BrasileirasPeloMundo.com
República Tcheca Turismo Pelo Mundo

4 castelos para conhecer perto de Praga

A República Tcheca é um país cheio de fatos e lugares inesperados. Acredito que quem já passou um tempo por aqui (ou quem acompanha sempre os textos aqui no BPM) já foi capaz de descobrir isso: um país pequeno mas cheio de cultura, história, fatos interessantes e lugares para conhecer, e sendo Praga uma cidade encantadora.

Como prova disso, já escrevemos aqui no BPM algumas dicas de cidades para ir além de Praga, sobre viajar pela República Tcheca e também sobre a região da Morávia, onde os vinhos tchecos são produzidos. Agora chegou a vez de  falar sobre outros lugares deste país, alguns castelos tchecos que estão localizados perto de Praga e valem a visita de quem passando por aqui.

Há centenas de castelos e ruínas na República Tcheca, graças ao seu passado rico (e muitas vezes conturbado). De castelos e ruínas medievais a palácios da época do Império Austro-Húngaro, há opções para todos os gostos.
Estes castelos, palácios e ruínas ainda são pouco conhecidos pelos turistas, mas extremamente populares entre os tchecos. Basta ter um dia livre e todos os lugares estarão cheios de famílias aproveitando o dia. Além disso, é
comum por aqui celebrar os casamentos em algum castelo, então é bem provável que ao visitar um castelo, você veja um casamento tcheco (nos meses de primavera e verão, principalmente). No inverno, há muitos castelos que fazem feiras de Natal (sobre as quais eu já falei aqui) e, durante o ano, há outras feiras e até festivais medievais.

Hoje eu vou falar sobre 5 castelos perto de Praga (um deles fica em Praga), aonde é possível ir apenas para passar o dia e, mesmo assim, conhecer um lugar novo e cheio de histórias.

1. Castelo de Praga (Pražský hrad)

O Castelo de Praga é, com certeza, o castelo mais famoso da República Tcheca, faz parte de 90% dos cartões postais de Praga, aparece nas fotos de todos os turistas que passam por aqui e compõe as vistas da cidade. É o maior castelo da Europa em extensão e hoje em dia é a residência do presidente tcheco. Apesar disso, boa parte da sua extensão está aberta ao público e, para quem gosta de visitar o interior de castelos, esta é uma boa opção devido ao seu  tamanho e estado de conservação.
O castelo de Praga fica localizado em Praga 5, no bairro de Hradcanska. É possível chegar caminhando do centro ou de transporte público. De metrô, com a linha verde (linha A) até a estação Hradčanská. De tram, número 22 (parada Pražský hrad). A entrada na área externa do castelo é gratuita, mas para visitar o interior da Catedral e as salas, é preciso comprar a entrada no local.

Por dentro do Castelo de Praga no inverno e a Catedral de São Vitu ao fundo. (Foto: arquivo pessoal)

2. Castelo de Karlštejn (Karlštejn Hrad)

O Castelo de Karlštejn é o castelo mais próximo de Praga (aproximadamente 35 km da cidade) e é também um dos mais importantes da República Tcheca. Serviu de residência para o Imperador Carlos IV (o mesmo da Ponte de Carlos, em Praga), que ordenou a sua construção no ano de 1348. Por muito tempo, também serviu de fortaleza para guardar as jóias reais e algumas delas continuam lá até hoje, sendo expostas apenas em algumas ocasiões durante o ano. É um castelo de estilo gótico e com alguns detalhes renascentistas que foram agregados posteriormente.
É possível chegar de trem que sai desde a estação central de trem de Praga (Hlavní Nadrazí) e vai até o vilarejo de Karlštejn, onde está o castelo. Para quem quer passar mais do que um dia, pode hospedar-se no vilarejo, que, apesar de pequeno, dispõe de algumas opções de acomodação, lojas e restaurantes. O castelo também está aberto para a visitação do público durante quase todo o ano e a entrada pode ser comprada no local.

O castelo de Karlštejn. (Foto: arquivo pessoal)

3. Palácio de Konopiště (Zámek Konopiště)

O Palácio de Konopiště tornou-se famoso por ter sido a última residência do arquiduque austro-húngaro Franz Ferdinand da Áustria. A visita interna do castelo passa pelos aposentos do arquiduque e de sua família. Tudo foi preservado como era originalmente e além dos móveis, quartos, salas e objetos, também podemos ver as milhares de cabeças de animais que decoram todo o palácio – desde a entrada, todos os corredores, salas… Franz Ferdinand caçava muitos animais nos arredores do castelo e grande parte desses animais foram empalhados e estão em exposição. Há também uma grande exposição de armas medievais e armas de caça que pertenciam ao arquiduque.
O palácio está aberto para visitação entre os meses de abril e outubro e as entradas podem ser compradas no local. A cidade mais próxima do palácio é Benešov, localizada a aproximadamente 48 km de Praga.

O Palácio de Konopiště. (Foto: arquivo pessoal)

4. Castelo de Křivoklát (Hrad Křivoklát)

A cerca de 58 km de Praga está localizado o Castelo de Křivoklát, um castelo medieval fundado no século XII e cenário de muitos casamentos (como mencionei no início do texto). Serviu de residência para muitas famílias que estiveram no poder antigamente e por isso é considerado uma das residências mais importantes da República Tcheca. É possível visitar várias partes do interior do castelo e a entrada também é comprada no local.

Os castelos da República Tcheca fazem parte do passado e do presente do país. Foram os cenários de muitos acontecimentos históricos que tiveram grande influência e, hoje em dia, são cenários de filmes, documentários e de passeios de muita gente.

Related posts

Porque tudo é belga – Dinant

Marcela Vitarelli

Fazendo turismo no norte do País de Gales

Daniela Pesconi-Arthur

10 lugares para visitar no Vietnã

Natalie Lima

1 comentário

Terezinha Ribeiro Bastos Abril 1, 2017 at 3:31 am

Boa noite Isadora. Estarei em Praga em Novembro e estou apreensiva porque será inverno. Pensei que nesta época já não estaria tão frio. Estou preocupada com roupas para me aquecer, não sei se encontrarei em minha cidade Goiania/Goiás acredito que não pois aqui é quente. Gosto de caminhar para conhecer os lugares que vou…isto será possível? Outra coisa, me viro no inglês e espanhol, meu inglês é péssimo, mas espero não ter dificuldades para fazer os passeios. Irei sozinha. Sou uma jovem senhora de 60 anos?. Obrigada.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação