BrasileirasPeloMundo.com
Argentina

Argentina – Novo presidente, novos ares

Temos um novo presidente em terras argentinas!

Ganhou com um resultado bem apertado, mas ganhou e agora é esperar que novos ventos soprem por aqui. A principal mudança é termos um presidente eleito que não seja peronista. Foram 33 anos com presidentes peronistas e será interessante ver como os argentinos vão se comportar sem o peronismo rondando no cargo mais importante do país.

Outra coisa que chamou muito a minha atenção foi que no domingo, 26/11, os órgãos oficiais disseram que os resultados começariam a ser divulgados a partir das 19h30. E qual não foi minha surpresa quando liguei a tevê às 19h10 e todos, TODOS os canais, conforme mostram as imagens abaixo, informavam que Macri havia ganhado as eleições. Fiquei muito confusa e fui passando de um canal a outro e todos informavam o mesmo. A foto em que está Macri foi de quando ele falou por volta das 22h30, momento em que a vitória já era oficial.

Loucura não? No Brasil acompanhamos os resultados minuto a minuto para confirmar quem ganhou, aqui, no entanto, antes da abertura de todas as urnas, já recebíamos essa informação. Fui me informar melhor e soube que as manchetes dos canais aconteceram por causa da pesquisa de boca de urna e de notícias de quem trabalhou nas mesas. Confesso que, para mim, com minha cultura eleitoral brasileira, ainda parece muito estranho essa forma de apresentar os resultados pela mídia.

Blog_Argentina_Jan

 

Voltando aos resultados das eleições, quero ressaltar algumas vitórias como as de Maria Eugenia Vidal, uma mulher jovem, de 28 anos, que é a nova governadora da Província de Buenos Aires, a mais importante do país; a da Vice-Presidente, Gabriela Michetti, que é paraplégica; e da nomeação da brasileira Isela Constantini, uma paranaense, como a nova presidente da Cia Aérea Estatal Aerolíneas Argentinas, a mais importante do país. São vitórias que, na minha opinião, mostram não apenas as conquistas dessas mulheres, mas também da sociedade argentina e sua mentalidade aberta à alguns novos paradigmas.

Outro ponto interessante é que, aqui na Argentina, todos os candidatos eleitos assumem o novo cargo no dia dez de dezembro, ao contrário do Brasil, que sempre é no dia primeiro de janeiro. Também foi diferente acompanhar a quantidade de gente que foi até a Casa Rosada para se despedir da presidente que saía e felicitar ao que entrava. Acredito que isso aconteça porque a capital é justamente a cidade mais importante do país e, para nós brasileiros, Brasília está muito distante. Fiquei presa no trânsito nas duas ocasiões e vi muita gente indo com bandeiras argentinas para a Praça de Maio. Isso faz com que a experiência seja muito mais próxima.

O país está feliz e tranquilo com o resultado? Uma parte sim, uma parte não, afinal, foram muitos anos com o governo que está saindo. O fato de Mauricio Macri ter sido eleito com uma pequena margem de diferença faz com que tenhamos a certeza de que a outra metade da população vai se opor a muitas decisões e ao novo presidente. O fato da ex-presidente Cristina Kirchner ter se negado a ir à cerimônia de entrega do governo ao novo presidente eleito também demonstra essa resistência. Inclusive, alguns grupos mais radicais já pedem sua renúncia; marcaram um dia para fazer uma grande manifestação e vêm divulgando nas redes sociais que “Ele não é o meu presidente. Não votei nele”, etc. Só nos resta esperar que todos, quem votou e quem não votou, aceitem que estamos num governo democrático no qual não nos cabe apenas votar, mas também aceitar os resultados das eleições para que que ele consiga governar bem e para todos. Se isso não acontecer, que façam novamente valer seus votos em 2019.

Related posts

Argentina – A crise, Parte 4 – Trabalho

Ina de Oliveira

Argentina – A crise: Parte 2 – o dólar blue

Ina de Oliveira

Natal na Argentina

Fabi Lima

1 comentário

Rafael Martins Março 7, 2016 at 1:15 am

Olá. Com a vitória de Macri estou muito interessado em viver na Argentina. Estou adorando o teu blog e ansioso por noticias atuais como esta.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação