BrasileirasPeloMundo.com
Culinária Pelo Mundo República Tcheca

Cerveja e os sabores da culinária tcheca

Cerveja e os sabores da culinária tcheca.

Pivo, essa pequena palavra de 4 letras domina o paladar dos tchecos. A famosa cerveja tcheca não somente é a bebida mais consumida no país como entra também na culinária. A República Tcheca reivindica o posto de número um no consumo mundial, inclusive colocando os alemães para trás.

Discussões à parte, ela – a cerveja, claro – está nas canecas e também nas comidas.

A cerveja também é a bebida preferida dos tchecos para acompanhar algumas entradas; nos cardápios dos pubs e restaurantes tradicionais você sempre encontra uma listinha de comidas que são especiais para serem degustadas com a cerveja: chama-se jídlo K pivu, ou comidas que combinam com cerveja.

Entre os queridinhos da lista sempre está a versão do queijo camembert, aqui chamado de hermelín, servido com pimenta, cebolas e azeite.  É armazenado em compotas com vinagre, azeite e temperos e quando servido tem uma consistência bem macia. Vem sempre acompanhado de pão preto e tem igualmente uma versão empanada.

Hermelín
Hermelín

As linguiças de porco são mais um item bastante consumido. Além de estarem no cardápio dos restaurantes, estão sempre à venda nas barraquinhas quando há alguma feirinha na cidade.  A carne de porco é a mais consumida no país e um dos pratos tradicionais é , que traduzindo significa carne de porco – em tcheco vepřové-, knedlík e chucrute (zelo vem de zelí que significa repolho).

As sopas, que às vezes podem levar a cerveja como ingrediente, são obrigatórias nas refeições, principalmente no inverno. Elas ajudam a nos aquecer do frio rigoroso. Uma que faz bem aos olhos, além de saborosa, é a servida dentro do pão. Os sabores podem variar, como a sopa de alho ou de batatas. O pão é redondo, parecido com um pão italiano, e tem direito até a tampinha.

Sopa tradicional, servida dentro do pão
Sopa tradicional, servida dentro do pão

Para o prato principal, um dos mais famosos que sempre está entre os favoritos é a svíčková, que nada mais é que um prato com filé de carne de boi servido em um molho cremoso, acompanhado de knedlík. O molho é especial, feito da fervura de vários legumes; depois é tudo triturado até se obter uma consistência cremosa; ao creme de legumes se adiciona creme de leite e está pronto. Para finalizar, coloca-se um pouco de chantili e frutas silvestres.

foto 3_

Pouco se consome feijão e arroz por aqui. Para alegria dos brasileiros é fácil encontrar a dupla à venda nos supermercados, porém os restaurantes são exceção. O acompanhamento principal da cozinha tcheca é o knedlík, que é dumpling em tcheco. É uma massa cozida, cortada em rodelas e servida nos principais pratos; sua função é servir de auxiliar para saborear os molhos. Você mergulha o knedlík no molho porque mais parece com fatias de pão, mas nunca diga isso na frente de um tcheco! Knedlík é knedlík! E além de acompanhamento para os pratos salgados há também a versão doce; neste caso, são feitos em formas de bolinhas com recheios de frutas da estação.

E voltando à cerveja, ela não é servida gelada como no Brasil; é servida em canecas, na versão que conhecemos como chope, aqui chamada de točené pivo. A mais comum é de 500 ml, mas para quem quer ir mais devagar pode beber a de 300 ml. Além das marcas mais famosas há  muitas mini cervejarias e restaurantes com produção artesanal, inclusive com sabores variados, como cerveja de banana, canela e até defumada.

Para os fãs e apreciadores, uma boa pedida é visitar a famosa Cervejaria Pilsen, localizada na cidade de mesmo nome, que fica apenas a 90 km de Praga. Pra quem não sabe, Pilsen é a cidade onde surgiu por volta de 1840 o famoso e popular estilo de cerveja lager conhecido como pilsen, o mais consumido no Brasil e que tem como característica a leveza, baixo teor alcoólico e cor translúcida.

Related posts

A cultura gastronômica de Singapura

Patti Neves

Curiosidades da culinária polonesa

Valéria Oliveira Szewczyk

ETIAS – A nova autorização para entrar na Europa

Mel Barbieri

2 comentários

Cinthia roca Mansano Julho 15, 2016 at 3:37 am

Olá Roberta!
Adorei seu site e suas experiências! Estas receitas dão água na boca. Realmente a culinária tcheca é riquíssima. Fui à Praga na minha lua de mel e me aventurei nos supermercados comprando temperos e coisas diferentes para experimentar novos sabores. Me recordo de ter comprado um molho de tomate com abobrinha que é divino! Mas não encontrei o nome dele em lugar nenhum. Dessa mesma marca, eles têm um de berinjela, mas não se compara ao primeiro. Se puder me ajudar a lembrar a marca, agradeço!

Sucesso!

Resposta
Cristiane Leme Julho 18, 2016 at 11:08 pm

Cinthia, a Roberta parou de colaborar conosco mas temos outra colaboradora no país. Para encontrá-la procure no blogue pelos textos publicados mais recentemente.
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação