BrasileirasPeloMundo.com
Casamento Pelo Mundo EUA Vistos & Cidadanias Pelo Mundo

Casamento nos EUA através do visto K1 e Social Security Number

Nos meus posts passados contei sobre como foi tirar o visto de noiva. Para entender melhor sobre esse longo processo, você pode ler aqui a Parte 1 e Parte 2. No post de hoje, vou falar sobre como foi o casamento em si aqui nos EUA e como inclui o sobrenome do meu marido através do Social Security Number.

Depois de chegar nos Estados Unidos com um visto de noiva K1, você precisa se casar em até 90 dias! Isso significa, que você tem que estar casada legalmente nesse prazo ainda que você não tenha uma festa, recepção ou qualquer coisa do tipo. O que vale mesmo é o documento assinado no prazo correto.

No meu caso, tive uma recepção e os documentos assinados no mesmo dia. Mas se não der tempo para organizar tudo, não se preocupe. Assine os documentos na Corte no prazo correto e depois faça sua festa com mais calma.

Aqui em Columbus, Ohio, funciona da seguinte maneira: Primeiro, você e seu noivo devem preencher um formulário online bem pequenininho no site da Corte referente ao seu Condado. Columbus, faz parte do Condado de Franklin, então nossa licença de casamento foi emitida por eles. As informações completas assim como o formulário, podem ser encontradas neste site.

O formulário é simples e rápido para ser preenchido com as seguintes informações: Nome, endereço, profissão, nacionalidade e quantas vezes os noivos já foram casados – se por acaso a pergunta se aplicar ao casal. Após preencher o formulário online, o casal deve se dirigir presencialmente até a Corte para obter a licença de casamento.

O formulário também pode ser preenchido na própria Corte. Eles tinham três computadores à disposição para serem usados, mas é tão rapidinho que vale a pena preencher antes mesmo.

Eu e meu – então – noivo, chegamos lá por volta das oito da manhã, logo quando eles começam a funcionar, pois queríamos evitar filas. Tinha apenas um casal na nossa frente e o atendimento foi bem eficiente.

Para casar, você precisa de um documento oficial com foto emitido por algum órgão governamental, ou seja, no nosso caso, sendo brasileiras precisamos do passaporte. O cidadão americano pode usar a carteira de motorista normalmente.

É necessário fazer um juramento diante do funcionário da Corte garantindo que ambos estão se casando por livre e espontânea vontade e não estão sob influência de álcool ou drogas. Além disso, é cobrada uma taxa de $65,00 (sessenta e cinco dólares) que deve ser paga na hora com cartão de débito/crédito ou dinheiro.

Depois disso, o casal recebe a licença de casamento que deve ser assinada por ambos e também por um officiant (alguém que esteja autorizado a realizar casamentos). Aqui nos EUA você não precisa ser juiz, qualquer pessoa pode obter uma licença online e, sendo aprovado, pode realizar casamentos no estado. Poderíamos ter assinado a licença na própria Corte e algum funcionário nos casaria ali na hora, porém, uma amiga nossa é registrada e qualificada para realizar casamentos, por isso, levamos a licença para ela assinar no dia que planejamos ter a festa de casamento durante uma rápida cerimônia.

Como não assinamos a licença de casamento na própria Corte, tivemos que voltar ao local após o casamento com a licença assinada por nós e nossa amiga para obtermos a certidão legal de casamento.

A licença é o documento que te permite casar e a certidão de casamento é o documento oficial com selo da Corte que comprova que seu casamento é valido e legal perante a lei. A certidão de casamento tem o valor de $2,00 (dois dólares) por cópia original e você pode solicitar quantas cópias quiser obtendo-as na mesma hora.

Fonte: Acervo Pessoal

Social Security Number

Após o casamento, eu tirei o famoso Social Security Number (Número de Segurança Social). Esse documento pode ser comparado ao nosso CPF e é o documento mais importante para ter uma vida “normal” nos EUA. Por vida normal, quero dizer: ter conta em banco, tirar carteira de motorista, acesso a trabalho (mediante aprovação do departamento de segurança e imigração) e mil outras situações do dia a dia. Tendo um Social Security, sua vida se torna muito mais fácil com toda certeza!

Antes de ir até o escritório do Social Security, ouvi muitas reclamações sobre os órgãos públicos, mas posso dizer que a minha experiência foi bastante satisfatória. Demorei cerca de 40 minutos para ser atendida e a moça que me atendeu foi super solícita e me tratou muito bem. Pelo que ouvi de outras amigas, geralmente o pessoal é bem rude com os cidadãos não americanos e particularmente posso dizer que vi uma funcionária sendo impaciente e grossa com um cara que não entendia inglês muito bem. Eu aconselharia ir ao escritório junto com um cidadão americano, pois pelo que percebi, eles te tratam melhor!

Você pode encontrar as informações sobre horário de atendimento, se sua categoria de visto te permite tirar o Social Security, documentação necessária, assim como formulários que devem ser preenchidos no site oficial.

Para a minha categoria de visto precisei apenas preencher este formulário, levar meu passaporte, o I-94 (um formulário que te entregam ao entrar nos EUA com um visto K1), certidão original de casamento e também um comprovante de endereço. Recomendo verificar no site oficial a lista completa de documentos, pois pode haver alguma alteração com o passar do tempo.

Quando você solicita seu documento, você pode pedir a mudança para o seu nome de casada se o desejar. Nos Estados Unidos, o formato convencional é ter um “nome”, “nome do meio” e um “sobrenome”. Eu queria muito manter meus dois sobrenomes, então os deixei como “nome do meio” e coloquei o sobrenome do meu marido como meu novo “sobrenome”.

Eles dão um prazo de quatro a quinze dias úteis para você receber o documento em casa. O meu chegou em quatro dias com o meu nome de casada certinho, ou seja, foi super rápido e tudo correu sem nenhum tipo de problema.

Você pode encontrar mais informações sobre o Social Security Number e outros documentos necessários aqui nos EUA nesse post da Renata Collazo.

Espero que essas informações possam ter ajudado caso você esteja passando por esse longo processo de adaptação.

Até o próximo post!

Related posts

Tudo tem seu tempo – como a cronobiologia pode mudar a sua vida

Carleara Weiss

Escola elementar em Fairfax, Virgínia

Isabella Lawen

Cidadania britânica por naturalização

Soraia Pereira

15 comentários

Lidia Gilliland Janeiro 5, 2018 at 9:05 pm

linda! Orgulho define 🙂 super bem escrito e cheio de detalhes, amei !

Resposta
Joana Miller Janeiro 5, 2018 at 9:35 pm

Amiga,
Muito obrigada por toda sua ajuda nessa mudança radical de vida!
Beijos!!

Resposta
Ana Paula Macklin Janeiro 10, 2018 at 12:42 am

Que legal! Eu me casei aí pertinho de você, em Cincinnati. 🙂

Resposta
Joana Miller Janeiro 11, 2018 at 7:47 pm

Oi Ana Paula,
Que legal! Bem pertinho mesmo 🙂
Beijos

Resposta
Lourijane Abril 19, 2018 at 3:46 pm

Oi Joana, que post legal!! Estava com essa dúvida a respeito da mudança do sobrenome. Casei em Virginia Beach e vou dar entrada no SSN card agora. Aproveitando… vc tem algum post sobre a mudança de status?? rsrsrs
Boa sorte e obrigada!!

Resposta
Joana Miller Maio 29, 2018 at 3:46 pm

Ola Lourijane,
Espero que tenha te ajudado a tirar o SSN :). Eu não tenho nenhum post sobre a mudança de status, pois ainda estou nesse processo e prefiro escrever apenas quando tiver finalizado. Porém, de uma pesquisadinha aqui no site sobre mudança de status..
Obrigada e boa sorte também!

Resposta
Claudia Campos Maio 15, 2018 at 12:33 am

Boa noite , irei dar entrada nos papéis a partir de setembro …. vc sabe me falar onde vejo a respeito de quantos dólares posso levar para os EUA com visto K1? Ou seja , pretendo já ir ano que vem com o visto, mas tenho reservas/investimentos aqui , não achei quanto levar , já que irei de mudança, para morar ….

Resposta
Joana Miller Maio 29, 2018 at 3:49 pm

Olá Claudia,
Infelizmente eu não sei responder a sua pergunta… não sei se há um limite ou se você precisará declarar seus investimentos (acredito que sim), eu te aconselharia a procurar um advogado, contador ou algum especialista em imigração, pois eles vão poder te dar uma resposta concreta.
Boa sorte no seu processo!

Resposta
Beto Outubro 25, 2018 at 12:51 pm

Olá Joana, amei o seu post. Me chamo Beto e estou neste caminho com meu noivo para casarmos, ele é americano e eu brasileiro, estou com muitas dúvidas a respeito dos documentos k1, mesmo tendo os advogados nos auxiliando eu ainda continuo perdido. Você teria como me ajudar? Super beijo…

Resposta
Liliane Oliveira Outubro 25, 2018 at 7:16 pm

Olá Beto,
A Joana Miller, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Juliana Janeiro 28, 2019 at 10:50 pm

Post perfeito!!! Simples e tirou todas minhaa dúvidas que tambem tenho Visa K1. Obrigada pela ajuda!

Resposta
Mariana Abril 2, 2019 at 8:57 pm

Olá !! Sobre o SSN, tinha ouvido falar algo diferente: deveríamos aplicar antes de casar, com o k1 dentro da validade, caso contrário deveríamos esperar até depois de o GC estar concluído.(??) Perguntei pra uma amiga e ela disse que mesmo depois de casada ainda posso tentar aplicar, desde que I94 válido e que não tenha entrado com processo do GC. Mas a questão é que depois de casada não tenho mais um status de visto aqui, estou num limbo!! So-cor-ro !!!!

Resposta
Liliane Oliveira Abril 3, 2019 at 1:21 pm

Olá Mariana,
A Joana Miller, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta
Deise Maio 3, 2019 at 11:32 pm

Gostei mt do seu post mas gostaria apenas entender os passos pq li a respeito mas continuo com duvidas.
Apos casar dou entrada 1º no SSN e depois GC ou td no msm processo?
E trabalhar apenas depois do GC em mãos?

Obrigada por nos ajudar c seu post.
Bj

Resposta
Liliane Oliveira Maio 4, 2019 at 3:58 pm

Olá Deise,
A Joana Miller, infelizmente parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação