BrasileirasPeloMundo.com
Holanda

Bicicletas na Holanda

Bicicletas na Holanda.

A Holanda é famosa pelas bicicletas. Na verdade temos mais bicicletas que pessoas por aqui, sendo que a bicicleta é o verdadeiro meio de transporte. Uma das facilidades é que a Holanda é praticamente plana, ou seja, é muito fácil sair pedalando. E andar de bicicleta é grátis, o que agrada e muito os holandeses, conhecidos por serem econômicos.

Então aqui se usa a bicicleta para tudo: ir ao trabalho, à escola, levar os pimpolhos por aí… use a sua imaginação, praticamente tudo que se faz de carro, se faz de bicicleta. Ainda me impressiono com a capacidade holandesa de carregar toda e qualquer coisa na magrela. Sério! criança, cachorros, compras, outras bicicletas… até mudança fazem na fiets (bicicleta em holandês).

Mas a verdade é que chegar e sair pedalando pode não ser tão simples quanto parece.

Quando cheguei aqui pela primeira vez meu namorado já quis me emprestar uma bicicleta, já que como bom holandês ele tinha duas. Mas a danada além de alta tinha o freio no pé, a famosa omafiets (ou bicicleta de vó em tradução livre), não na mão como é comum no Brasil. Junte-se a isso, uma brasileira que só andava de bicicleta em final de semana (no parque no máximo), o trânsito holandês cheio de regras com holandeses apressados, e temos como resultado uma brasileira assustada e um holandês frustrado.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Holanda

Depois dessa primeira experiência fiquei bem resistente à subir na bicicleta de novo. Mas conversando com uma boa amiga ela me falou uma verdade: bicicleta seria a minha liberdade. Não tinha carro aqui (e hoje tenho que refazer minha carteira de motorista, mas isso é outra história) e por mais que o transporte público seja excelente, a bicicleta te dá uma mobilidade imensa. Na verdade, até maior que um carro (com o alto custo de estacionamento e combustível).

Aí resolvi encarar. E aprendi algumas coisinhas que podem facilitar quem está começando a pedalar pela terra dos tamancos.

Primeira coisa que recomendo é ficar na ciclovia e conhecer pelo menos um pouquinho dos sinais de trânsito aqui. Normalmente nos cruzamentos você vai ver triângulos no chão, que é o mesmo sinal que vemos no Brasil nas placas de trânsito informando qual via tem preferência. Para quem estiverem apontado é quem tem que dar a preferência. Sem triângulo? Então quem vem da direita tem preferência. E aqui eles acreditam nessa regra, então respeite isso.

Outra coisa é: compre um sino para sua bicicleta. É necessário por aqui, quando for ultrapassar ou ver um turista desavisado andando na ciclovia, sininho nele!

Ah e fique na direita, pelo menos no começo. Além de todo mundo aqui ter perna e fôlego de ciclista você ainda vai dividir a ciclovia com motocicletas menores e bicicletas elétricas. Aliás ainda acho engraçado ser ultrapassada por idosos nessas bicicletas elétricas, até eu sacar isso morria de vergonha pela minha lerdeza.

Leia também: aplicativos para usar na Holanda

Uma dica de ouro: sempre, sempre tranque sua bicicleta. Compre a corrente mais grossa possível e passe pelo esquadro, não pela roda, e prenda em um lugar fixo. Inclusive em bicicletários. O furto de bicicleta é alto, não tem hora nem lugar, e os ladrões são rápidos e habilidosos. Vira e mexe vejo corrente vazia pela rua, e sim, eles podem arrancar a roda para levar a bicicleta. Claro que furto de bicicletas seria o maior crime aqui, na terra das bicicletas.

Uma coisa que muita gente faz por aqui para evitar ter a sua bicicleta roubada é enfeitar ou customizar ao máximo. A maioria das fiets são pretas então fica difícil identificar. Eu sempre comprei bicicletas coloridas porque acho mais fácil de achar no meio daquele monte de bicicleta no estacionamento, mas também ajuda nesse ponto sobre segurança.

De noite sempre acenda sua luz, item obrigatório na bike por aqui. Quem anda no escuro leva multa, e principalmente no outono os guardas pegam firme na fiscalização, já que começa a anoitecer mais cedo.

E por último não fique surpreso com as barbeiragens dos holandeses quando estão na bicicleta. Eles estão tão acostumados que não respeitam tanto as regras assim, além do que em caso de acidentes, a bicicleta sempre está certa. Então cuidado com eles.

Aqui se deve ter medo das bikes, não dos carros. Como eu disse o negócio é ficar à direita. E quando estiver andando a pé, não ande na ciclovia porque tá aí uma coisa que deixa holandês irritado e sim, você pode ser atropelado.

Leia também: sistema de saúde na Holanda

Hoje ainda não tenho fôlego nem perna de ciclista mas adoro ir fazer compras na bike e volto toda carregada do mercado sem problema nenhum. Claro que nunca vou ser uma holandesa, e ainda fico chocada quando vejo elas de vestido, salto, pedalando na chuva segurando o guarda-chuva e toda carregadas de sacolas. E crianças no carrinho acoplado. Mas por aqui ter a minha fiets representa a minha liberdade.

E você já andou de bike na holanda? Se não andou, tem vontade ? Comenta aqui!

Related posts

Workshop na Holanda

Giovanna Prata

Sustentabilidade na Holanda

Melissa Alfeu

Visto de trabalho e permissão de residência na Holanda

Paula Dalcin Martins

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação