BrasileirasPeloMundo.com
Dinamarca Entrevistas

Carioca Cakes, confeiteira e empreendedora na Dinamarca

Toda comemoração que se preza pede um bolo, e aqui não é diferente. Hoje conversamos com a Ivandra Broome, brasileira e proprietária da Carioca Cakes, que contou pra gente um pouco a respeito de seu trabalho como confeiteira e empreendedora na Dinamarca. Sua empresa foi fundada em 2011 e trabalha exclusivamente confeccionando bolos, cupcakes e doces personalizados e gourmet para festas particulares ou eventos de empresas.

Ivandra é carioca, é casada e mora em Aarhus desde 2008.

O que trouxe você pra Dinamarca? Você já tinha morado em outro país antes? Conte um pouco da sua trajetória.

Uma amiga que já morava na Dinamarca há algum tempo me convidou pra visitá-la e me apresentou a um dinamarquês, amigo de seu marido. Vim  visitar, passei três meses, voltei ao Brasil. Resolvi voltar para a Dinamarca novamente, comecei a trabalhar como au pair tomando conta de uma criança e da casa de uma família dinamarquesa. Depois de 1 ano trabalhando eu fiz um pedido de bolsa de estudos e consegui a bolsa para estudar Marketing na Aarhus Business Academy. Me formei  e logo depois me casei com um britânico que conheci na escola de idioma dinamarquês (sprogskole). Entre namoro e noivado foram 3 anos e hoje estamos casados há 3 anos.

E como surgiu a ideia de abrir seu próprio negócio? Você já tinha vivência como empreendedora? Conte sobre sua empresa.

Desde a infância eu gostava de criar algo para vender, (como) pulseiras, etc. Minha mãe era costureira estilista, ela criava as próprias peças e vendia pra sua rede de amigos. Algumas vezes eu vendia as peças da minha mãe para as mães dos meu amigos e conhecidos. Aos 18 anos abri uma loja com minha mãe, que vendia sorvete, sanduíches e salgados de fabricação própria.

carioca bolo galinha pintadinha

 

A ideia surgiu quando eu estava fazendo empadas para a família do meu marido, então eu pensei, deve ter algum brasileiro por aqui com vontade de comer empadas e outras coisas de festa. E porque não começar um negócio oferecendo salgados e bolo?  A partir daí comecei a pesquisar e aprender como fazer os salgados propriamente. Tendo dominado essa área comecei a aprender sobre bolos e doces, lendo muito e praticando sozinha. Na prática eu aprendi que quando se trata de bolos, o assunto é bastante complicado porque tem muitos fatores envolvidos no processo de fazer um bolo bonito e todos os processos têm que estar bem feitos,  senão o resultando do produto final não será bom. Então tive que me dedicar mais a aprender a fazer bolos decorados. Também entendi que o número de brasileiros é relativamente pequeno para que eu me dedicasse somente a este público. Então eu deixei os salgados de lado e foquei em bolos decorados, cupcakes e outros produtos para festas, já que em muitas culturas os aniversários são comemorados com bolos.

Cupcake vegano
Cupcake vegano

Onde eu moro, em Aarhus, existem pessoas de várias nacionalidades.  Hoje eu estou cursando o último semestre do meu bacharelado em Empreendedorismo e Inovação e fazendo estágio na minha própria empresa. Essa oportunidade de poder fazer estágio na minha empresa foi o que chamou a minha atenção para esse curso.  A Carioca Cakes está no mercado há dois anos e meio e estamos (agora) em fase de re-design da nossa webpage, mudando de estratégia e também focando em outros tipos de clientes, não só servindo consumidores privados mas também festas de empresas. Estamos criando uma linha de cupcakes gourmet também com cupcakes veganos e gluten free. Ficamos super felizes de receber um pedido de 300 cupcakes para a celebração de 20 anos e prêmio Gazelle 2013 de uma empresa de helicópteros.

cupcakes carioca 1

 

Sei que os dinamarqueses são um pouco resistentes em relação à novidades. Sendo o seu produto uma novidade, e sendo você estrangeira, como foi a aceitação do seu produto pelos consumidores dinamarqueses?

No início eu explorei a minha rede pessoal de amigos que são brasileiros, africanos e algumas outras nacionalidades que tive sorte de conhecer durante o período da escola de idioma dinamarquês. Em geral a aceitação tem sido melhor nos últimos anos por causa dos programas internacionais como Cake Boss, Great British Bake Off (um tipo de reality show sobre quem é o melhor home baker). A Dinamarca fez a sua própria versão (desse programa britânico). Em Copenhague se encontram redes de lojas de cupcakes (Agnes etc). Esses fatores estão fazendo o mercado crescer e haver mais procura por esse tipo de produto.

Ivandra e o logo da Carioca Cakes
Ivandra e o logo da Carioca Cakes

 Você sentiu alguma dificuldade na sua trajetória como empreendedora num país estrangeiro? Quais foram essas dificuldades?  

Muitas, a língua por exemplo é uma barreira enorme, sendo outro tipo de vocabulário se tratando de negócios. No mais, foi super difícil encontrar informações no início.  Agora a Dinamarca está numa febre de empreendedorismo, está na moda ser empreendedor, então a informação tem fluído de um jeito muito interessante.

Quais foram as boas surpresas ao longo da sua experiência como empreendedora na Dinamarca? 

Uma boa surpresa foi saber que não se precisa de muito dinheiro para abrir uma empresa; na verdade não precisa pagar nada pra registrar. Claro que tem que pagar vários tipos de impostos, a Dinamarca adora um imposto, mas por enquanto para abrir uma empresa pequena não se paga nada.  Deus tem colocado no meu caminho pessoas boas.

cupcakes varios

Deixe uma mensagem para os leitores do BPM.

Procure fazer o que te faça feliz, não foque nas dificuldades porque serão sempre muitas. Sonhe e procure fazer o seu sonho acontecer, não desista, peça ajuda, não seja tímido, seja honesto e gentil com as pessoas, ajude sem esperar receber de volta, trabalhe e confie em Deus. Como empreendedora aprendi que as ideias são idealizadas e construídas, testadas e avaliadas. Esse processo é constante e as vezes, algumas ideias não dão certo. Não tem nada de errado em começar novamente com uma ideia mais fresca e aplicar o que foi aprendido na ideia anterior.  Referência: a teoria Lean startup. Boa sorte!

Serviço A fanpage no Facebook é Carioca Creations Cake Design, Cupcakes and Sweet Treats. Acesse o website aqui. A empresa não possui loja física. Pedidos podem ser feitos online pela fanpage ou por e-mail.

Nota da Edição: A Carioca Cakes fechou em 2015, por motivo de mudança de país. Informação atualizada em 25/06/2016.

 

Related posts

Entrevista com Vigdís Finnbogadóttir – Presidente da Islândia – Parte 2

Erika Martins Carneiro

Arte em Copenhagen

Letícia Stallone

Como procurar emprego na Dinamarca

Cristiane Leme

10 comentários

Nathalia Janeiro 6, 2015 at 10:30 am

Adorei, Cris!

Resposta
Cristiane Leme Janeiro 6, 2015 at 11:07 am

Obrigada, Nat! Bjs

Resposta
Nanda Oly Janeiro 6, 2015 at 3:09 pm

Linda matéria e lindo o trabalho dela. Acompanho e acho incrível. Como moro no Brasil, não tenho a oportunidade de provar agora, mas já tive o prazer de provar seus bolos e cup cakes e são maravilhosos. Parabéns pela reportagem e pelo trabalho. Que seu caminho se ilumine a cada dia mais, tudo de bom e felicidades.

Resposta
Islandia Rasmussen Janeiro 6, 2015 at 11:02 pm

Parabéns pela a linda reportagem. Sou cliente assidua e posso comprovar tudo isso. Qualidade, bom gosto, entrega na data marcada sem atrasos e um preco camarada. Fiquei mais feliz ainda com a foto do bolo da Galinha Pintadinha, pois ela fez para o aniversário de 3 anos do meu filho Kim. <3 . Parabéns e muito sucesso!!!

Resposta
Cristiane Leme Janeiro 7, 2015 at 10:12 am

Que coincidência feliz, Islândia! Quando ela me mandou a foto eu não sabia para quem era o bolo… Obrigada por ler e comentar! Beijos

Resposta
Camila Coletti - Revista Eno Estilo Janeiro 7, 2015 at 4:33 pm

Parabéns às duas, Cristiane pela bela entrevista e Ivandra pelo Carioca Cakes.
Fico admirada pela desenvoltura de vocês em outro país. Imagino que não seja fácil e torço pelo sucesso desta ousadia. Parabéns meninas!
Cristiane, não sabia que escrevia bem e nem que era sommelière…
Que tal pensarmos em algo para a Revista Eno Estilo em 2015? Vamos lá?

Camila H. Coletti
Editora da Revista Eno Estilo | Revista de vinhos e lifestyle
http://www.enoestilo.com.br
Site pessoal: http://www.vinhoedelicias.com.br

Resposta
Cristiane Leme Janeiro 8, 2015 at 1:19 pm

Muito obrigada Camila, é uma grande honra receber um elogio de uma pessoa tão gabaritada como você!
Vamos conversar a respeito dos seus projetos pra Eno Estilo sim, claro! Quando quiser é só me chamar.
Obrigada por ler e comentar… e continue nos acompanhando aqui no BPM!

Resposta
Dinamarca – Entrevista: Sweet Brasil & Co Janeiro 10, 2015 at 9:55 pm

[…] a falar sobre empreendedorismo na Dinamarca, depois da entrevista com a Ivana Broome de Aarhus eu conversei com duas brasileiras que estão dando o que falar em […]

Resposta
Cleo Vassiliou Janeiro 16, 2015 at 11:39 pm

Oi Cristiane,

Adorei a entevista. Acho muito legal ver brasileiras e acima de tudo mulheres se reinventando ‘fora de casa’.

P.S.: Deu uma vontade de comer essas guloseimas 🙂

Beijos

Resposta
Cristiane Leme Janeiro 17, 2015 at 2:49 pm

Obrigada, Cleo!
Beijos

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação