BrasileirasPeloMundo.com
Costa Rica

As similaridades da Costa Rica e do Brasil

As similaridades da Costa Rica e do Brasil.

Quando visitei a Costa Rica em 2010 pela primeira vez, não sabia nada sobre o país, tudo foi uma grande surpresa. Portanto, quando chegamos aqui em junho de 2013, eu ainda conhecia muito pouco e tinha somente o olhar da turista que queria esquecer todo o stress da cidade grande.

Logo nos primeiros dias já comecei a ver muitas similaridades com o Brasil. A primeira delas foi durante nosso primeiro almoço. Fomos a uma soda logo que chegamos – soda é como eles chamam os restaurantes estilo buffet do Brasil, a única diferença é que quem serve são eles – e as opções eram arroz, feijão, carne com molho, frango, porco, peixe frito, purê de batatas, legumes e salada. Opções bem parecidas as oferecidas em restaurantes brasileiros. No primeiro momento pensei que a cada dia teria uma oferta diferente de opções, mas em seguida vi que mudava muito pouco e que o arroz e o feijão faziam parte do cardápio “tico” (maneira carinhosa como os costarriquenhos se chamam), igualzinho ao Brasil.

Nos restaurantes que não são sodas existe, inclusive, o “famoso PF”, chamado aqui de “casado”; vem com arroz, feijão, salada, um tipo de carne e plátano. O arroz e o feijão estão presentes até no café da manhã típico da Costa Rica, o famoso Gallo Pinto, que nada mais é do que arroz frito, refogado com cebola, coentro e o molho Lizano (molho a base de vegetais) misturado com os grãos de feijão sem molho. Uma delícia! Claro que é uma refeição pesada e num primeiro momento é estranho pensar em comer arroz e feijão no café da manhã, mas com o tempo nos acostumamos e acaba sendo um café reforçado pós surf/esportes em geral. Tenho a impressão de que na Costa Rica as pessoas comem mais arroz e feijão do que no Brasil, por incrível que pareça.

Leia também: dez curiosidades sobre a Costa Rica

Gallo Pinto com tortilhas e ovos

 

Molho Lizano para preparar o Gallo Pinto
Molho Lizano para preparar o Gallo Pinto

 

Um Casado
Um Casado

Leia também: comidas típicas da Costa Rica

Balcão de uma Soda
Balcão de uma Soda

Outra similaridade é a paixão pelo futebol. Em 2013, a seleção da Costa Rica estava participando das eliminatórias para a Copa do Mundo do Brasil. Logo que chegamos teve um jogo da “sele” (forma carinhosa como é chamada a seleção costariquenha) contra os EUA, em que eles jogaram dando o sangue. Era apenas um jogo de eliminatórias, mas a cidade parou para que todos se reunissem com suas camisetas da seleção para assistir ao jogo.

Isso continuou até a tão esperada classificação para a Copa do Mundo do Brasil. Nós, eu e meu marido, realmente ficamos bem surpresos com o tamanho da paixão pelo futebol. Essa surpresa só aumentou durante os jogos da Copa. Realmente foi uma grande emoção visualizar a festa que os costarriquenhos fizeram. Tudo parou durante os jogos. Após os jogos, tudo parou também, pois era hora da festa! E a festa foi grande, era simplesmente um jogo, mas parecia a comemoração de um título. Todos sempre muito humildes e sempre sonhando em jogar com a Seleção Brasileira, seus grandes ídolos (pelo menos escutávamos isso antes da Copa).

Foi lindo de ver, a cada jogo que passava a multidão aumentava, o assunto era só futebol. Todos pelas ruas com a camiseta da sele (claro, só os turistas que não). A comemoração era contagiante. A chegada da delegação no aeroporto parou o país todo. Depois de viver tudo isso por aqui, descobri o porquê da quantidade de campos de futebol. Há muitos! E olha que vários deles têm um tamanho considerável, além, é claro, da localização, pois diversos campos estão localizados com vista para o mar. Como o futebol não seria a paixão por aqui desse jeito?

Comemoração em Jacó da classificação para as Oitavas de final na Copa do Mundo de 2014
Comemoração em Jacó da classificação para as Oitavas de final na Copa do Mundo de 2014
Ticos jogando futebol na beira da praia de Tamarindo
Ticos jogando futebol na beira da praia de Tamarindo

Não dá para comparar o tamanho da Costa Rica com o Brasil, mas guardada as proporções podemos dizer que sua geografia é muito similar. Possui uma natureza exuberante, muito verde, o clima é tropical, possui planícies litorâneas, além de serras e montanhas. Muitos turistas brasileiros que aqui visitam comparam algumas regiões com o litoral norte paulista e outros com o litoral catarinense.

Leia também: custo de vida na Costa Rica

Praia de Esterillos
Praia de Esterillos

O Brasil é muito adorado pelos ticos, eles possuem uma admiração muito grande pelo país e interesse pela nossa cultura. A procura por aulas de português por aqui é grande, considerando que a segunda língua é o inglês.

Em San José, a capital do país, há um Centro de Estudos Brasileiros (CEB), onde além de aprender português é possível conhecer um pouco mais sobre a cultura com atividades, exposições, além de um cardápio repleto de delícias do Brasil que não são fáceis de se encontrar como: pão de queijo, brigadeiro e a famosa feijoada.

Logo que chegamos conhecemos um costarriquenho que aprendeu português no CEB e ficamos muito surpresos quando ele perguntou se eu sabia fazer pão de queijo, pois ele havia experimentado lá e havia se apaixonado, nos perguntou também sobre algumas dúvidas sobre a história do Brasil e contou sobre os artistas brasileiros que gostava de ouvir. Com o tempo, fui conhecendo outras pessoas que tinham muita curiosidade sobre o Brasil e sempre expressavam o enorme carinho pelo país.

O melhor disso tudo é viver em um país que é pura vida, onde o povo é caloroso, recebem super bem os estrangeiros, além de sempre perguntarem sobre o Brasil com um sorriso no rosto, demonstrando ter orgulho do país onde nasci. Mesmo estando a muitos quilômetros de distância do Brasil, por diversas vezes tenho a sensação de estar em casa, o que acaba sendo muito gostoso e mata um pouquinho a saudade da minha terra.

Related posts

Mini roteiro pela Costa Rica

Lorena Schramm

Como abrir conta bancária na Costa Rica

Jesuela Macedo

Dificuldades durante a adaptação na Costa Rica

Lorena Schramm

3 comentários

Eliana Korndorfer Janeiro 11, 2016 at 7:54 pm

Parabéns, adorei conhecer mais sobre a Costa Rica.

Resposta
Franciane Reis Janeiro 21, 2016 at 12:06 am

Obrigada!Que bom que você gostou 🙂

Resposta
Eduardo Henrique dos Reis Novembro 7, 2018 at 2:34 pm

Em breve estarei ai e contando com seus serviço. E olha temos o mesmo sobrenome Reis.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação