por 3 mil é ter muita, mais muita sorte mesmo. Uma amiga deu sorte e conseguiu alugar um quarto e sala por 4 mil. Menos que isso é como acreditar em Papai Noel. Por causa da inflação tão alta estão pedindo qualquer valor, o mercado imobiliário está completamente descontrolado. No mesmo edifício um monoambiente pode custar 3.500 e outro 6 mil. Os monoambientes mobiliados variam de 5.500 a 9 mil. Em bairros como a Recoleta chegam a custar até 12 mil!

custo-de-vida1

Usando para cálculos um apartamento no valor de 3.500 pesos, vamos somar os outros gastos mensais para uma pessoa.

Condomínio: 600 pesos

Internet, TV e telefone por Telecentro: 539 pesos, mensal

Gás, água e luz aqui são pagos bimestralmente e os subsídios – ajuda do governo – foram retirados de vários bairros, assim têm valores muitos diferentes. Alguns pagam 100; outros, até 900. Uma média seria:

Gás: 80 pesos

Luz: 300 pesos

Água: 200 pesos

Supermercado: mil pesos

Saúde: como todos pagamos Obra Social e o valor também varia, a média seria: 300 pesos

Transporte: 250 pesos

O total até aqui é de 6.479 pesos. Se somarmos saídas como restaurantes, cinema, teatro e bares, deveremos acrescentar uns mil e 500 pesos – e aqui também estou falando o mínimo, pois para que tenham uma ideia, a entrada do cinema custa 100 pesos, a do teatro, 350 pesos e um drinque, 90 pesos. Faça a conta de uma ida ao teatro e depois beber uns drinques. Se você fez sabe que o valor de mil e quinhentos que coloquei é de uma pessoa que quase não sai ou faz muita economia mesmo. E sair com amigos e família aqui é cultural, todos fazem. Assim, temos agora: 7.979 pesos.

Os valores acima são dos gastos básicos. O valor das saídas são gastos à parte, mas que também estão incluídos em nossas contas no final do mês, bem como o celular. Um plano básico econômico agora está saindo ao redor de 300 pesos. Justo ontem, 19/05/2015, no noticiário do canal A24, estavam falando sobre os gastos mensais de uma mãe com filhos e o valor médio atual a se pagar por dois filhos numa escola privada está entre 5 mil e quinhentos pesos.

Muitos aqui têm um salário entre 6 e 8 mil pesos.

Se uma pessoa solteira e que consegue encontrar o menor valor de aluguel do mercado e pagar os menores valores com ajuda dos subsídios e sendo super econômica como coloquei aqui, a pergunta que fica é: como uma família modelo de quatro pessoas consegue gastar, pagando aluguel, apenas 12 mil pesos?

Se quiser saber um pouco mais também deixo este link sobre a Cesta Básica e Total de abril de 2015: Valores Fiel.Org

Related posts

Lendas urbanas argentinas

Fabi Lima

4 Lugares para conhecer na Argentina

Mirella Arruda

Argentina – Os Argentinos São Mesmo Arrogantes?

Ina de Oliveira

16 comentários

gisaaltoe Junho 2, 2015 at 1:57 am

Hola Ina! Com certeza o número que deram não é real! 3 mil pesos era o que eu pagava no aluguel de um apartamento de 2 quartos, em Neuquén, há 7 anos! Atualmente andei olhando o site da inmobiliaria de lá e uma casa com 3 dormitorios, beeeem básica, não sai por menos de 16.000! Quem será que inventa estes números tão fora da realidade? Obrigada por compartilhar a realidade de quem mora por aí! Abraços e tudo de bom!

Resposta
Jean Pierre Passos Merlo Março 14, 2016 at 1:50 am

Afinal o custo de vida na Argentina é ou não é mais caro que o Brasil? isso é que gostaria de saber. Tipo quanto custa um apartamento de 1 dorm num bairro bom de classe média em Buenos Aires Um apartamento de 1 dorm com 50 m2 e garagem?

Resposta
Ina de Oliveira Abril 11, 2016 at 2:19 am

Olá,
As respostas à sua pergunta estão no texto.

Resposta
joa Março 25, 2017 at 6:10 pm

mil vezes mais caro Jean Pierre

Resposta
joa Março 25, 2017 at 6:08 pm

verdade ta e louca com esses precos kkk, vivo en Cordoba e pago 5500 so de aluguei,960 de condominio e agua,luz,gaz uns 2000 pq o aumento foi terrivel,a quem dera alguem pudesse viver com 12 mil aqui…que ilusao

Resposta
Lucas Março 16, 2016 at 10:47 am

Olá a todos, então morei na argentina 10 meses. No entanto só trabalhava , meu salario era em torno de 9 mil pesos,era solteiro dividia um quarto com mais 3 brasileiros e morávamos em um casa compartilhada.Nosso quarto dava 700 pesos para cada um. 700×4=2800 pesos! Bom não me lembro muito sobre valores de mercado,mas sei que carne é bem cara no mercado, o que fazíamos muito é ir direto no açougue e tentar negociar.Sobre as vida noturna não posso falar muito pq tentava juntar grana o maximo possivel,mas qns saímos era fazer programa barato,indico a Boate Alamo divertida e nao é muita cara! Argentina é um país muito bom vale a pena ir conhecer.

Resposta
anderson Março 28, 2016 at 6:20 pm

Ola Lucas, tudo bem?

Estou me mudando para a Argentina, meio que rápido devido ao meu trabalho. Tem alguma idéia de quanto é o gasto mensal lá?

Obrigado

Resposta
Ina de Oliveira Março 28, 2016 at 8:32 pm

Se você leu o meu post acima basta multiplicar os valores e terá uma média dos valores atuais, já que devido a inflaçao eles no mínimo duplicaram.

Resposta
Vanessa Junho 17, 2016 at 1:00 pm

Olá Anderson, tudo bem?

Você já se mudou para a Argentina? Poderi me informar quanto esta saindo o custo mensal, morando ai? Desde já agradeço. Obrigada!

Resposta
Mariana Março 31, 2016 at 2:16 pm

Olá,eu gostaria de saber quanto um estudante gasta em média,fazendo universidade na UBA,uma vida com o custo de vida básico,sem sair muito,sem festa,morando de aluguel e dividindo o aluguel,um valor em média para se manter.

Resposta
Ina de Oliveira Março 31, 2016 at 7:07 pm

Olá,
As respostas para a sua pergunta estão no texto, com a diferença que com a inflação ainda mais alta os valores citados devem ser multiplicados.

Resposta
Patricia Avancini Abril 5, 2016 at 2:17 am

Boa noite!!
Consigo viver bem sozinha em Buenos Aires com R$ 3.000,00 reais?
Sou aposentada, 46 anos, vou todo ano a passeio, mas, agora que minha filha vai morar com o pai em Orlando, estou pensando em me mudar para a Argentina!!

Resposta
Ina de Oliveira Abril 11, 2016 at 2:22 am

Olá Patricia,
Com os atuais valores de inflação que temos aqui (estamos com 45% com previsão de chegar a 48% em junho – o Brasil atualmente está com 9,9%), você pode calcular os valores que estão neste texto multiplicando por 2 e terá aproximadamente os valores atuais e assim poderá se organizar melhor.
Boa sorte.

Resposta
Diego Marques Magalhaes Junho 5, 2016 at 11:53 pm

Muitos estudantes reclamam , que o custo de vida em Buenos Aires , e muito alto alimentação , aluguel e muito caro .

Resposta
Ina de Oliveira Junho 7, 2016 at 3:27 am

Oi Diego,
A verdade é que o custo de tudo aqui está caríssimo! Ainda nao entendo essas pessoas que dizem que decidiram vir estudar aqui porque fazendo as contas sai mais barato ou pelo menos o mesmo pagar uma faculdade no Brasil hoje do que se manter aqui.

Resposta
ronaldo basttos Agosto 1, 2016 at 12:43 pm

Com o valor de uma mensalidade de um curso de medicina no Brasil vive-se em grande estilo em B.A.
Ou seja, tem que saber qual é o curso e a universidade que está se comparando junto com o custo de vida.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação